Crédito: iStock

O surgimento de inovações tecnológicas vem trazendo grandes avanços na construção civil brasileira. Métodos convencionais vêm sendo substituídos por formas mais práticas e baratas, e um exemplo disso são as casas pré-fabricadas, que vêm ganhando cada vez mais espaço no mercado brasileiro.

Existem diversos tipos de casas pré-fabricadas que atendem aos mais diversos públicos, e vão desde construções populares até casas de luxo. Produzido em escala industrial, esse sistema gera rapidez, segurança, eficácia e muito mais sustentabilidade que as construções tradicionais. 

Existem vários materiais que são utilizados para a construção de casas pré-fabricadas no Brasil; veja os tipos mais comuns:

Madeira

Os modelos mais comuns no mercado são as casas pré-fabricadas de madeira. Sua estrutura é feita com viga e pilares de madeira maciça e telhados com telhas de cerâmica.

Entre as vantagens deste tipo de construção, estão o tempo reduzido da obra, um canteiro de obras limpo e a garantia da construção. Porém as casas feitas de madeira requerem alguns cuidados especiais, como manutenção constante, principalmente na parte externa, que tem contato com a chuva.

Estrutura metálica

As casas feitas de estruturas metálicas também são conhecidas como Light Steel Frame. São muito populares nos Estados Unidos, e são feitas a partir de uma estrutura metálica pré-fabricada. O fechamento é feito a partir de placas de gesso ou cimentícias.

Também são casas fáceis e rápidas de serem construídas, possuem uma estrutura muito leve, tem alto desempenho térmico e acústico. Por serem montadas com hastes de metal, podem ser facilmente customizadas.

Esse modelo ainda possui um preço elevado, devido a baixa demanda e desconfiança do público brasileiro, porém elas já estão se popularizando.

Placas de concreto

As casas feitas de placas de concreto pré-fabricadas têm praticamente a mesma estrutura de uma casa convencional de alvenaria; a diferença é que as placas e a estrutura já vêm prontas, sendo necessário somente montá-las. Os fechamentos internos podem ser feitos usando placas de concreto armado ou mesmo placas de drywall.

As vantagens em relação a uma obra tradicional são um canteiro de obras mais limpo e a grande redução de desperdício de materiais. São construções muito resistentes e com bom desempenho térmico e acústico.

Todos os modelos de residência podem ser personalizados de acordo com as proporções do terreno e os gostos do proprietário. É importante ter em mente que a durabilidade e a segurança da casa dependem da empresa que foi contratada para realizar a obra. 
Por isso, é muito importante procurar empresas sérias, que possuam profissionais qualificados e com formação em engenharia civil EAD ou presencial, para garantir que a obra seja realizada corretamente e dentro das normas legais.