Você já deve ter visto os grandes silos em fazendas de grãos, essa é a forma mais tradicional e segura de se armazenar os grãos. Esse tipo de armazenamento é bem inteligente, pois o produtor tem a possibilidade de deixar os grãos guardados, para fazer negócio em um momento mais propício, dessa forma ele não corre perigo de perder uma safra inteira e esperar a melhor oportunidade. 

Hoje em dia com a modernidade ao nosso favor os silos vem ficando cada vez mais avançado, é possível escolher silos para sua propriedade de acordo com que necessita, por exemplo, se sua safra não que tão grande assim, pode escolher um silo maior ou se sua colheita é bem maior, opte por silos maiores, com o tamanho necessário para atender a sua demanda.

Outro ponto muito importante, é saber escolher bem na hora de comprar para garantir que está adquirindo um produto de qualidade, assim como os silos da AllMayer do Brasil, que procura levar soluções de inovadores para o agricultor. 

A técnica de armazenar os grãos tem o propósito de fazer a preservação dos grãos produzidos e ainda garantir que suas características se preservem, da colheita até a sua distribuição. 

Esse é um procedimento que requer passar por algumas etapas, que são elas.

  • Higiene;
  • Secamento;
  • Processo defensivo agrícola;
  • Carregamento;
  • Distribuir, etc.

Ao armazenar grãos você vai estar o protegendo dos fatores externos, ou seja, vai estar preservando seus investimentos feitos ao longo da safra. Alguns produtores ainda preferem guardar um pouco da colheita para conseguir vender mais no futuro, eles podem manter a colheita guardada por muito tempo ou não, isso vai depender de diferentes fatores.

Para qualquer uma das opções, os produtores contam com diferentes tipos de armazenamento e ferramentas, como a Agricultura Digital, que auxilia na manutenção de qualidade da sua safra. 

De acordo com a divulgação do IBGE, diz que o espaço para armazenamento de produtos agrícolas no país, chegou a quase 180 milhões de toneladas em 2019 no segundo semestre, no qual teve um crescimento de 1,3% comparado ao ano de 2018 no mesmo período.

Com aproximadamente 11 milhões de toneladas, o milho é o produto que mais tem armazenamento e em seguida vem a soja com mais de 5 milhões de toneladas.

Vamos ver abaixo mais algumas informações interessantes sobre a armazenagem dos produtos agrícolas em silo.

Em qual local é feito o armazenamento dos grãos?

Como dissemos anteriormente, com a tecnologia cada vez mais avançada o setor agrícola não poderia ficar de fora, oferecendo atualmente inúmeras maneiras de armazenagem dos grãos, veja abaixo quais são os silos existentes. 

  • Metálico;
  • De espera;
  • De concreto;
  • Secador;
  • Armazenador;
  • De expedição;
  • Bag;
  • Silos-bolsa;
  • Armazém graneleiro.

O produtor precisa avaliar diferentes aspectos, como, custo-benefício, o que pode acontecer com a produção se deixada por muito tempo armazenada em determinado tipo de armazenagem e também o período que deseja deixar a produção armazenada.

Atualmente o mercado, entrega diferentes tipos de silos para armazenamento dos grãos, como mencionamos acima, cada um deles serve para uma situação, basta o produtor avaliar qual deles vai atender melhor às suas necessidades levando em conta os aspectos já ditos aqui. 

Processos para a armazenagem dos grãos

Agora veremos alguns dos processos de armazenamento e explicada cada uma delas. Acompanhe atentamente.

Higiene e secagem

Antes que os grãos sejam armazenados é essencial que eles estejam limpos e secos, sem qualquer tipo de impureza, restos, doenças, como os grãos ardidos do milho, que nada mais os grãos que ficam podres depois do processo de colheita.

Os principais causadores de grãos podres são Fusarium moniliforme e Diplodia macrospora, nos quais são fungos que prejudicam os grãos. 

O limite máximo para esse tipo de grão em lotes comerciais é de apenas 6%, outro ponto interessante que deve ser feito com atenção, é a secagem dos grãos, se por acaso a colheita tenha sido feita em uma taxa de umidade mais elevada na lavoura é preciso diminuí-la.

Recomenda-se que o milho esteja com umidade de 12% e a soja com 11%, neste caso para períodos de armazenagem mais longos. 

Termometria

Um dos fatores que mais interfere na qualidade de armazenagem dos grãos, com certeza é o controle de temperatura, por esse motivo é preciso fazer com frequência a medição de termometria, permitindo que os produtos fiquem sempre conservados.

Se houver alguma irregularidade de, que esteja a menos que 14 °C ou maior que 18 °C, a pessoa que fica responsabilizada vai ser notificada para que assim tome as devidas providências. 

Espaço de armazenagem dos grãos

É importante que mantenha a manutenção frequente do local de armazenamento dos grãos, para que eles possam durar por muito tempo, caso contrário eles poderão estragar rapidamente, sendo essencial que mantenha os cuidados devidos. 

A manutenção deve ser feita em local seguro, coberto e longe de insetos ou ratos. Caso tenha aves, e muito insetos na sua região, o armazenamento de sementes, cereais ou grãos, pode se tornar uma fonte infinita de alimento para eles, por isso tome todas as precauções possíveis.