Durante anos, os ambientalistas vêm soando o alarme e pedindo que os empresários tomem medidas para proteger o meio ambiente natural. 

Promovem o conceito de utilização de materiais reciclados e a utilização das chamadas tecnologias verdes. As empresas estão cada vez mais conscientes da importância de tais atividades.

Uma pesquisa mostra que de acordo com 20% dos empregados em empresas com mais de 50 pessoas, a empresa que trabalha não realiza nenhuma atividade pró-ecológica, e 66% acredita que a empresa realiza apenas atividades ambientais individuais. 

Infelizmente, estes não são resultados muito bons. No Brasil, a conscientização ambiental tem uma tendência crescente, mas ainda há um longo caminho a percorrer.

Comece pela motivação

É importante que os empregadores implementem os cuidados com o meio ambiente já na  missão da empresa. Cuidar do meio ambiente deve ser prioridade. Os empreendedores atingem esse objetivo, começando pela educação dos funcionários, mas também implementando soluções específicas. Aliar tecnologia ao meio ambiente pode dar muito certo!

Por exemplo, é uma boa ideia incentivar os funcionários a mudar a forma como se deslocam para a fábrica ou escritório – em vez de usar um carro, utilizar uma bicicleta ou transporte público. 

Ao mesmo tempo, os empresários tentam simplificar ao máximo essa tarefa instalando bicicletários, mas também motivá-los – financiando passagens de ônibus, oferecendo horários de trabalho flexíveis ou pagando bônus. Este é apenas um dos muitos exemplos, mas olhando para o nível nacional, tais ações podem trazer um efeito específico.

Os projetos educacionais são cada vez mais implementados pelas empresas como programas constantes, e não apenas campanhas pontuais.

As empresas também podem ser motivadas a serem amigas do ambiente. Graças à implementação de tecnologias verdes, há uma grande chance de reduzir custos operacionais, contas de eletricidade ou descarte de resíduos.

Quais as soluções específicas uma empresa pode implementar em sua empresa?

-Reduzindo a geração de resíduos

-Colocação de recipientes de separação de resíduos

-Introdução da circulação de documentos eletrônicos, eliminando os papéis

-O uso de equipamentos de economia de energia, como lâmpadas

-O uso de bens e materiais ecológicos para a produção

-Colocação de plantas no escritório e em espaços exteriores

-Instalação de filtros de água

-Fazendo o descarte correto de resíduos

-Montagem de secadores de mãos

Incentivar os funcionários a usar formas ecológicas de movimento, por exemplo, transporte público ou bicicleta

Siga o exemplo dos outros

Os gigantes mundiais começaram há muito tempo. Como eles cuidam do futuro do nosso planeta? Em primeiro lugar, eles tomam medidas para limitar a produção de plástico e poliéster.

Por exemplo, o McDonald’s, como parte de sua estratégia global Scale for Good, comprometeu-se a que até 2025 todas as embalagens para clientes de restaurantes sejam feitas de material reciclado. Ele juntou forças com a Starbucks. Por uma boa razão. Essa dupla é responsável por 4% da produção global anual de copos de plástico e papel. Eles chamaram a iniciativa NextGen Cup Challenge, resultando em copos totalmente recicláveis ​​e compostáveis.

Marcas esportivas – Adidas e Nike também aderiram à campanha para salvar o mundo. A Adidas desenvolveu uma estratégia pela qual anunciou que todos os sapatos serão feitos de plástico proveniente do oceano. Parece irreal, mas é realmente possível. Trata-se de coletar plástico usado dos mares e praias e reutilizá-los. Por outro lado, a marca rival Nike já utiliza embalagens ecológicas para calçados feitos de plástico que sobra de bebidas, por exemplo.

Nos próximos anos, muita coisa vai mudar em termos de consciência ambiental. Você já pode notar as mudanças que estão ocorrendo dentro da empresa – entre os funcionários. 

Nas etapas seguintes, são propostas soluções específicas para os clientes e até mesmo obras beneficentes para fundações pró-ecológicas. Vale a pena implementar essas atividades passo a passo, contribuindo constantemente para a melhoria das condições do ambiente em que vivemos.