InícioNotíciasEm ano histórico, BYD cresce quase 70 vezes no Brasil e vende...

Em ano histórico, BYD cresce quase 70 vezes no Brasil e vende mais carros elétricos do que todos os concorrentes somados

BYD vende 10.274 unidades 100% elétricas em 2023 contra 9.036 das outras marcas. Entre os híbridos, o Song Plus também lidera com folga, 60% acima do segundo colocado.

(05/01/2024) – A BYD, maior empresa do mundo na produção de veículos elétricos e híbridos, fez história e também se consolidou com folga na liderança do mercado de veículos eletrificados no Brasil em 2023. Com os resultados do acumulado do ano passado, a greentech, que começa em breve a instalar sua infraestrutura de produção numa fábrica na Bahia, mostra que veio para mudar o mercado de automóveis no país. Em 2023, de acordo com dados da ABVE (Associação Brasileira de Veículos Elétricos), foram vendidos 17.947 carros da marca, um crescimento astronômico de 6.900%, o equivalente a quase 70 vezes, em comparação com as 260 unidades comercializadas em todo o ano de 2022.

Entre os veículos 100% elétricos, chamados de BEV (Battery Electric Vehicles ou Veículos Elétricos de Bateria), o Dolphin liderou com folga, com 5.971 unidades comercializadas no ano. No ranking dos 5 mais vendidos, o BYD Dolphin vendeu mais do que os outros quatro modelos somados (4.756 unidades). Se o recorte for entre os 10 mais vendidos, os modelos da BYD alcançaram um market share de 72%.

No top 5, a BYD ainda aparece com mais três modelos: BYD Yuan Plus (1.756), BYD Seal (1.040) e BYD Dolphin Plus (841). Entre os primeiros 10 carros do ranking anual, a BYD vendeu quase três vezes mais que as principais marcas no acumulado de 2023.

O Dolphin assumiu a liderança mensal de vendas em setembro e se consagrou pela quarta vez consecutiva como o carro elétrico mais vendido do Brasil em dezembroA marca obteve um volume recorde de vendas, com 3.617 unidades no último mês do ano e uma participação de 60% no mercado (BEV), registrando crescimento de 72% sobre as vendas de novembro (2.099 unidades).

O sucesso de vendas se traduziu também em reconhecimento pelos especialistas e a imprensa. O Dolphin foi o veículo elétrico mais premiado de 2023 com 10 conquistas, entre elas: o melhor carro do ano de 2024, principal categoria da premiação da revista AutoEsporte, da editora Globo; Foi o carro destaque pelo UOL, um dos maiores portais do Brasil, no Prêmio Mobilidade 2024 do Estadão levou dois troféus e também brilhou no Trend Car 2024, do portal Terra.

“O BYD Dolphin mudou a história do mercado automotivo brasileiro e logo se tornou um campeão absoluto de vendas. Isso porque é um modelo completo, eficiente e com uma ótima autonomia. O brasileiro mostrou que está preocupado com carros que não poluam. Para 2024, teremos ainda mais novidades que vão mexer novamente com o mercado”, afirma Tyler Li, presidente da BYD do Brasil.

No acumulado de 2023, a BYD marcou mais um recorde nas vendas de veículos elétricos, com um total de 10.274 unidades, obtendo uma participação de 52,3% sobre o total de automóveis elétricos comercializados (19.310 veículos) no mercado brasileiro. O resultado se torna ainda mais expressivo ao se considerar que a venda dos modelos elétricos BYD (10.274 veículos) superou todos os outros modelos elétricos somados (9.036 unidades).

Sucesso entre os híbridos: o número 1

No segmento de veículos PHEV, o hibrido plug-in BYD Song Plus DM-i foi o modelo mais vendido do mercado brasileiro no acumulado 2023, com 7.669 veículos, o que representa 23,2% de todas as vendas desta categoria no ano passado (33.049 unidades) e 60% acima do segundo lugar (4.605 unidades). O modelo também manteve a liderança com folga em vendas em seu segmento no mês de dezembro, com um total de 1.883 unidades ou 35,18% do total de vendas no mês (5.353 unidades).

Para Alexandre Baldy, conselheiro especial da BYD, “os números mostram que a BYD veio para ficar e que esse é um movimento sem volta rumo a um futuro mais verde e sustentável. Vamos em breve lançar um modelo híbrido plug-in flex para combinar etanol com o motor elétrico e ter um carro pensado especialmente para o mercado nacional. A BYD agora é uma empresa brasileira”.

Rede de concessionárias em ritmo acelerado

O ano passado foi muito positivo também para a rede de concessionárias de automóveis BYD, com forte crescimento no mercado brasileiro. A greentech alcançou em outubro a marca de 100unidades nomeadas no país, dois meses antes da previsão inicial e as metas continuam ousadas: a ideia é chegar até o final de 2024 com um total de 250 concessionárias no território brasileiro (entre unidades em atividades e novas nomeações).

A BYD fechou 2023 com 59 concessionárias em operação e deverá ter mais 61 unidades até o final do primeiro trimestre deste ano. Todas as capitais das regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste terão representantes da marca ainda em janeiro. São Paulo e Minas Gerais são os estados que reúnem o maior número de unidades dentro da rede BYD, respectivamente, com 15 e seis concessionárias.

Obras em Camaçari começam em fevereiro

A BYD confirmou para fevereiro o início das obras de instalação do complexo de Camaçari (BA). O investimento no projeto da primeira fábrica de carros da BYD fora da Ásia está estimado em R$ 3 bilhões e terá capacidade inicial para produzir até 150 mil veículos por ano.

O novo polo industrial vai gerar 10 mil postos de trabalho e os processos de seleção já foram iniciados. A ideia é priorizar a mão de obra local, por intermédio da capacitação e total integração entre os colaboradores brasileiros e chineses. Assim, a empresa também pretende fortalecer e consolidar a economia local, gerando novas oportunidades, inclusive com a criação de um grupo de fornecedores para atender futuras demandas.

A expectativa é transformar a região Nordeste em um verdadeiro centro de inovação, e tornar o Brasil reconhecido como uma referência mundial em termos de potência energética e consumo, além de um polo exportador de produtos eletrificados.

BYD e a liderança na venda de veículos 100% elétricos no mundo

A maior do mundo alcançou a venda global de 3.024.417 eletrificados em 2023, o que significou um crescimento anual de 61,8%. Foram mais de 340 mil unidades comercializadas só em dezembro. Um crescimento de 45% em comparação com dezembro de 2022. É a primeira vez na história que a BYD assume a liderança nas vendas de modelos 100% elétricos, no último trimestre de 2023.

Redação
Redação
Para falar conosco basta enviar um e-mail para redacaomeioambienterio@gmail.com ou através do nosso whatsapp 021 989 39 9273.
RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments