Jogos de tabuleiros ajudam no ensino de educação financeira a jovens na B3

São Paulo, 18 de março de 2024 – A bolsa de valores do Brasil promove o ensino de educação financeira a cerca de 350 crianças e adolescentes de escolas públicas durante os dias 18 e 24 de março.

O início do evento ocorrerá com o toque de campainha de abertura de mercado, às 10h. O lounge principal da bolsa, onde ocorriam os pregões, será transformado em uma luderia com monitores especializados que vão auxiliar os jovens a brincarem nos jogos de tabuleiros que serão instalados no local.

“A educação financeira é fundamental para a prosperidade das pessoas e da economia de um país. Ao promover a educação financeira para crianças e jovens, queremos que elas cresçam conscientes da importância de poupar e investir, e que possam seguir na busca de mais conhecimentos para que se tornem adultos com autonomia financeira, ou seja, capazes de tomar decisões sobre o próprio dinheiro”, diz Christianne Bariquelli, superintendente Educacional da B3.

Estudantes universitários terão palestras e poderão participar de jogos nos próprios centros de ensino. A estimativa é de que dois mil alunos do nível superior sejam alcançados.

De acordo com o último estudo do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA), dos 20 países avaliados, o Brasil foi o 17º colocado na pontuação geral. A principal fonte de informações dos jovens brasileiros sobre dinheiro é em casa, com os pais e outros responsáveis.

Outra frente de atuação da B3 na Global Money Week é o mutirão para adultos, com o objetivo de auxiliar, por exemplo, em como limpar o nome e organizar as contas do mês. Educadores financeiros devem atender cerca de 200 pessoas ao longo da semana.

Esta semana de atividades da B3 faz parte da Global Money Week, criada pela OCDE e realizada em 176 países. Ao longo de 12 edições, a campanha atingiu mais de 100 milhões de crianças e adolescentes em todo o mundo.

“Além de iniciativas como promover a Global Money Week, temos mais de 100 cursos on-line no site da B3 Educação, o aplicativo HUB3 que oferece conteúdos educacionais e um simulador de investimentos, e patrocinamos o MUB3 – Museu da bolsa do Brasil, que promove visitas guiadas gratuitas estudantes e público em geral”, conclui Christianne Bariquelli.