Um bom e-commerce não proporciona apenas boas ofertas e vantagens de consumo, mas também segurança a cada compra, aumentando o prazer de consumo em cada cliente. Saiba mais!  

Em uma loja virtual, normalmente a preocupação se concentra no nome, layout, nos produtos que serão disponibilizados e, claro, em muita propaganda, afinal, ela é a alma de todo negócio. Contudo, a segurança é importante.

Muitos empreendedores estão tão absorvidos com a montagem da loja virtual e sua repercussão, que se esquecem que armazenam algo tão valioso quando seus produtos no site: as informações pessoais e de pagamentos dos clientes que se cadastram na loja.

Dados importantíssimos como CPF, RG, endereços, datas de aniversário e dados bancários e de cartões de crédito e senhas, em um site que não esteja seguro, pode ser um prato cheio para um hacker empenhado em levar até o último centavo.

Por essa razão, investir em uma boa gestão de banco de dados, com reforço adequado da segurança de toda estrutura da loja, pode impedir que o sonho de ter a própria loja se transforme em um pesadelo.

Saiba como aumentar a segurança da loja virtual.

Meio de pagamento seguro 

Os meios de pagamento são os responsáveis por fazerem o “meio de campo” entre as instituições bancárias dos clientes e a loja virtual do empreendedor, constituindo a última etapa da jornada de compra, e lidam com dados confidenciais.

Existem empresas que promovem esse serviço de forma tranquila, segura e sem qualquer risco aos consumidores. Algumas cobram taxas diferenciadas na hora de prover o saque aos empreendedores; contudo, essa não deve ser a principal preocupação, mas, sim, o histórico de segurança e confiabilidade no mercado.

Hospedagem segura

Uma plataforma segura de hospedagem promove segurança em todo conteúdo do site, bem como no cadastro dos clientes, impedindo que qualquer invasor tente penetrar no ambiente do site e obter tais dados de acesso aos cartões bancários, contas e outros.

Existem pacotes de hospedagem extremamente baratos e absurdamente caros. Contudo, não se pode considerar o preço, e sim, a reputação da plataforma no mercado, bem como sua seriedade e responsabilidade com o trabalho dos clientes.

Senhas fortes 

A prática de usar senhas fortes vale para todo lugar. Misturar símbolos com letras e números é uma ótima opção, tais como esta: 3$@5091FeH (não é para usar essa, hein!?. É só para se inspirar!). 

No entanto, vale a pena incentivar também aos clientes a criarem senhas fortes, no momento em que estiverem se cadastrando no e-commerce. Isso permite que se reforce a segurança de seus dados pessoais e bancários.

Na própria plataforma de criação do site, existem recursos que permitem “forçar” o cliente criar uma senha mais forte, em vez de usar datas de nascimento combinadas ou mesmo números repetidos. 

Atualizações constantes 

Manter as atualizações dos sites em dia é importante, de forma que todos os protocolos de segurança, tanto da plataforma do site quanto da de hospedagem, estejam renovados. 

Isso impede que criminosos virtuais invistam em tentativas, outrora bem-sucedidas, de invadir o sistema do e-commerce ou hackear os clientes.

Certificado digital SSL

O certificado digital Secure Sockets Layer (SSL) é uma tecnologia criada com o intuito de criptografar toda e qualquer informação de acesso, cadastro ou ação dentro de um site, desde o envio de um simples formulário a um pagamento. 

O SSL torna ainda mais difícil a tentativa de um criminoso virtual de invadir e roubar os dados de acessos de todos os clientes. 

Felizmente, muitos provedores já oferecem essa tecnologia com hospedagem, garantindo mais segurança e tranquilidade.