Por Leticia Pakulski

São Paulo, 10/11/2022 – O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) elevou nesta quarta-feira (9) suas estimativas de rendimento e produção para a soja e o milho no país na temporada 2022/23. Em seu relatório mensal de oferta e demanda, divulgado nesta quarta-feira, a agência estimou a produção de soja em 4,346 bilhões de bushels (118,29 milhões de toneladas), ante 4,313 bilhões de bushels (117,39 milhões de toneladas) no mês passado. Analistas consultados pelo Wall Street Journal esperavam uma elevação menor, para 4,324 bilhões de bushels (117,69 milhões de toneladas) A produtividade nos EUA foi aumentada de 49,8 bushels por acre (3,35 toneladas por hectare) para 50,2 bushels por acre (3,38 toneladas por hectare). Analistas previam 49,9 bushels por acre (3,36 toneladas por hectare).

Para o milho, o USDA aumentou a projeção de colheita de 13,895 bilhões de bushels (352,93 milhões de toneladas) para 13,930 bilhões de bushels (353,82 milhões de toneladas). A expectativa do mercado era de redução para 13,893 bilhões de bushels (352,88 milhões de toneladas). A produtividade foi aumentada de 171,9 bushels por acre (10,79 toneladas por hectare) para 172,3 bushels por acre (10,82 toneladas por hectare). O mercado esperava manutenção.

As reservas de soja nos EUA ao fim da temporada 2022/23 subiram de 200 milhões de bushels (5,44 milhões de toneladas) para 220 milhões de bushels (5,99 milhões de toneladas). Analistas previam 215 milhões de bushels (5,85 milhões de toneladas).

O USDA estimou as reservas domésticas de milho em 1,182 bilhão de bushels (30,22 milhões de toneladas), em comparação a 1,172 bilhão de bushels (29,77 milhões de toneladas) no mês passado. O mercado previa 1,212 bilhão de bushels (30,78 milhões de toneladas).

Quanto ao trigo, a estimativa do USDA foi reduzida de 576 milhões de bushels (15,68 milhões de toneladas) para 571 milhões de bushels (15,54 milhões de toneladas). A expectativa de analistas era de aumento para 577 milhões de bushels (15,70 milhões de toneladas).

Estoques mundiais

O USDA elevou a sua projeção para estoques mundiais de soja ao fim de 2022/23, de 100,52 milhões para 102,17 milhões de toneladas, enquanto os analistas previam 100,9 milhões. Para o milho, a estimativa caiu de 301,19 milhões para 300,76 milhões de toneladas. O mercado esperava 300,6 milhões de toneladas. As reservas globais de trigo passaram de 267,54 milhões para 267,82 milhões de toneladas, enquanto os analistas projetavam 266,7 milhões de toneladas.

Quanto à safra 2021/22, o USDA aumentou os estoques globais de soja de 92,38 milhões para 94,67 milhões de toneladas. Para o milho, o USDA elevou os estoques de 307,01 milhões para 307,68 milhões de toneladas. Em relação ao trigo, o USDA aumentou as reservas globais de 276,01 milhões para 276,31 milhões de toneladas. (Com informações da Dow Jones Newswires)