Câmbio
Câmbio / foto: pexels

A elevação das taxas de juros ao redor do mundo, que está sendo muito discutido por vários investidores, principalmente com relação aos Estados Unidos, resultou na fuga de muito capital estrangeiro aqui no Brasil.

O movimento adverso de saída desse capital está sendo revertido fortemente pela nossa balança comercial, que está segurando a cotação do dólar até o momento. Somente no primeiro semestre, dados do Banco Central mostram que o comércio exterior trouxe para o Brasil cerca de US$ 27,7 bilhões, enquanto o mercado financeiro perdeu cerca de US$ 8,5 bilhões nesse mesmo período.

As exportações fizeram com que o dólar acumulasse desvalorização de 8,8%, considerando do início do ano até a última sexta-feira (26/08), lembrando também que estamos nos aproximando das eleições e isso não passa muita confiança para os investidores externos, e também devem mexer muito com o mercado nos próximos dias.

Para comentar a volatilidade do dólar e acontecimentos externos e internos interferindo na moeda brasileira, sugerimos entrevista com Marcos Almeida, diretor da WIT Exchange.