Black Friday, festas de fim de ano e, excepcionalmente em 2022, Copa do Mundo. Eventos assim levam empresas de diferentes atividades econômicas a contratar funcionários por tempo determinado. A Associação Brasileira do Trabalho Temporário calcula 1 milhão de vagas, em todo o Brasil, conforme dados publicados pela Agência Brasil em setembro.

Segundo Guilherme Lopes, da RH Mattos, quem está à procura de uma colocação no mercado de trabalho deve aproveitar o momento. “Estamos percebendo aumento de vagas, especialmente nas redes varejistas. Temos vários projetos com grande quantidade de vagas em andamento”, informa.

E como conquistar uma dessas vagas, e, ainda, transformar o que era um emprego temporário em algo fixo? Especialistas na área de recursos humanos respondem, dando dicas de como ir bem no processo de seleção e, depois, como demonstrar bom desempenho para continuar contratado.

1 – NA SELEÇÃO, PREENCHA O PERFIL POR COMPLETO

Márcio Monson, gestor e CEO da Selecty, plataforma de recrutamento e seleção, aponta que um perfil profissional preenchido por completo nos sites de vagas aumenta as chances de ser convidado para os processos seletivos. “É importante reservar um tempo para isso, atentando-se, principalmente, às informações solicitadas [por quem oferece a vaga], para que nada deixe de ser informado”, assinala.

A carta de apresentação é importante! Ela deve mostrar suas experiências, metas alcançadas, projetos dos quais participou, explica Monson. “A candidatura deve ser feita com dedicação, ou seja, é a oportunidade de o candidato demonstrar seu interesse pela vaga e o momento de ‘vender seu peixe’. Dessa forma, também fica mais claro para o recrutador identificar e compreender as vivências do profissional”.

2 – MANTENHA O LINKEDIN ATUALIZADO

Uma dúvida recorrente é: a rede social LinkedIn é, de fato, uma vitrine para quem está em busca de colocação, e uma fonte para recrutadores? O CEO da Selecty diz que sim. No entanto, o perfil deve estar constantemente atualizado, e não somente durante o período de candidatura a uma vaga.

Ainda sobre o LinkedIn, o especialista acrescenta: “Ter um perfil com sua apresentação, mostrando o resumo de suas atividades e aspirações, sem dúvida, destaca o profissional aos olhos do recrutador”.

Quem procura uma colocação no mercado deve se lembrar que, do outro lado, há profissionais de recrutamento e seleção em busca de candidatos para entrevista. “Então”, acrescenta Monson, sobre o perfil no LinkedIn, “quanto mais claras estiverem suas experiências, mais fácil de ser convidado para uma entrevista. Por isso, é de extrema importância, além da apresentação, destacar em suas experiências as atividades desenvolvidas, cursos, desafios vencidos”.

Outra dica para o LinkedIn são as palavras-chave no perfil. “Muitos recrutadores buscam profissionais por meio do hunting no LinkedIn; por isso, para o candidato ser encontrado, ele precisa informar qual sua área de trabalho, habilidades e competências, formação, pois, segundo o próprio LinkedIn, ‘durante uma pesquisa na plataforma, todos esses campos são analisados pelo algoritmo para definir quem irá aparecer nos resultados’”.

3 – MANTENHA CONTATO TAMBÉM PELAS PÁGINAS OFICIAIS DAS EMPRESAS

A diretora de Recursos Humanos da Timbre RH, Viviane Morcelli, reitera ser válida a busca ativa por vagas, por parte de quem deseja uma colocação nesta época do ano. Seguir as redes sociais de empresas de recrutamento e seleção, ou do campo profissional do candidato, é a dica que a gestora dá.

“A forma de concorrer às vagas e recrutar pessoas foram atualizadas. E grande parte dos avanços aconteceram pelo período pandêmico que acelerou a automatização das etapas. Agora, as candidaturas quase em sua totalidade são realizadas no formato eletrônico, em que os candidatos realizam seu cadastro diretamente nas páginas dos empregadores”, assinala.

4 – NA ENTREVISTA, SEJA PONTUAL E DEMONSTRE CONHECIMENTO DA EMPRESA A QUE SE CANDIDATOU

Chegado o momento de se apresentar pessoalmente, um cuidado básico, mas indispensável, é expressar comprometimento, sublinha o gerente de RH da RH Mattos, Guilherme Lopes. Isso inclui, diz ele, “demonstrar tranquilidade e ser pontual”.

Outra forma de demonstrar interesse pela oportunidade, continua o especialista, é estudando a empresa para a qual está se candidatando, “buscando informações sobre o negócio no mercado e, no momento que o recrutador abre para tirar dúvidas do candidato, aproveitar para tirar fazer suas perguntas, demonstrando interesse pela empresa e trabalho”, orienta.

5 – FIQUE ATENTO AO E-MAIL

Durante o processo, uma dica é estar atento às comunicações do recrutador, afirma o CEO da Selecty. “Geralmente, as comunicações são realizadas por e-mail. Essa dica é importante porque, hoje, com processos automatizados, quando o profissional evolui de uma etapa para outra, o candidato é comunicado, imediatamente, sobre os próximos passos, que pode ser uma entrevista on-line, ou presencial, um novo teste, ou até mesmo a notícia de que foi aprovado”.

6 – PROATIVIDADE E PEDIR FEEDBACKS CONTÍNUOS PODE TE AJUDAR A TRANSFORMAR A VAGA TEMPORÁRIA EM EFETIVA

Tudo dando certo, e a pessoa sendo admitida para a vaga temporária, é importante se dedicar a fim de obter a efetivação. Há comportamentos e atitudes que são decisivos, conforme avalia o Márcio Monson.

Por exemplo, dedicação, criatividade na resolução de problemas, postura no ambiente corporativo, capacidade de adaptação e flexibilidade, iniciativa e organização, e socialização e interação com pessoas de diferentes áreas estão entre os atributos levados em conta.

E, principalmente, demonstrar interesse em ser efetivado. “Uma boa sinalização nesse sentido está em pedir feedback sobre quais pontos pode desenvolver para melhorar seu desempenho, suas entregas”, ilustra Monson.