Categories: Sustentabilidade

5 dicas para reduzir o consumo de plástico no dia a dia

O uso do plástico é comum no dia a dia, algo considerado até natural pela maioria das pessoas. 

Por isso, normalmente a presença é bem visível, porém, muitas vezes não se percebe onde ele pode estar presente.

Ele é um material versátil e resistente e a lona de circo pode contê-lo em sua confecção, assim como nas embalagens de supermercado, utensílios de cozinha e roupas, por exemplo.

A produção de plástico chega a bilhões de toneladas no planeta Terra e a maioria dele é destinado à produção de embalagens e utensílios descartáveis. Apesar de suas qualidades, usá-lo em excesso causa sérios danos na natureza e na sociedade.

Como uma capa de violão acolchoada pode conter plástico, por exemplo, e a presença dele nem sequer é notada.

Impactos do uso do plástico

Dito isto, vale ressaltar que além de seus benefícios esse material também os pontos negativos, sendo eles:

  • Danos ambientais;
  • Colabora com o aquecimento global;
  • É nocivo para a vida marinha;
  • Causa poluição no solo.

Todo o lixo produzido pelo plástico emite excesso de gás carbônico, desequilibrando a temperatura terrestre, produzindo um super aquecimento.

No serviço de motoboy para delivery de alimentos, muitas empresas se utilizam de embalagens plásticas descartáveis, que podem ser substituídas por materiais mais sustentáveis.

Objetos plásticos como canudinhos, garrafas, brinquedos e outros acabam parando no fundo do mar, causando prejuízos sérios à vida marinha, desequilibrando, também, o habitat dos peixes e outros seres, pois carregam substâncias químicas perigosas.

Quando ingeridas podem chegar ao ser humano, prejudicando seriamente a saúde. É muito comum as tartarugas fazerem confusão do plástico com águas-vivas e acabam morrendo de forma cruel.

Essas substâncias perigosas que se encontram dentro do plástico podem estar presentes na etiqueta resinada para moveis, também. É preciso que as empresas estejam atentas aos materiais que utilizam para a confecção das mesmas.

Isso sem contar com os animais feridos e mortos quando ingerem produtos plásticos inteiros encontrados no fundo do mar.  

A poluição causada pelos plásticos no solo é muitíssimo grave e pode chegar a ser 23 vezes maior do que aquela encontrada no oceano. Basta verificar o grande número de etiqueta de validade personalizada descartadas no dia a dia.

Por ser produzido a partir do petróleo ou do gás natural, o plástico libera mais de 170 substâncias químicas e causa uma série de problemas como o câncer e os distúrbios reprodutivos nos seres humanos.

Algumas mulheres grávidas, inclusive, que moram perto de indústrias produtoras de plástico possuem maior risco de perderem seus bebês ou darem à luz prematuramente, com sérios problemas durante a gravidez.

Uma clínica veterinária usa seringas feitas de plástico, contendo uma infinidade de substâncias químicas muito tóxicas e quando descartadas indevidamente podem causar sérios danos no solo ou no fundo do mar.

Entre essas substâncias estão as desreguladoras endócrinas, que podem desencadear uma série de problemas, principalmente nas crianças. Elas contém uma mistura de substâncias exógenas que alteram as funções do sistema endócrino.

Dicas para reduzir o consumo de plástico

Pequenas ações coletivas entre indústrias de limpeza de tapetes persas, o poder público e a sociedade podem colaborar, e muito, para a redução no consumo:

Utilizar sacolas retornáveis, porque as de plástico são as mais poluentes do meio ambiente terrestre e marinho. As sacolas de tecido são mais resistentes e duradouras e podem substituir as de plástico. Além de serem muito cheias de estilo.

Evitar o uso de canudos plásticos, optando sempre pelos reutilizáveis, como de vidro ou de metal. Com exceção das pessoas portadoras de necessidades especiais que precisam utilizá-los para maior comodidade.

Evitar, também, copos e garrafas descartáveis entre os colaboradores da empresa de limpeza pós obra, no momento da pausa para o café, por exemplo. É uma ótima opção e a natureza agradece.

A dona de casa que quiser comprar produtos a granel pode pedir para o comerciante embalar as compras em saquinhos de pano. É uma estratégia simples que se parecer estranho no início, com o tempo pode inspirar outros lojistas.

Priorize sempre, em produtos de higiene e limpeza aqueles que estão acondicionados em embalagens reutilizáveis. Uma boa pesquisa nesse sentido pode mostrar ao consumidor alternativas para reduzir o uso do plástico.

Quando não existirem alternativas em que não possa ser evitado o uso do plástico, encaminhe-o para reciclagem, descartando corretamente em lixeiras já separadas para isso, para que o plástico seja aproveitado de outra maneira.

Os plásticos que são descartados demoram cerca de 400 para se decomporem na natureza, pois são extremamente resistentes às bactérias e fungos, responsáveis pela decomposição.

Portanto, fica muito difícil para eles desapareçam rapidamente e é sempre bom ter o hábito de carregar na bolsa uma sacola de papel ou de pano, para evitar o consumo de sacolinhas de plástico.

Quando o lixo de casa for separado e descartado, coloque-o em caixas de papel ou papelão ou, faça um “saquinho” de jornal ou papel de pão para acondicionar o lixo.

Preste atenção quando os supermercados oferecerem as sacolas de plástico “verde”. Elas ainda são de petróleo e a reciclagem é muito pequena e vão parar na natureza de qualquer jeito e demoram para se decomporem.

No lugar delas existem as confeccionadas com biomassa da mandioca ou do milho, que são fontes renováveis e o tempo de degradação é de 18 meses, e terminado o processo, ainda liberam nutrientes para o solo.

O meio ambiente continua agradecendo se for criado o hábito de levar o próprio copo na bolsa, de metal ou vidro, para beber água em qualquer lugar, sem que seja necessário usar os de plástico. Uma caneca é uma ótima opção.

Tenha um conjunto de talheres na bolsa, para almoçar, evitando assim os descartáveis de plástico.

Evite comprar frutas, verduras e legumes embaladas em invólucros de plástico também. As geleias e condimentos podem ser adquiridos em recipientes de vidro, podendo ser reutilizados em casa para outras necessidades, até decorativas.

As frutas não precisam, na verdade, de qualquer tipo de embalagem para proteção. A casca já tem essa função e não demora milhares de anos para se decomporem.

Substitua o papel filme e o papel alumínio por um que contenha cobertura de tecido com a camada feita de cera. Eles são reutilizáveis e biodegradáveis.

Afinal, todos gostam de uma roupa nova, principalmente, ao renovar o guarda-roupa. Sendo assim, evite os tecidos sintéticos porque eles liberam pequenos plásticos em cada lavagem e, obviamente, vão parar no fundo do mar e dos rios.

Priorize os tecidos orgânicos de algodão não causam impactos negativos no meio ambiente e substitua os cotonetes de algodão pelos de papel que são facilmente encontrados nas farmácias, atualmente.

Escovas de dentes de plástico podem ser substituídas pelas de bambu, que são muito bonitas e biodegradáveis. Não poluir é o lema.

Use bucha vegetal e não a sintética. A  de vegetal é fruto de uma planta, e por isso, é biodegradável e quando tiver que descartá-la, ela pode virar adubo. Pode ser encontrada em casas que vendem produtos naturais.

Os produtos de limpeza devem ser reduzidos e priorizados os concentrados e ecológicos. 

Esses produtos limpam muito bem a casa e a dona de casa evita comprar os que estão acondicionados em embalagens de plástico.

Diminuir o consumo de plásticos não é assim tão complicado para se fazer no dia a dia ou criando hábitos para colaborar com a sociedade e com o meio ambiente. 

Alguns produtos sustentáveis existem para isso:

  • Capacho feito com fibra de coco;
  • Coletores de água para banho;
  • Chuveiros pressurizados;
  • Lâmpadas de LED;
  • Hortas residenciais.

No Brasil, algumas marcas são sustentáveis e colaboram imensamente para a preservação do meio ambiente. 

Não tenha medo de pesquisar para encontrar alternativas que colaborem com a preservação do solo, dos mares e rios. 

Considerações finais

Sendo dessa forma, a produção, o descarte inadequado e o consumo excessivo de plástico geram impactos extremamente nocivos para o meio ambiente e para os seres humanos, afetando-lhes a saúde.

Portanto, devemos ser conscientes e repensar em como utilizar tudo aquilo que tenha o plástico em sua composição.

Somente nas mudanças de hábitos e em um esforço conjunto entre população, indústrias e poder público é que a redução no consumo de plásticos pode ser alcançada. 

O planeta Terra grita por uma reeducação de todos, até dos educadores, para que as versões sustentáveis tomem lugar dos produtos poluentes, feitos de plástico, que demoram por muito tempo para se deteriorarem.

Sendo assim, é preciso não poluir e utilizar utensílios descartáveis. Além disso, colaborar, reeducar, conscientizar, promover ações de colaboração, esses são lemas fundamentais e a Natureza. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Priscila Dantas

Bacharel em comunicação social jornalismo/ Assessora digital com foco em SEO. Buscando cada vez mais estratégias para alavancar as buscas online. priscila.dantas@networkflow.com.br

Recent Posts

PM recebe quadriciclos para as praias da Costa do Sol

Com 7,2 quilômetros de extensão, a Praia do Peró, em Cabo Frio, assim como a…

17 horas ago

Resultado da +Milionária de sábado; concurso 6, hoje, 02/07/2022

O resultado da +Milionária de sábado (02), concurso 5, acabou de ser confirmado pela Caixa…

2 dias ago

Concurso +Milionária 6 tem prêmio de R$ 10 milhões neste sábado (02/07/2022)

O prêmio da +Milionária 6 para quem conseguir seis acertos e dois trevos será de…

2 dias ago

Resultado da Dia de Sorte de sábado; concurso 624, hoje, 02/07/2022

O resultado da Dia de sorte de sábado (02), concurso 624, acabou de ser confirmado…

2 dias ago

Dia de Sorte 624 tem prêmio de R$ 300 mil neste sábado (02/07/2022)

O prêmio do Dia de Sorte 624 para quem conseguir sete acertos será de R$ 300…

2 dias ago

Resultado da mega-sena de sábado; concurso 2497, hoje, 02/07/2022

O resultado da mega-sena de sábado (02) foi confirmado pela Caixa Econômica Federal. Segundo as…

2 dias ago