Ethereum
A ideia principal deles é realizar um processo que denominaram como “A Fusão”, que seria a separação dos processos de validação da criptomoeda, gerando menos trabalho para apenas um processo, diminuindo o gasto de energia para resolver tudo de uma só vez.

A Ethereum está passando por um importante processo de mudança que irá virar o mercado de ponta cabeça, mas trazendo muitos benefícios tanto para os negócios de quem investe em criptomoedas quanto para o dia a dia das pessoas.

Já pensou se uma simples criptomoeda conseguisse diminuir o consumo de energia em todo o mundo, poupando essa energia para gerações futuras ou até mesmo ajudando a melhorar a qualidade do meio ambiente?

Essa não é só mais uma teoria futurística, mas uma realidade que está acontecendo com as mudanças que envolvem uma das maiores criptomoedas de todo o mundo, a Ethereum, através do processo chamado The Merge.

Em algum momento você já deve ter ouvido falar sobre criptomoedas, não é mesmo? Esse grande avanço do universo financeiro em conjunto aos avanços da tecnologia estão conquistando um espaço cada vez maior no mercado.

Assim como a antecipação de recebíveis, as criptomoedas funcionam como um dinheiro que é antecipado para você, mas isso dentro do universo digital, ou seja, o dinheiro são códigos de softwares e não o dinheiro vivo, como costumamos ter contato.

Os estudiosos acreditam que nos próximos anos as criptomoedas serão o futuro, fazendo com que as notas que conhecemos nos dias atuais sejam cada vez menos usadas, e se trata de um conceito que vem ganhando cada vez mais notoriedade.

Isso porque vivemos em um mundo onde os avanços da tecnologia estão acontecendo em uma velocidade absurda, fazendo com que diversas áreas da sociedade recebam inovações que mudam por completo suas rotinas de trabalho, como:

  • Equipamentos em hospitais;
  • Tratamentos para doenças;
  • Máquinas em indústrias;
  • Sistemas em escritórios;
  • Ferramentas automáticas;
  • Plataformas de interação.

Tudo isso é prova de que a tecnologia está crescendo e as pessoas vão estar cada dia mais envolvidas dentro das novidades, que podem mudar por completo toda sua vida, assim como o que acontece com as criptomoedas.

É claro que tudo o que envolve o universo online precisa de muito cuidado, é por isso que os sistemas de compra e venda de criptomoedas contam com uma boa configuração de servidor para proteger os dados de seus usuários.

O fato é que a tecnologia tem mudado por completo o mundo em que vivemos, e os avanços na área da saúde, da educação e até mesmo na economia, com o surgimento das criptomoedas, é uma prova de que já não estamos mais no mundo que pensávamos.

A criptomoeda Ethereum traz um conceito ainda mais promissor e aprimorado para o mundo, pois além de ser uma das maiores criptomoedas existentes, promete mudar seu processo de produção, compra e venda, e é justamente sobre isso que veremos hoje.

Conheça a Ethereum e sua promessa para o futuro

A Ethereum é a segunda maior criptomoeda do mundo, ficando atrás apenas da Bitcoin, que talvez você já tenha visto o nome em algum lugar, visto que é bem famosa dentro do universo da economia.

Tanto a Bitcoin quanto a Ethereum e diversas outras criptomoedas possuem o devido suporte técnico informática para que os usuários consigam mover o seu dinheiro online com toda a segurança e otimização possível.

Ethereum é uma plataforma que permite a programação de aplicativos, contratos inteligentes e transações da criptomoeda chamada Ether. Isso tudo se baseia na tecnologia da blockchain, que surgiu junto com a Bitcoin.

A plataforma foi criada pelo programador canadense Vitalik Buterin no ano de 2013, mas nasceu de fato no mundo online no dia 30 de julho de 2015, com cerca de 11 milhões de Ethers disponibilizados.

Desde então a plataforma tem ganhado cada vez mais adoção entre pesquisadores, empreendedores e programadores que procuram por soluções reais utilizando o universo das criptomoedas e a tecnologia do Ethereum.

Os profissionais que cuidam da plataforma possuem um controle biometrico de acesso para que apenas pessoas permitidas possam ter acesso aos dados de compradores, empreendedores e marcas dentro do negócio, preservando as informações dos usuários.

Mesmo sendo uma ótima proposta para o mundo da economia, os criadores dessa criptomoeda entendem que o processo de validação realizado durante a compra e venda dela gera o gasto de muita energia e resíduos poluentes.

Isso porque, para que uma transação seja feita dentro desse universo, todos os dados precisam ser passados por um setor de validação, o que requer tempo e energia de pessoas e empenho de grandes máquinas e computadores.

Tudo isso acaba exigindo muita energia, tempo e poluentes que, ao final do processo, são descartados no ar, aumentando a poluição e consequentemente os resultados do aquecimento global.

Por isso a Ethereum é uma empresa que também se preocupa com a qualidade do meio ambiente e com a participação da marca na melhora dele e na produção de um bom cabeamento estruturado de fibra óptica para as transações seguras de seus clientes.

A ideia principal deles é realizar um processo que denominaram como “A Fusão”, que seria a separação dos processos de validação da criptomoeda, gerando menos trabalho para apenas um processo, diminuindo o gasto de energia para resolver tudo de uma só vez.

Sendo assim, cada parte ficaria responsável pela validação de uma informação e a passaria adiante para que outra pessoa ou máquina realizasse a sua etapa de validação, e quando todas forem finalizadas, a transação é feita.

Antes do processo da fusão, a validação era feita por uma máquina ou pessoa que precisava cuidar das etapas de validação, o que gastava muitas horas, energia e resíduos na atmosfera. Esse processo era conhecido como PoW, que significa Proof-of-Work.

A maioria dos grandes computadores responsáveis pelo processo de validação liberam grandes quantidades de carvão e poluentes químicos, o que aumenta os malefícios ao meio ambiente, por esse motivo a Ethereum resolveu romper com o meio de validação PoW.

Por isso as empresas estão se preocupando em tornar os seus processos mais sustentáveis e contar com bons detectores de tensão para estar atento a qualquer alteração na temperatura ou volume das máquinas.

A Ethereum rompeu com o PoW justamente por não concordar mais com o estilo de produção e trabalho, que gerava um alto custo de energia e poluentes que estavam nitidamente trazendo muitos males ao meio ambiente.

Sendo assim, podemos entender que o propósito dessa criptomoeda vai além de apenas trazer mais riqueza aos seus usuários, compradores e vendedores, mas também em criar um mundo melhor para se viver com qualidade de vida.

Entenda os efeitos e os benefícios dessa mudança

Agora que você entende bem sobre o conceito dessa criptomoeda, como ela funciona e como o novo conceito de produção promete mudar por completo a maneira de se trabalhar, chegou o momento de conferir as mudanças que essa transformação traz para o mundo.

Claro que, após isso, a empresa passa por sua devida consultoria tributária para manter todos seus impostos, contas e investimentos em dia, o que é recomendado para todo e qualquer tipo de negócio.

Mas o fato é que essa mudança traz inúmeros efeitos positivos e benefícios que farão toda a diferença na vida da empresa e dos usuários que estão dentro desse universo, sem contar, é claro, com os benefícios para o meio ambiente. Confira abaixo alguns deles:

Diminuição da energia

O primeiro deles, obviamente, é a diminuição do custo de energia, seja para as pessoas que trabalham nesses processos ou até mesmo a energia elétrica gasta em máquinas e computadores que realizam essa tarefa.

O novo processo de validação dessa criptomoeda promete fazer total diferença no que diz respeito à energia elétrica, energia de máquinas e também a energia humana, poupando cada vez mais.

Otimização de processos

O conceito auxilia na otimização de processos, fazendo com que cada um seja realizado de maneira mais rápida e eficiente, garantindo um resultado ainda melhor e sem a necessidade de que tudo seja feito de uma só vez.

Mas é claro que não podemos esquecer de que as empresas necessitam de ótimos serviços eletricos industriais para garantir que toda a parte elétrica de suas máquinas e computadores estejam devidamente seguras para o uso.

Melhora para o meio ambiente

E é claro que o nosso meio ambiente também sai ganhando com isso, pois possui menos poluentes químicos em seu ar, garantindo uma melhor qualidade de vida para todos os seres humanos e também para as gerações futuras.

Isso tudo prova que o universo da tecnologia, por mais que foque em diferentes áreas, também se preocupa em como o seu trabalho impacta o meio ambiente e procuram maneiras otimizadas e práticas para melhorar isso.

Considerações finais

Por mais tecnológico que possa ser o nosso futuro, o meio ambiente ainda será o espaço essencial para que tanto as máquinas quanto as pessoas possam viver com qualidade, por isso cuidar dele é fundamental para nossa vida e trabalho.

Dessa maneira, será possível usar a tecnologia para inovar não apenas na maneira de se fazer e ganhar dinheiro, mas também na forma como se cuida da natureza e se garante um ótimo lugar para viver em paz.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.