As criptomoedas têm ganhado cada vez mais espaço, tanto entre investidores quanto em empresas que passam a trabalhar com essas moedas, gerando um ciclo que se retroalimenta.

Nesse sentido, muitos curiosos têm buscado informações sobre as melhores moedas para investir e entender mais sobre o mercado. Entre essas moedas está o ethereum, a segunda maior entre as criptomoedas.

Neste artigo, você vai descobrir como comprar e vender ethereum. Acompanhe!

O que é ethereum

Criada em 2013, a ether (ETH), criptomoeda do blockchain Ethereum. É comum que as pessoas chamem a criptomoeda ether de ethereum.

Atualmente, a ether ou ethereum, compõe 20% do mercado de criptomoedas, sendo, portanto, a segunda maior criptomoeda do mundo.

A rede Ethereum possibilita transações entre pessoas e empresas sem necessidade de intermediários e também criar aplicativos em ambientes seguros.

Além disso, a ethereum favoreceu a criação de outras criptomoedas e o desenvolvimento de outras tecnologias, como o NFT.

Como comprar  e vender ethereum

Tanto a ethereum quanto qualquer outra moeda deve ser comprada através de uma corretora de criptomoedas ou exchange.

Elas são as responsáveis por intermediar a compra e venda de ethereum entre usuários. Logo, é cobrada uma taxa de serviço para cada transação realizada.

Apesar disso, a negociação de criptomoedas também é possível entre usuários, já que a tecnologia é descentralizada, mas nesse caso há risco de liquidação.

Diante disso, existem 3 formas de negociar ethereum através de corretoras de criptomoedas, EFTs e

fundos de investimentos.

Corretoras de criptomoedas

As corretoras de criptomoedas ou exchange atuam de forma a intermediar as transações na plataforma Ethereum. Sendo assim, cobram uma taxa de corretagem, através de um percentual sobre o serviço.

Na plataforma ethereum, os investidores conseguem colocar dinheiro em diferentes produtos e projetos digitais disponíveis por lá.

A exchange oferece aos investidores acesso a várias criptomoedas e contratos e todas as informações relacionadas a valores e cotações ficam disponíveis. Desta forma, o investidor tem autonomia e liberdade para fazer suas escolhas em Ethereum.

Utilizar uma corretora é a forma mais segura, mas ainda assim, existem riscos que devem ser considerados. Por isso, estude e vá devagar. 

EFTs

Outra forma de investir em criptomoeda, especialmente, ethereum, é através dos ETFs (Exchange Traded Funds), que são Fundos de Investimentos negociados na Bolsa de Valores (B3).

Eles aplicam o dinheiro de seus cotistas em ativos visando monitorar o desempenho de algum índice de mercado como referência – ou benchmark.

Usando EFTs para investir em Ethereum, você encontra pacotes QETH11 e ETHE11, feitos apenas de Ethereum. Mas também existem pacotes de cripto Ethereum, o HASH11,  que conta com alguns produtos variados dentro de sua oferta.

Fundos de investimentos

Os fundos de investimentos já são tradicionais e conhecidos no mercado financeiro. E, por conta do potencial das criptomoedas, esses fundos também trabalham com o Ethereum.

No caso dos fundos, o investidor decide junto com o gestor como seu dinheiro deve ser aplicado. Nesse caso, o investidor deve escolher um fundo que possua ethereum em que haja ethereum.

Diferença entre ethereum e outras criptomoedas

  • Baixa escassez

Ao contrário de outras moedas, como bitcoin, a ethereum foi criada sem limite de impressão, embora haja a possibilidade desse cenário se alterar. A plataforma já nasceu com 72 milhões de moedas distribuídas entre a Fundação Ethereum, desenvolvedores, pré-investidores e participantes do ICO.

  • Aplicações diversas

Devido a sua estrutura que conta com mais camadas de proteção em comparação a outras criptomoedas, a ethereum executa programas automaticamente. Por isso, consegue realizar aplicações mais complexas utilizando infraestrutura compartilhada.

  • Mais rápida

A rede blockchain possui blocos de informações que carregam sequências de dados contendo as movimentações financeiras. E, enquanto no bitcoin é possível encontrar um bloco a cada 10 minutos, no ethereum o prazo reduz para 13 segundos. O que, teoricamente, torna as transações mais rápidas pelo sistema, mas isso muda quando a movimentação é de grandes quantias. Neste caso, os prazos mudam. Enquanto no bitcoin chegam a 50 minutos, na ethereum pode chegar a 70.

Conclusão

O ether, criptomoeda da plataforma ethereum, é, atualmente, a segunda criptomoeda em participação no mercado. Diferentes de outras criptos, não tem limite de impressão, possui mais camadas de proteção e oferece a possibilidade de realizar transações de forma mais rápida.

Para comprar e vender ethereum é possível usar uma corretora ou exchange, que é a forma mais segura, mas também é possível fazer essa transação entre usuários e sem intermediários, e por isso, sem taxas, porém com mais riscos.

Gostou dessas dicas? Se sim, compartilhe com seus familiares e amigos, e também em suas redes sociais. Receba conteúdo gratuito, diariamente, e siga-nos no Google News.