Conversion

Logística de entrega: o uso da tecnologia na estruturação dos processos

Logística de entrega: o uso da tecnologia na estruturação dos processos

A transformação digital chegou para todos os setores da economia e da produção. A exigência de lidar com um volume cada vez maior de informações escancarou a necessidade de aprimorar os recursos tecnológicos, com a finalidade de melhor trabalhar os dados recebidos das mais diversas fontes do processo produtivo. Uma das áreas que mais benefícios retirou do uso da tecnologia foi certamente a logística.

Responsável por tratar com grande volume de informações de entrada, estocagem e saída de materiais, a boa prática na logística precisa de sistemas que entreguem precisão e rapidez na troca de informações. Como resultado, essas boas práticas entregam credibilidade, economia e aumento de desempenho na realização das funções inerentes aos processos logísticos.

Em tempos de vendas virtuais, a logística de entrega deve receber uma atenção toda especial no que concerne ao uso de tecnologia. Um grande divisor de águas foi o uso de sistemas integrados. Os softwares desse tipo permitem que processos sejam centralizados em um mesmo lugar. Na prática, um item comprado em um site, por exemplo, acenderia o alerta para separação no estoque físico, ao mesmo tempo que é baixado no sistema e é gerada sua nota fiscal, tudo isso ao alcance de um clique. Neste caso, são os softwares de ERP, ou Enterprise Resource Planning, que realizam essa função.

A implantação da tecnologia na logística de entrega não se limita a ficar somente dentro das paredes da empresa. A utilização de tecnologia no acompanhamento da entrega das mercadorias não é só possível de ser feita em tempo real, como é algo extremamente desejável. Acompanhar as cargas permite que soluções para eventuais problemas enfrentados no trajeto possam ser solucionados mais rapidamente. 

Além disso, a coleta de dados obtidos a cada viagem permite que as próximas entregas possam ser melhor estudadas em termos de se obter as melhores rotas, ou seja, aquelas que são mais rápidas e econômicas. Os softwares do tipo Transportation Management System (TMS) fazem esse tipo de levantamento, além de colaborar na automatização de diversos processos que envolvam a entrega, diminuindo o uso de algumas etapas manuais que acabam causando atrasos.

Esses tipos de práticas estão cada vez mais indo ao encontro do que se convencionou chamar de full commerce, que diz respeito à integração de várias etapas do processo de vendas e logístico, sejam elas marketing, vendas, estocagem e expedição, passando por contrato com fornecedores e cliente final, feito por uma operadora externa à empresa. Esse tipo de parceria é especialmente benéfico para empresas que não possuem o know-how ou o investimento necessário para implantar elas próprias uma melhor tecnologia de entrega.

Com um mundo cada vez mais digital, é impossível não buscar soluções na tecnologia. Seja por meio do uso dos softwares, da praticidade dos mobiles, da aplicação da Internet das Coisas aos modelos logísticos, somente a tecnologia é capaz de estruturar melhor os processos complexos, de forma a obter os melhores resultados e nunca mais deixar escapar prazos, como o da data de expedição.

Sobre o autor Conversion | Website

Para falar conosco basta enviar um e-mail para redacaomeioambienterio@gmail.com ou através do nosso whatsapp 021 989 39 9273.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.