Imagem: Unsplash

Com a competitividade crescente entre as marcas, é necessário pensar em estratégias cada vez mais elaboradas para atrair leads e fidelizar clientes. Nesse sentido, o branding – ou gestão de marca – vem como uma forma de conquistar a mente e o coração dos consumidores.

Basicamente, o objetivo do branding consiste em despertar emoções no público por meio de ações que envolvam o propósito para além do lucro. Trata-se de criar uma personalidade para ela com forte influência na decisão de compra.

Enquanto o marketing promove um produto ou serviço, o branding molda ativamente a marca.

No dia a dia

Sabe quando você vê uma combinação de cores e imediatamente as associa a uma empresa? Isso é um ótimo exemplo de branding e remete à importância de se ter uma identidade visual bem construída!

Mas identidade visual é apenas um dos vários aspectos que compõem uma estratégia de gestão de marca. Contudo, veremos isso mais adiante.

Agora, vamos falar sobre um sólido case de sucesso! Você certamente já percebeu a ligação entre a Coca-Cola e o Papai Noel. Afinal de contas, todos os anos nos deparamos com propagandas natalinas emocionantes.

Pois bem, a Coca-Cola ajudou a moldar a aparência do bom velhinho como conhecemos hoje! E isso é muito mais do que apenas ter um grande número de vendas do refrigerante.

Em outras palavras, são iniciativas que dão origem a experiências memoráveis. Elas estão ligadas a valores como família, amor e bondade. Tais características são essenciais na construção de estratégias para o crescimento da marca.

Como construir uma gestão de marca?

Com todas as informações acima, você deve estar se questionando sobre os primeiros passos para construir uma gestão de marca. Mas calma que estamos aqui para lhe guiar com algumas dicas!

1) Identidade visual

Como falamos anteriormente, os elementos visuais são um ponto chave no branding. Logo, por meio deles, há a assimilação a uma marca. Sendo assim, estão inclusos cores, fontes, logo, imagens. Um designer gráfico é o profissional que pode lhe guiar nesta jornada de construção de uma identidade visual!

2) Valores

Tenha em mente os valores e a imagem que você quer que sua marca transmita, da mesma maneira que a Coca-Cola no case abordado neste post. É isso que o tornará diferente das outras e estabelecerá uma conexão com o público.

3) Público

Tenha bem definido o seu tipo de cliente ideal, ou seja, a persona do seu negócio. Trace um perfil com base em dados demográficos, rotina, hobbies, objetivos e desafios. Sem dúvidas, ter essas informações facilitarão muito na elaboração de estratégias em prol da marca.

4) Canais de comunicação

É importante estabelecer em quais canais de comunicação sua marca será divulgada, seja por on-line ou off-line. Você precisa saber os canais mais rentáveis para o seu nicho e aqueles que sua persona tem acesso.

5) Conteúdo

Por fim, um planejamento de conteúdos estratégicos a serem divulgados nos diferentes canais também faz parte do branding. Porém, tenha a seguinte afirmação em mente quando for criá-lo: antes de vender um produto, você está vendendo uma solução. Portanto, não exagere no caráter comercial.

Este texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog da Fundacred, onde você pode encontrar conteúdos informativos sobre diversos segmentos como educação, inovação, carreira, entretenimento entre outros.