Fluminense e Botafogo entraram em campo neste domingo (27) para a disputa do segundo jogo da semifinal do Campeonato Carioca 2022. A partida terminou com o placar de 2×1 para o alvinegro carioca e com direito a confusão no final.

Com o resultado, o Fluminense passou para a próxima fase do Cariocão 2022. O Fluminense terminou a fase de classificação em vantagem com relação ao Botafogo e venceu a primeira partida das semifinais. Sendo assim, ao perder por um gol de diferença conseguiu o direito de ir para a finalíssima, conforme o regulamento.

Fluminense x Botafogo: a partida

O Fluminense ditou as ações no inicio do jogo com Luccas Claro aos 05 minutos finalizar e após uma cobrança de escanteio, a bola contudo bateu na trave. O Botafogo tentou chegar com Erison que limpou o goleiro Marcos Felipe e chutou pra fora. Porém, mesmo se fosse gol seria anulado, pois Erison estava impedido.

O primeiro gol da partida foi sair no final da etapa inicial pelos pés de Erison. Chay mete um passe em profundidade para Erison que driblou David Braz e Luccas Claro antes de mandar a bola para as redes.

Erison no segundo tempo teve ainda mais protagonismo. Aos 28 minutos do segundo, o centroavante chegou a balançar as redes adversárias, entretanto estava impedido. Aos 39 minutos, Erison mais uma vez finaliza acertando o travessão.

A insistência de Erison seria recompensada aos 45 minutos. Chay lança a bola na área e Erison manda de cabeça marcando o segundo gol do Botafogo que levaria o time para a grande final.

O alvinegro, porém, não conseguiu segurar o resultado. Aos 51 minutos, após cobrança de falta, Fred lança a bola que bate no travessão e Germán Cano aproveita a sobra e marca o gol que levou o Fluminense para a final.

O Botafogo ainda teve uma falta que não chegou a ser cobrada, o que gerou revolta da equipe alvinegra. Fred cometeu falta quando o Botafogo partia para o ataque e como já havia tomado cartão amarelo na partida, foi expulso. Contudo o jogador ficou fazendo “cera” para sair e Paulo Renato Coelho, juiz da partida, acabou encerrando o jogo antes mesmo da cobrança do tiro livre.

O término do juiz antes mesmo da cobrança gerou polêmica na imprensa. Erison, que foi o nome da partida classificou como uma atitude vergonhosa do arbitro. “O juiz tinha que ser coerente para os dois lados, é uma vergonha o que ele fez. Não é a primeira vez que fazem isso com a gente. Tem que ser mais profissional, do jeito que também somos com eles.”, disse o jogador que é o atual artilheiro da competição.