Benefícios dos eletrodomésticos na sustentabilidade e praticidade

A rotina dentro de uma casa implica o uso de mecanismos que tornem a realidade mais prática e fácil, a exemplo dos eletrodomésticos. No entanto, além de eficiência, a sustentabilidade também deve ser colocada como aspecto indispensável a esses aparelhos, tendo em vista a urgente questão das mudanças climáticas. 

Isso significa, por exemplo, dar preferência a marcas e modelos que tenham tais aspectos como base de seus eletrodomésticos. Uma lavadora de louças, por exemplo, pode fazer a limpeza pesada até mesmo de itens como panela de pressão de maneira eficaz e gastando uma quantidade mínima de água.

A adoção de algumas medidas e a preferência por aparelhos desse tipo ajuda a manter o nosso dia a dia vida muito mais simples e, o melhor, sem precisar abrir mão do cuidado com os recursos naturais – o que, no fim das contas, faz toda a diferença para o futuro da gente e das próximas gerações.

Fazendo escolhas inteligentes para sua casa

De modo geral, os eletrodomésticos são aparelhos que servem para facilitar a nossa vida. A geladeira mantém os alimentos refrigerados por mais tempo, o ar-condicionado deixa o espaço com a temperatura mais agradável e a máquina de lavar faz a higienização de todas as roupas.

Só que, para fazer tudo isso, é necessário um gasto considerável de água e de energia elétrica. Fato é que, a depender do modelo escolhido, o eletrodoméstico consegue fazer esse uso de uma maneira mais econômica e menos nociva, o que vai impactar positivamente tanto no seu bolso quanto no meio ambiente.

Por exemplo, ao lavar a louça com a torneira meio aberta durante 15 minutos, você está gastando, em média, 117 litros de água em uma casa e até 243 litros em apartamentos devido à alta pressão da água. Em contrapartida, o lava-louças gasta de 8 a 10 litros em um ciclo de lavagem.

Esses dados, obtidos a partir de uma análise da Sabesp, que é a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo, mostram que é possível gastar menos água e energia mesmo quando se usa um eletrodoméstico desse tipo – o que também se aplica a outros aparelhos.

Com isso, você terá utilizado menos recursos energéticos, ajudando, ao mesmo tempo, o meio ambiente e a sua vida financeira, já que as contas de água e energia deverão ter números bem menores. Ou seja, mais economia para o planeta e para o seu bolso.

Observe os selos de economia energética nos aparelhos

Provavelmente você já deve ter observado a presença de um selo ao comprar um aparelho novo. Trata-se do selo Procel, que tem como objetivo dizer ao consumidor que aquele eletrodoméstico apresenta bons níveis de eficiência energética. Em outras palavras, consome menos energia elétrica que um aparelho sem o selo.

Existe ainda o selo Conpet que determina a eficiência energética de equipamentos que fazem uso de gás natural e derivados de petróleo (óleo) para funcionarem, sendo presente em eletrodomésticos como aquecedor de água a gás, forno a gás e fogão.

Atenção à forma de uso dos eletrodomésticos

Ligar uma máquina de lavar ou mesmo a lavadora de louças para a higienização de poucas peças não é, nem de longe, uma atitude inteligente nem do ponto de vista econômico tampouco sustentável (a não ser em casos muito excepcionais e não rotineiros), porque o gasto com água e energia acaba sendo desproporcional.

Portanto, atente-se à forma de uso desses aparelhos, dando preferência à opção de lavar o máximo de peças. No caso do ar-condicionado e da geladeira, lembre-se de adequar as temperaturas dos aparelhos em relação ao clima, evitando gastar mais energia do que o necessário.

Sem avaliações ainda
Avatar
Lucas W. Pelisari é escritor, formando em Investigação Forense e Perícia Criminal. Cursa Direito e atua profissionalmente no marketing. Sua especialidade é empreendedorismo e marketing digital.