Apesar da Abundância, Poder de Compra Limita Consumo de Carne Bovina, Aponta Cepea

continua após a publicidade

De acordo com o Cepea em 04 de abril de 2024, embora haja um aumento na disponibilidade de animais para abate, elevando a oferta de carne bovina, o consumo interno permanece restrito devido ao poder de compra ainda baixo dos brasileiros. Essa realidade resulta em uma continuidade na tendência de queda nos preços da carne bovina no atacado na região da Grande São Paulo. Conforme dados recentes do Cepea, a média de preço da carcaça casada bovina no atacado foi de R$ 16,39 por quilo em março, representando uma redução de 1,9% em comparação com fevereiro.

A análise do Cepea indica que, levando em conta os dados de produção, exportação e importação, a disponibilidade de carne bovina no mercado interno vem aumentando desde 2022. No ano passado, estima-se que 7,4 milhões de toneladas foram disponibilizadas ao mercado varejista brasileiro. Isso se traduz em aproximadamente 36 quilos de carne bovina por pessoa, um número que alcança o recorde anterior de 2013. Comparativamente a 2022, houve um aumento de 13,5% no volume disponível por habitante. Com a oferta de animais para abate mantendo-se em alta, a expectativa é de que os preços da carne bovina continuem sendo influenciados principalmente pelo desempenho das exportações.

Artigo anteriorSuinocultores Paulistas Alcançam Maior Poder de Compra de Farelo de Soja desde 2020, Revela Cepea
Próximo artigo2023 Vê Perda Acentuada de Florestas Tropicais, Desafios e Esperanças na Conservação Global
Redação
Para falar conosco basta enviar um e-mail para redacaomeioambienterio@gmail.com ou através do nosso whatsapp 021 989 39 9273.