Jardim Japonês em Buenos Aires
Jardim Japonês em Buenos Aires / foto: divulgação

Buenos Aires, capital da Argentina, é muitas vezes o primeiro destino internacional dos brasileiros. E há motivos! Com passagens em mãos, é possível conhecer uma cidade cercada de verde, mesmo em meio à selva de pedra, típica das metrópoles.

O Jardim Japonês de Buenos Aires é um exemplo disso. Lugar perfeito para desfrutar da natureza e conhecer a cultura milenar do Japão. Saiba mais!

A história

O Jardim Japonês de Buenos Aires, local de extrema tranquilidade e beleza, foi inaugurado em maio de 1967. Neste ano, o então príncipe-herdeiro do Japão, — hoje imperador Akihito, visitava a capital portenha.

O projeto arquitetônico foi desenhado pelo paisagista Yasuo Inomata. Inomata abriu mão dos típicos elementos dos jardins japoneses, mas recriou em Palermo um pedaço daquele país. A combinação de lagos, pontes, pedras, portões, caminhos e areia, além da vasta quantidade de plantas, formam um ambiente calmo, de visual maravilhoso. Compre uma passagem aérea Buenos Aires e se encante com o espaço!

Atualmente, o jardim abriga um restaurante, uma casa de chá, uma lojinha de artesanatos e presentinhos japoneses, um viveiro de plantas e até um espaço para eventos. É administrado pela Fundación Cultural Argentino Japonesa, não recebendo nenhuma subvenção dos governos do Japão ou da Argentina. O local se mantém com a receita gerada pelas atividades desenvolvidas por lá.

Restaurante, lojas e Viveiro Kadan

O restaurante do Jardim Japonês é incrível e o sushi é preparado diante do público. O horário de funcionamento é das 10h às 18h, de quarta a segunda, e depois volta a abrir das 19h30 às 00h. Em sextas-feiras e fins de semana, é necessário fazer reserva pelo e-mail de contato restaurant@jardinjapones.org.ar.

Já nas lojinhas, o visitante encontra uma variedade enorme de artesanatos e souvenirs, referentes à cultura japonesa. O viveiro, por sua vez, possibilita comprar bonsais, orquí­deas, azaléias e até mesmo peixes koi (espécie de carpa). Bem como alimento balanceado para dar às próprias carpas do local. Funciona de segunda a domingo.

Pela internet, dá para achar preços de hotel bem atrativos na capital do Tango e curtir todas as atrações com tranquilidade!

Casa de chá

Trata-se de um espaço desenvolvido para a realização da tradicional cerimônia do chá. O interior foi confeccionado artesanalmente e apresenta elementos tradicionais importados diretamente do Japão. Em certos casos, são itens com mais de 100 anos.

Quem visita o Jardim Japonês de Buenos Aires, um dos melhores destinos da cidade, pode participar da cerimônia. Ela é considerada um “resumo” dos elementos fundamentais da cultura japonesa, pois engloba o respeito pela natureza, o silêncio e a exaltação da humildade.

Visitas guiadas

O Jardim Japonês de Buenos Aires oferece o serviço de visita guiada. Os colaboradores trazem informações acerca da história e cultura japonesa durante o percurso.

Bastante interessante, não é mesmo? Com pacotes turísticos, você pode viajar barato e curtir esta maravilha!