Cheque especial: entenda o que é, as vantagens e desvantagens

O cheque especial é um tipo de crédito concedido pelo banco aos correntistas. Mas essa é uma boa alternativa de crédito? Ou as taxas e juros são altas demais para solicitar?

Apesar de ser uma opção de crédito disponível para muitas pessoas, o cheque especial nem sempre é recomendado. Um dos motivos que leva muitos a consultar SPC, a alternativa traz pontos positivos e negativos.

Sendo assim, para te ajudar a decidir entre solicitar ou não, separamos neste artigo tudo que você precisa saber sobre o cheque especial. Continue a leitura e saiba mais!

3OJWhnz8Bii wn01zvCkr0m0KSTLOU59R3 y GX3Rlr9osH3EUUcc9dkGWdqRqIQ FEURQGgSJYbkv gnKfqBwrMDN8ct6ESrLECTgNjzqCE wwrfwd0Y 42pdXqIlxAS7kFYX2dpxX1wajF1 dpDME

Cheque especial: o que é?

Primeiramente, vamos entender o que é o cheque especial. Em resumo, essa é uma modalidade de crédito concedido pelos bancos aos correntistas, que, na prática, permite a retirada de dinheiro além do saldo disponível em sua conta.

Assim, ele é chamado de cheque “especial”, pois o banco emite cheques para o correntista, mesmo que não haja dinheiro na conta corrente.

Dessa maneira, isso significa que, mesmo quando a conta está no negativo, o correntista pode utilizar o cheque especial para realizar pagamentos, fazer compras e arcar com outros tipos de despesas.

No entanto, é importante lembrar que o uso do cheque especial tem uma taxa de juros muito alta, geralmente superior aos juros de outros tipos de crédito.

Qual o valor disponibilizado?

Mas qual é o valor disponibilizado através do cheque especial? Não há exatamente um valor específico, já que ele é estabelecido pelo próprio banco, e pode variar segundo a análise de crédito.

Ou seja, os bancos ou instituições financeiras reajustam o limite de crédito, conforme as economias do correntista e do mercado financeiro.

Além disso, ao usar o cheque especial, o correntista precisa arcar com as taxas de juros e tarifas cobrados pelo crédito concedido. Dessa maneira, é importante que você considere os valores cobrados ao solicitar o crédito.

Isto é, caso o crédito seja solicitado sem um planejamento e organização adequados, é bem provável que o cheque especial resulte em mais dívidas. Da mesma forma, o uso em excesso do cheque especial pode prejudicar o seu score de crédito.

O score é constantemente avaliado pelas instituições financeiras, o que pode ser afetado pelo uso constante de crédito.

OaE8Y5k7SwfW2ZrR3MyqiwkZxhDKUUSdIgef5KcvIN2X 1IfpvwThM3WT160y50R5mWmUw0PhQ

Dessa forma, usar o cheque pode dificultar a obtenção de crédito futuro, além da contratação de empréstimos e a adesão a outros tipos de serviços financeiros, como financiamentos. Sendo assim, o ideal é utilizar o cheque especial apenas como última opção.

E como funciona?

Mas como funciona o cheque especial? Como o crédito é concedido ao correntista? Em resumo, como já destacamos antes, ele funciona como um empréstimo concedido pelo banco ao correntista.

Com isso, as instituições permitem que valores sejam retirados da conta do correntista, mesmo que não haja saldo. Da mesma forma, o valor liberado para saque ou uso é definido pelo banco

Para entender melhor, ainda podemos dizer que o cheque especial é um tipo de crédito rotativo. Isso significa que o correntista pode utilizá-lo várias vezes até atingir o limite estabelecido pelo banco.

Contudo, ao fazer isso, as taxas de juros e tarifas são cobradas em cada utilização. Ou seja, há um acúmulo dessas taxas, o que faz do cheque especial um dos maiores motivos para endividamento.

Cheque especial: vantagens e desvantagens

Como quase todo tipo de empréstimo, o cheque especial também traz algumas vantagens e desvantagens. Mas quais são elas? Confira a seguir alguns pontos positivos e negativos ao utilizar essa modalidade de crédito.

bVBU xzVqltoQYMHuQmUVWrzOk1EqvJgWI5CcEi9MSQVqZx3Z32PgklIsrs0VX3dtXNa1LvNb2N5EQlFPgQGqh1wmnMeqqzTm3 pR62q5rwul9raMBW UDAahHgE7ppSyHMlQvPaRdfJBdTvTuSEmXo

Vantagens

Apesar de não ser o melhor tipo de crédito disponível, o cheque especial conta com alguns pontos positivos. Confira quais são.

Flexibilidade

Primeiramente, uma das vantagens do cheque especial é que ele permite que o correntista retire dinheiro além do saldo disponível em sua conta.

Assim, a modalidade traz uma grande flexibilidade para lidar com despesas inesperadas ou urgências, mas não conta com uma reserva de emergência.

Sem garantias

Outra vantagem do cheque especial em comparação com os demais modelos de crédito é que ele não requer garantias ou avalistas.

Dessa forma, ele é uma opção atraente para aqueles que não possuem garantias para oferecer ou que estão com score baixo.

Praticidade e rapidez

Mais duas vantagens do cheque especial é que, para obter crédito, você tem mais praticidade e rapidez.

Em geral, é possível usar o crédito obtido para fazer qualquer tipo de compra, pagamento ou cobrir despesas. Isso faz dele uma opção mais conveniente em emergências financeira.

Além disso, com a solicitação e aprovação do cheque especial, os valores são depositados quase imediatamente em sua conta.

Acessibilidade

Por fim, ainda é possível citar como vantagem da modalidade de crédito a sua acessibilidade ampla. É comum que cheque especial esteja disponível para muitos correntistas.

Desvantagens

No entanto, o cheque especial também traz muitos pontos negativos para quem contrata. Como já citado antes, a cobrança de taxas por cada solicitação faz dele uma opção bem menos atrativa.

Juros e tarifas elevados

Aliás, a maior desvantagem do cheque especial é justamente o fato dessa modalidade de crédito ter juros bem mais elevados. Dessa forma, é comum que a solicitação de crédito na modalidade acabe resultando em dívidas.

Da mesma forma, além dos juros elevados, o cheque especial também pode ter tarifas cobradas pelo banco. A médio e longo prazo, isso leva a um endividamento ainda maior.

Afeta o score de crédito

O uso em excesso do cheque especial, além do acúmulo de solicitações sem o pagamento das dívidas, podem afetar o score de crédito do correntista.

Com isso, fica ainda mais difícil conseguir opções de crédito melhores no futuro, como empréstimos e financiamentos.

Falta de controle financeiro

Outro aspecto negativo nesse tipo de crédito especial é que seu uso sem o devido planejamento pode levar a dívidas ainda maiores. Dessa forma, outra consequência é o descontrole financeiro gerado ao correntista.

Em todo caso, o uso do crédito com altas taxas de juros prejudica ainda mais sua situação, que tende a se agravar mais com o tempo.

Dificuldade de pagar

Por fim, também é comum que tudo isso faça com que seja difícil pagar as dívidas acumuladas com cheque especial.

Como já destacamos, esse é um tipo de crédito rotativo, o que significa que seu uso recorrente faz com que as taxas e juros acumulem, tornando a dívida praticamente impagável.

Conclusão

Em resumo, o cheque especial funciona como um empréstimo concedido pelo banco aos correntistas e permite uma retirada quase imediata de saldo em sua conta.

No entanto, com as altas taxas de juros e tarifas, a modalidade de crédito só é recomendada em último caso.

Sem avaliações ainda
Avatar
Para falar conosco basta enviar um e-mail para redacaomeioambienterio@gmail.com ou através do nosso whatsapp 021 989 39 9273.