Mudar de emprego e área de profissão têm se tornado cada vez mais comum no Brasil nos últimos anos, uma vez que o mercado de trabalho e a economia passaram por grandes turbulências. É o que descobriu a EBAC, instituição de ensino inovadora e que oferece mais de 140 cursos online com foco em educação continuada e desenvolvimento de competências profissionais, em uma pesquisa com 932 respondentes realizada no último mês. 

Conforme o estudo, 52% dos brasileiros já trocaram de carreira ao menos uma vez, sendo que 19% fizeram isso pelo menos em duas circunstâncias. A porcentagem é ainda mais alta entre pessoas maiores de 55 anos (67%) que disseram já ter buscado nova inserção no mercado pelo menos em um momento, seguidas do público entre 35 e 54 anos (61%). Já as mulheres são as que mais mudaram de carreira (55%), enquanto os homens ficam um pouco abaixo da média nacional (48,5%).

O levantamento da EBAC ainda analisou quais áreas são as mais procuradas por quem estuda online com o intuito de seguir uma nova carreira e descobriu que Design é o campo preferido desses alunos (47%), seguido de Programação & Data (31%) e Marketing (15%). Ao todo, 58% mulheres fazem Design (contra 32% de homens) e 47% deles cursam Programação & Data, enquanto o público feminino é formado por 19,5% nesta vertical, mostrando uma preferência por esses setores de cada um desses grupos.

Para Tatiana Zanini, diretora de marketing da EBAC, os resultados demonstram que os brasileiros estão buscando cada vez mais reinserção profissional, especialmente após a pandemia. “Observamos o aumento dessa tendência nos últimos anos e ela deve seguir forte em 2023. Hoje, as pessoas desejam cada vez mais empregos e carreiras flexíveis e que tragam um sentimento maior de realização”, afirma.

Cursos online são fundamentais para quem busca recolocação no mercado de trabalho

De acordo com a pesquisa da EBAC, fazer um curso de aperfeiçoamento é o primeiro passo para dar um upgrade na carreira, sendo que mais da metade dos respondentes (52%) disse que procura por aulas na Internet para se qualificar e conseguir uma nova vaga. Entre os principais motivos estão conseguir uma promoção ou ganhar um salário maior (46,5%), melhorar habilidades técnicas (45%), trocar de emprego (19%) e voltar ao mercado de trabalho (12,5%).

Além disso, os dados indicam que após a realização de cursos online, os estudantes se sentem mais preparados para enfrentar um novo desafio nas suas carreiras. Segundo o levantamento da EBAC, 63,5% afirmam que estarão prontos para um novo emprego ou para uma promoção depois de aprimorarem as suas competências.

“É sempre importante nos qualificarmos profissionalmente e agora isso é ainda mais válido, seja no aprimoramento de soft ou hard skills. É necessário ressaltar que isso não vale só para quem deseja entrar no mercado de trabalho, mas para todos aqueles que desejam continuar atualizados na sua área e conquistar aumentos de salário ou mesmo promoções”, finaliza Tatiana.