A companhia de fertilizantes Mosaic, dos Estados Unidos, teve lucro líquido de US$ 841,70 milhões, ou US$ 2,42 por ação, no terceiro trimestre de 2022. O resultado representa avanço de 126% em comparação com igual período de 2021, quando a empresa havia registrado lucro líquido de US$ 371,90 milhões, ou US$ 0,97 por ação. O lucro por ação ajustado no terceiro trimestre de 2022 ficou em US$ 3,22 – analistas consultados pela FactSet esperavam US$ 3,36/ação.

As vendas líquidas da Mosaic no trimestre mais recente subiram de US$ 3,42 bilhões em 2021 para US$ 5,35 bilhões em 2022. Analistas consultados pela FactSet esperavam vendas de US$ 5,82 bilhões. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado fechou o trimestre mais recente em US$ 1,686 bilhão, ante US$ 969 milhões um ano antes. “A Mosaic registrou vendas recordes nos primeiros nove meses de 2022 e esperamos fundamentos favoráveis à medida que concluímos o ano e aguardamos ansiosamente por 2023”, disse, em comunicado, o CEO da Mosaic, Joc O’Rourke.

A operação brasileira, Mosaic Fertilizantes, registrou Ebitda ajustado de US$ 343 milhões, ante US$ 317 milhões no terceiro trimestre de 2021. As vendas líquidas no segmento foram de US$ 2,6 bilhões, acima dos US$ 1,8 bilhão do mesmo período do ano anterior, devido aos preços mais altos na comparação anual, parcialmente compensados por volumes menores, disse a empresa.

As vendas no segmento de potássio totalizaram US$ 1,4 bilhão, acima dos US$ 589 milhões de um ano atrás e, no segmento de fosfato, as vendas líquidas subiram para US$ 1,6 bilhão, ante US$ 1,3 bilhão no mesmo período do ano anterior, devido a preços e volumes mais altos, disse a Mosaic.