Quem de nós nunca se viu diante de uma tela que não conclui o carregamento por longos minutos em um dia chuvoso, ou até mesmo um dia nublado? Para quem depende de uma internet rápida para o trabalho ou até mesmo para assistir um filme, uma internet lenta pode ser motivo de grande irritação e perda de tempo. Neste artigo explicaremos porque e como os fatores climáticos interferem na velocidade da internet.

O que é a conexão Wireless?

Muitas pessoas pensam que a velocidade da internet é a mesma que a velocidade da conexão Wireless, mas elas são coisas bem diferentes. A velocidade da internet é a quantidade de GB escolhido por você no momento da contratação do serviço de internet, e ela está relacionada diretamente à velocidade máxima que seu provedor é capaz de atingir.

Já a velocidade de conexão Wireless está ligada à velocidade da conexão sem fio entre dois dispositivos ou mais. É nela que acontece a transmissão de dados através de ondas de rádio ou infravermelho, mas não está necessariamente ligada à internet em si. Um exemplo de conexão Wireless é o Wi-Fi, que é a abreviação de Wireless Fidelity, ou seja, fidelidade sem fios e muitas vezes os termos Wireless e Wi-Fi são usados como sinônimos.

A era da Internet discada e sua complicada utilização

Falar sobre Wireless e Wi-Fi hoje em dia é algo comum, mas nem sempre foi assim. Os nascidos nas décadas de 80 e 90 hoje podem agradecer e muito pelos serviços de utilização de internet, pois antigamente acessar um site era uma tarefa demorada e bastante complicada. Você já deve ter ouvido falar na internet discada. O seu uso era muito restrito, pois se tratava de um serviço de alto custo, com velocidade lenta e acesso dificultado. A conexão acontecia através de uma linha telefônica, então era necessário ter uma disponível em casa.

Ao usar a internet a linha permanecia ocupada, e a conexão sofria várias interferências como as frequências de rádio. Acessar um site levava alguns minutos de espera e exigia muita paciência. Com a chegada da internet banda larga muita coisa mudou: tivemos acesso a uma conexão até 1830 vezes mais rápida, com um grande tráfego de dados e que se utiliza de uma linha exclusiva para o acesso à internet, sem depender da linha telefônica.

Fatores climáticos interferem na velocidade da internet realmente?

Mas mesmo com tantos avanços no uso da internet, ainda estamos sujeitos a interferências climáticas as quais não temos o poder de controlar. A chuva pode, sim, interferir na qualidade da sua internet, e nós explicaremos o porquê.

Existem alguns motivos principais pelos quais a internet pode sofrer interferências climáticas. Um deles é a qualidade dos equipamentos e a forma como foram instalados. Se os equipamentos instalados para o funcionamento da internet são de procedência não confiável, ou se houve alguma falha técnica por parte do prestador de serviço da empresa contratada, é provável que raios, ventos fortes e chuva intensa possam, sim, interferir na velocidade de sua internet.

Há ainda alguns tipos de internet que estão mais vulneráveis à queda de velocidade em dias chuvosos, por isso é importante estar atento no momento de escolher qual será a empresa escolhida para o fornecimento da sua internet banda larga.

Como os diferentes tipos de internet são afetados pelos fatores climáticos

Cada tipo de internet contratada é afetada de diferentes formas pelos fatores climáticos, e estar ciente disso pode evitar que você tenha problemas de conexão em dias de clima instável. Para isso, pesquise sobre qual é o melhor serviço oferecido no mercado e contrate o que apresentar menos instabilidade possível de forma a não ser afetado negativamente. Conheça alguns dos tipos de internet e de que forma eles se comportam com a mudança no clima.

Internet via rádio

A internet via rádio é um exemplo de internet que pode sofrer graves variações em sua velocidade em dias de chuva. Isso porque a concentração das nuvens aumenta o nível de interferências eletromagnéticas, o que interfere diretamente na propagação das ondas de rádio e, consequentemente, reduz a velocidade da conexão, e em casos de chuva extrema, pode interrompê-la completamente.

Internet via satélite

Os fatores climáticos interferem na velocidade da internet via satélite de forma semelhante ao da internet via rádio, mas neste caso o sinal da internet que fornece uma conexão rápida enfrenta dificuldades de transitar entre a central do provedor e o satélite, ou do satélite para a fonte da conexão presente nas casas, isso porque as nuvens presentes no céu, mesmo sem a presença da chuva, bloqueiam o sinal. Este bloqueio pode fazer com que a internet fique indisponível até que haja uma melhora no clima. Podemos afirmar que a internet via satélite só cumpre sua função de forma satisfatória e acelerada em dias de céu aberto.

Internet via fibra ótica

Esta é uma ótima opção para quem não quer ter problemas de conexão causados por fatores climáticos. Os cabos de conexão não sofrem interferências eletromagnéticas, pois utilizam pulsos de luz para o tráfego de dados, e podem transitar livremente mesmo em dias tempestuosos. Além disso, os cabos utilizados para a instalação da internet via fibra ótica são mais robustos e mais resistentes a danos.

Agora que você já sabe que fatores climáticos interferem na velocidade da internet, ter um provedor de alta qualidade poderá te ajudar a ter uma conexão rápida em grande parte do tempo. Escolha a que melhor se adequa a suas expectativas na hora de contratar o serviço e evite problemas relacionados ao clima.

Gostou dessas dicas? Se sim, compartilhe com seus familiares e amigos, e também em suas redes sociais. Receba conteúdo gratuito, diariamente, e siga-nos no Google News.