MPRJ participa de demolição de prédio comercial
Foto: MPRJ participa de demolição de prédio comercial

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da Força-Tarefa do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado para enfrentamento à ocupação irregular do solo urbano (GAECO/FT-OIS), com auxílio da Coordenadoria de Segurança e Inteligência (CSI/MPRJ), participa, na manhã desta sexta-feira (10/12), de operação integrada para demolir um prédio comercial que estava sendo construído pela milícia de Rio das Pedras em área pública. O prédio já se encontrava no segundo pavimento e as lojas seriam alugadas pela organização criminosa para comerciantes locais.

A construção irregular estava situada na Estrada do Itanhangá, 625, Zona Oeste do Rio. Além do MPRJ participam da operação a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), o Comando de Policiamento Ambiental da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (CPAm), a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (Seconserva) e a Guarda Municipal do Rio (GM-Rio).

A força-tarefa para enfrentamento à ocupação irregular do solo urbano foi criada em 19 de outubro, por ato do procurador geral de Justiça, para auxiliar promotores de Justiça no combate à ocupação irregular do solo no Município do Rio de Janeiro e aos ilícitos relacionados nas áreas criminal, meio ambiente, entre outras, em especial, nas áreas de planejamento que abrangem bairros das zonas oeste e norte da cidade.

No dia 26/11, a força-tarefa demoliu outro prédio da milícia de Rio das Pedras que também estava sendo construído em área irregular. No dia 11/11, apreendeu quatro retroescavadeiras hidráulicas que estavam sendo usadas por milicianos para construção irregular em Santa Cruz.

A FT também participou, no dia 05/11 de demolição em unidade de conservação de Campo Grande. No dia 28/10, participou da demolição da casa do braço direito de Adriano da Nóbrega, o miliciano Luis Carlos Felipe Martins, conhecido como Orelha. O imóvel fica no Parque Natural Municipal de Grumari, na Zona Oeste, Unidade de Conservação de Proteção Integral.

No dia 22/10, a FT esteve presente na demolição de dois condomínios também no Parque Estadual da Pedra Branca, em Senador Camará. Os condomínios teriam sido construídos por organização criminosa com atuação na região.

Por MPRJ

Gostou dessas dicas? Se sim, compartilhe com seus familiares e amigos, e também em suas redes sociais. Receba conteúdo gratuito, diariamente, e siga-nos no Google News.