moda

Muito se ouve falar sobre moda sustentável nos dias de hoje, e esse assunto é muito importante, porque a indústria da moda é uma das principais responsáveis pela degradação do meio ambiente.

moda

O Brasil é um país que tem o costume de doar roupas que não são mais usadas pelas pessoas, mas embora esse comportamento seja frequente por aqui, em outros países, como nos Estados Unidos, não é bem assim.

Muitos por lá têm o hábito de simplesmente jogar a roupa fora. Além disso, o consumismo da moda, presente no mundo todo, aumenta a demanda pela produção de peças, e isso também prejudica o meio ambiente.

Quanto maior a demanda, mais as empresas precisam produzir, e para produzir, precisam retirar insumos da natureza. Juntando a quantidade de peças descartadas e o aumento da demanda, as agressões ao meio ambiente são cada vez maiores.

A boa notícia é que existe uma movimentação que defende a sustentabilidade no consumo de roupas, e é exatamente sobre isso que se fala aqui.

Neste artigo, será possível entender o que é a moda sustentável, compreender a sua importância ao meio ambiente e, além disso, o que significa ter um guarda-roupa inteligente.

O que é moda sustentável?

Moda sustentável diz respeito a processos de produção de roupas que geram menos ou nenhum impacto no meio ambiente. Ela surgiu a partir da necessidade de repensar a conduta das pessoas em relação ao consumo de roupas.

Desde a produção de tecidos até o consumo desenfreado e descarte de peças, muitos recursos naturais não renováveis são extraídos da natureza, o que colabora com a poluição e degradação do meio ambiente.

Empresas de vários setores, como um fabricante de etiqueta tag para roupas, investem em maneiras de conscientizar as pessoas, e o objetivo é proteger os recursos naturais para que as próximas gerações possam ter acesso a eles.

A moda reúne costumes e valores de uma sociedade, representados pela maneira de se vestir. Aquilo que é considerado belo é influenciado por vários fatores, e eles geram tendências que podem mudar ao longo do tempo.

Mas o consumo acelerado tem prejudicado o meio ambiente, principalmente por conta da degradação do planeta e o consumo exacerbado de matéria-prima não renovável.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Environmental Protection Agency, a indústria têxtil está entre as que mais consomem recursos naturais e poluem o ecossistema.

Ela também colabora com a desigualdade sociocultural, visto que se utiliza de empregos sazonais e informais para manter a produção com baixos custos.

Tendo isso em vista, pode parecer que moda e preservação ambiental são coisas que não combinam. Mas existem peças que conseguem atravessar o tempo e podem ser aproveitadas, independentemente do conceito atual.

Da mesma forma como a construção civil, que utiliza recursos como divisória corporativa e que permite expressar a personalidade e a individualidade, a moda também permite.

Mas as pessoas precisam ter consciência de que, quando estão comprando de uma marca, não estão valorizando apenas a beleza da peça, mas também legitimando o processo produtivo envolvido.

Muitas empresas já foram denunciadas por utilizar trabalho escravo ou infantil na confecção, além daquelas que descartam resíduos químicos de maneira incorreta no meio ambiente.

Comprar as peças fabricadas por elas alimenta esse tipo de prática, por isso é necessário ter cuidado na hora de escolher e começar a consumir a moda de maneira mais consciente.

Importância da moda sustentável

A moda sustentável é importante por diversas razões. Em primeiro lugar, é impossível fechar os olhos para o fato de que já existem 7 bilhões de pessoas no mundo, e se cada um fizer sua parte, é possível preservar o planeta.

Não é necessário fazer grandes esforços, mas apenas ter atenção com as compras e os hábitos de consumo, algo que faz toda a diferença.

Na hora de comprar, por exemplo, camisa para empresa personalizada, a organização precisa priorizar confecções conscientes e adquirir apenas a quantidade necessária.

Esse comportamento é uma forma de incentivar outros fabricantes a adotarem boas práticas, pois quando o consumidor prefere um produto eco fashion ou apoia esse movimento, ele oferece um suporte muito importante.

É fundamental se preocupar com o futuro das próximas gerações, pois elas também precisam ter qualidade de vida, e a melhor forma de garantir isso é pensar no planeta e nos recursos naturais que ele oferece.

Ao adotar a moda sustentável, geramos impactos positivos e concretos no futuro do meio ambiente. Ter essa preocupação é a única forma de proteger o planeta e garantir que ele seja adequado para o futuro das crianças de hoje.

O que é guarda-roupa inteligente

Uma das maneiras de adotar a moda sustentável é por meio do guarda-roupa inteligente. Assim como uma confecção de uniforme feminino social moderno pode adotar processos sustentáveis, os consumidores podem mudar seus hábitos.

O guarda-roupa sustentável, também conhecido como armário cápsula, é um conceito que surgiu na década de 1970 pela estilista Susie Faux.

A ideia por trás é montar um guarda-roupa feito apenas com itens essenciais, atemporais e que combinem bem entre si. Durante muito tempo, as pessoas não aderiram à ideia por conta do sucesso de lojas fast-fashion.

Mas a moda sustentável está em alta e abriu novamente a discussão em torno do armário cápsula, e cada vez mais pessoas estão se adaptando a ele, principalmente as mulheres.

Ele se baseia em algumas diretrizes, como se desapegar daquilo que não serve mais ou que não combina com o estilo de vida para doar ou vender em bazar.

É muito importante que as roupas preferidas estejam de acordo com o estilo de vida e a estação do ano, e a cada nova estação, é necessário reorganizar o guarda-roupa.

Por fim, as peças devem ser tratadas como produtos e serviços que só são comprados quando é necessário, como no caso de um laudo nr 20.

Em outras palavras, deve-se comprar com menos frequência e procurar por peças bem feitas, de qualidade e que possam durar mais tempo. Ao fazer isso, você terá acesso a uma série de benefícios como:

  • Menor produção de lixo;
  • Queda de consumismo;
  • Mais economia;
  • Facilidade para se vestir;
  • Guarda-roupa sempre arrumado;
  • Combinações criativas.

Adotar um estilo de vida minimalista leva tempo, mas existem algumas maneiras que vão ajudar a adotar o guarda-roupa inteligente.

Como montar um guarda-roupa inteligente?

Para montar um guarda-roupa sustentável, basta seguir algumas dicas simples, e dentre elas estão:

Desapegar-se

A primeira coisa que você precisa fazer é se desapegar daquilo que não usa mais, pois as pessoas têm o hábito de guardar peças acreditando que vão usar novamente um dia, mas esse dia nunca chega.

A economia do armário cápsula permite investir em coisas mais importantes, como procurar uma sala comercial para alugar e ter mais conforto no dia a dia de trabalho.

Quando for analisar as peças, pense em qual foi a última vez que usou, se ela ainda serve, se está em boas condições de uso e quais combinações pode fazer com ela.

Conhecer o próprio estilo

É muito importante conhecer o próprio estilo e a partir disso montar um guarda-roupa com peças que sejam realmente úteis e funcionais.

É uma maneira de direcionar melhor o interesse e ter no armário apenas aquilo que combina com seu estilo e que realmente será usado.

Investir em peças chave

Assim como é importante procurar uma empresa de conserto de notebook samsung em vez de comprar outro, também é importante pensar em peças que podem ser usadas com várias combinações.

Peças básicas costumam ser bem coordenadas com complementares e fazem muito sucesso, respeitando o próprio estilo de quem as usa.

Garantir mais visualização

Não é porque o armário está lotado de roupas que a pessoa sempre terá boas opções na hora de sair, muito pelo contrário, o excesso prejudica, porque atrapalha a visão daquilo que está disponível.

Assim como uma empresa de transporte interno de resíduos segue alguns padrões e métodos para realizar seu trabalho, arrumação do guarda-roupa também precisa seguir.

Procure organizá-lo de maneira que seja possível ver tudo o que tem dentro dele, pois assim fica mais fácil encontrar as peças que precisa na hora de sair de casa.

Comprar produtos duráveis

Por fim, quando for comprar suas roupas, prefira peças de boa qualidade, versáteis e com boa durabilidade. Vale muito mais a pena comprar alguma coisa mais cara, mas que será usada por mais tempo, do que algo barato e que logo será descartado.

Considerações finais

Ter consciência ambiental também é importante na hora de se vestir, e uma prova disso é o conceito de moda sustentável.

Neste artigo, pode-se entender um pouco mais do assunto e, também, entender de que maneira se pode criar um guarda-roupa inteligente, que respeita todo e qualquer estilo e de sobra preserva o meio ambiente.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.