Bolsas sustentáveis: moda com consciência ambiental

Na passarela da sustentabilidade, bolsas ecoeficientes conquistam espaço e passam a ser parte da moda que abraça a natureza

Moda sustentável tornou-se uma pauta discutida com frequência. Se antes a ideia era apenas criar, agora existe uma preocupação em todo o processo produtivo, desde a escolha da matéria-prima até o descarte do produto.

Isso não é diferente no caso das bolsas. Não importa se é uma bolsa clássica ou um modelo exclusivo para o ano, é preciso que ela esteja dentro da ideia de sustentabilidade.

Mas como saber se você está investindo em uma bolsa sustentável? Será que ela tem características que fogem um pouco dos modelos não sustentáveis? Confira abaixo!

A importância das bolsas sustentáveis

Escolher uma bolsa sustentável é fazer a sua parte para transformar o cenário da moda. Você contribui para diminuir o impacto ambiental e, ao mesmo tempo, mostra para as marcas e estilistas que está por dentro do que acontece. Ou seja, pode exigir saber mais sobre tudo, inclusive o processo produtivo.

Não é apenas a natureza que será beneficiada ao optar por esse tipo de produto, mas toda a cadeia produtiva. Há exigência de melhores condições de trabalho e respeito aos direitos humanos enquanto a bolsa é desenvolvida, ou seja, você também demonstra sua consciência social.

Assim, escolher bolsas sustentáveis para usar no dia a dia é adotar um estilo de vida responsável e enviar uma mensagem poderosa para a indústria da moda, influenciando-a positivamente a trabalhar na preservação do planeta e construir um futuro mais sustentável.

Características dos modelos

As bolsas sustentáveis possuem características que as diferenciam dos modelos tradicionais. Como dito anteriormente, o foco não está apenas nos materiais, mas em toda a cadeia produtiva. Conheça as principais características desses modelos.

Uso de materiais sustentáveis

Materiais reciclados, feitos a partir de garrafas PET e alternativas ao couro convencional, como o couro vegano, fibras vegetais e o algodão orgânico, são elementos utilizados na confecção das bolsas. 

Produção ética e sustentável

Toda a produção das bolsas é feita em um ambiente de trabalho ético, com salários justos e direitos garantidos aos trabalhadores. A transparência em seu processo de produção também é visível. Além disso, faz-se o uso de energia renovável na operação, o que tem baixo impacto ambiental. Outro item que é parte do processo são as embalagens sustentáveis.

Durabilidade e reciclabilidade

Esse tipo de bolsa foi feito para durar. Nada de seguir uma única tendência de moda, ao contrário, a ideia é focar no atemporal. Quanto ao material utilizado na produção, são itens de boa qualidade, que garantem o uso da bolsa por muitos anos. Quando perde a utilidade, pode ser facilmente desmontada para reciclar e algumas marcas trabalham também com programas de reciclagem.

Marcas que aderiram às bolsas sustentáveis

Muitas marcas já notaram que o movimento sustentável está em alta e que não dar atenção a ele é um risco de ficar para trás. Confira quem já abraçou a tendência.

Stella McCartney

Estilista britânica que defende fortemente a moda sustentável. Em suas coleções, as bolsas apresentadas são desenvolvidas com materiais alternativos ao couro convencional e orgânicos. 

Patagônia

A marca é mais conhecida pelas roupas; no entanto, também conta com linhas de bolsas sustentáveis. Responsabilidade ambiental em todas as suas operações é o principal foco da Patagônia.

Dona Rufina

As marcas brasileiras também estão antenadas na novidade e dispostas a oferecer produtos sustentáveis. A Dona Rufina é um exemplo de slow fashion e não trabalha apenas com bolsas, os acessórios também são parte de seu catálogo.

Reformation

Assim como a Patagônia, é mais conhecida por suas roupas sustentáveis, porém, dentre os acessórios vendidos, encontram-se as bolsas. Seu objetivo é minimizar o desperdício ao usar o máximo possível de materiais sustentáveis no processo produtivo.