Principais exames para a saúde da mulher

A saúde da mulher é um tema muito importante e que merece atenção especial. 

As mulheres enfrentam diversos desafios e necessidades ao longo da vida, desde a infância até a terceira idade.

Passando pelas fases da puberdade, gravidez, menopausa e envelhecimento. 

Por isso, é fundamental que elas cuidem da sua saúde física, mental e emocional, buscando hábitos saudáveis, prevenção de doenças e tratamentos adequados quando necessário.

Neste artigo, vamos abordar alguns aspectos da saúde da mulher que devem ser considerados em cada etapa da vida.

Bem como os principais exames e doenças que afetam o público feminino e como preveni-las ou tratá-las. Acompanhe!

Saúde da mulher na infância e adolescência

A saúde da mulher começa a ser moldada desde a infância, quando os hábitos alimentares, de higiene e de atividade física são formados. 

Nessa fase, é importante que as meninas recebam uma alimentação equilibrada e variada, rica em nutrientes essenciais para o seu crescimento e desenvolvimento. 

Além disso, é fundamental praticar exercícios físicos regularmente, para fortalecer os músculos, os ossos e o sistema imunológico, além de prevenir o sobrepeso e a obesidade.

A infância também é o período em que elas devem receber as vacinas recomendadas pelo Ministério da Saúde, como:

  • tríplice viral (contra sarampo, caxumba e rubéola);
  • tetra viral (contra sarampo, caxumba, rubéola e varicela);
  • meningocócica C (contra meningite);
  • HPV (contra o papilomavírus humano);
  • hepatite B. 

Essas vacinas protegem as meninas contra doenças graves que podem comprometer a sua saúde na vida adulta.

A adolescência é uma fase de muitas mudanças físicas e emocionais, marcada pela chegada da puberdade e do início da vida sexual. 

Nessa etapa, é essencial que as adolescentes recebam orientação sobre os cuidados com a saúde reprodutiva.

Como o uso de métodos contraceptivos para prevenir gravidezes indesejadas e doenças sexualmente transmissíveis (DSTs).

Além da realização de exames ginecológicos periódicos para detectar alterações no útero, nos ovários e nas mamas.

E a importância do autoexame das mamas para identificar possíveis nódulos ou alterações.

A saúde mental também é um aspecto importante na adolescência, pois é uma fase de muita insegurança, ansiedade e estresse. 

As adolescentes devem procurar apoio psicológico se sentirem dificuldades para lidar com os seus sentimentos, problemas familiares, escolares ou sociais. 

Além disso, é importante evitar o consumo de álcool, tabaco e outras drogas, que podem prejudicar a saúde física e mental das jovens.

Saúde da mulher na idade adulta

A idade adulta é um período em que as mulheres assumem diversos papéis na sociedade, como profissionais, mães, esposas, filhas e amigas. 

Essa multiplicidade de funções pode gerar sobrecarga e estresse para as mulheres, afetando a sua saúde e bem-estar. 

Por isso, é importante que elas reservem um tempo para cuidar de si mesmas, buscando equilibrar as suas atividades com momentos de lazer, relaxamento e autocuidado.

A saúde reprodutiva continua sendo um tema relevante na idade adulta, especialmente para as mulheres que desejam engravidar ou evitar uma gravidez.

A alimentação equilibrada é outro fator importante para a saúde da mulher na idade adulta. 

Uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos integrais, proteínas magras e gorduras boas ajuda a prevenir o sobrepeso, a obesidade, o colesterol alto, a anemia e outras deficiências nutricionais. 

Além disso, uma boa alimentação contribui para a saúde da pele, do cabelo, das unhas e do sistema imunológico. 

É importante também evitar o consumo excessivo de açúcar, sal, gorduras saturadas, álcool e tabaco.

As atividades físicas são essenciais, pois ajudam a manter o peso ideal, a fortalecer os músculos e os ossos, a melhorar a circulação sanguínea, a prevenir o estresse e a depressão, a aumentar a autoestima e a qualidade de vida.

A saúde mental também é fundamental para a saúde da mulher na idade adulta. 

Muitas mulheres sofrem com ansiedade, depressão, síndrome do pânico, transtorno obsessivo-compulsivo e outros problemas psicológicos. 

Esses problemas podem afetar negativamente o bem-estar físico e emocional das mulheres, prejudicando suas relações pessoais e profissionais.

Por isso, é importante que as mulheres busquem ajuda psicológica quando necessário, e que tenham momentos de lazer, relaxamento e autocuidado.

5 exames principais para a saúde da mulher

Os exames preventivos são fundamentais para a saúde da mulher.

Pois permitem detectar precocemente doenças que podem comprometer a qualidade de vida e até mesmo a sobrevivência. 

Eles podem detectar precocemente doenças como o câncer de mama, o câncer de colo de útero, a osteoporose, o diabetes e as doenças cardiovasculares. 

Essas doenças são as principais causas de morte entre as mulheres na idade adulta, e podem ser evitadas ou tratadas com mais eficácia se diagnosticadas no início. 

Por isso, é recomendado que as mulheres façam mamografia a partir dos 40 anos, papanicolau a partir dos 25 anos, densitometria óssea a partir dos 50 anos.

Além de exames de sangue e pressão arterial periodicamente.

Alguns dos principais exames que toda mulher deve fazer regularmente são:

  • Papanicolau: é um exame que coleta células do colo do útero para verificar se há alterações que possam indicar infecções, inflamações ou câncer. Deve ser feito anualmente por todas as mulheres sexualmente ativas ou com mais de 25 anos.
  • Mamografia: é um exame que usa raios X para avaliar o tecido mamário e identificar possíveis nódulos, cistos ou lesões. Deve ser feito a partir dos 40 anos ou antes, se houver histórico familiar de câncer de mama ou fatores de risco.
  • Angiotomografia coronária: permite detectar e quantificar entupimentos nas artérias coronárias. Deve ser feita conforme orientação médica.
  • Ultrassom transvaginal: é um exame que usa ondas sonoras para gerar imagens do útero, dos ovários e das trompas. Pode detectar alterações como miomas, cistos, pólipos, endometriose ou gravidez ectópica. Deve ser feito pelo menos uma vez por ano ou conforme orientação médica.
  • Densitometria óssea: é um exame que mede a densidade mineral dos ossos e avalia o risco de osteoporose, uma doença que enfraquece os ossos e aumenta o risco de fraturas. Deve ser feito a partir dos 50 anos ou antes, se houver fatores de risco como menopausa precoce, baixo peso, uso de corticoides ou histórico familiar.
  • Colposcopia com biópsia: para descobrir se você pode ter alguma lesão pré-câncer de colo de útero. Deve ser feita conforme orientação médica.
  • Exames de sangue: são exames que avaliam diversos parâmetros do organismo, como glicemia, colesterol, triglicérides, hemograma, hormônios, entre outros. Podem indicar alterações metabólicas, inflamatórias, infecciosas ou hormonais. Devem ser feitos pelo menos uma vez por ano ou conforme orientação médica.

Esses são alguns dos principais exames para a saúde da mulher, mas existem outros que podem ser solicitados de acordo com a idade, o histórico pessoal e familiar e os sintomas apresentados.

Algumas vitaminas e compostos podem auxiliar na saúde das mulheres, como o ômega 3 e Calcitran.

A saúde da mulher na idade adulta é um assunto sério e que deve ser priorizado. Cuidar da saúde é um ato de amor próprio e de respeito ao próprio corpo.

As mulheres devem se informar sobre os cuidados necessários para cada fase da vida, e procurar profissionais qualificados para orientá-las. 

Assim, elas poderão viver com mais saúde, felicidade e plenitude.