A busca por opções de bebidas sem álcool, conhecidas como drinks virgens e mocktails, tem crescido significativamente nos bares do Rio de Janeiro. Essas bebidas, que imitam a aparência e o sabor dos drinks alcoólicos, conquistaram um público diversificado, desde os que preferem evitar o álcool por questões de saúde até aqueles que buscam alternativas saborosas para um consumo consciente.

A tendência de bebidas não alcoólicas reflete uma mudança no comportamento dos consumidores cariocas, que estão cada vez mais preocupados com o bem-estar e a saúde. Bares e restaurantes da cidade têm respondido a essa demanda ampliando suas cartas de drinks para incluir opções que combinam frutas, ervas, especiarias e ingredientes gourmet, oferecendo experiências sensoriais sofisticadas e atraentes.

Entre as diversas tendências e preferências do consumidor que impulsionam a popularidade dos mocktails e drinks virgens, está a redução do consumo excessivo de álcool, especialmente entre jovens. Uma pesquisa recente feita pela IWSR nos Estados Unidos, em abril de 2023, mostrou que 37% dos adultos entrevistados não haviam consumido álcool nos seis meses anteriores, e 54% entre os jovens, evidenciando uma mudança nos hábitos de consumo.

Diferença entre Drink Virgem e Mocktail

Segundo Rodrigo Loureiro, bartender do restaurante Nosso, em Ipanema, os drinks virgens são versões de originais sem álcool, enquanto os mocktails – em tradução livre para o português, coquetéis simulados – são criações que não fazem referência aos clássicos. “A versão Moscow Mule, por exemplo, seria um drink virgem, porque a receita segue como o original, só que sem álcool”, explica o profissional.

Ambas as versões são preparadas com a mesma atenção aos detalhes e técnicas dos drinks alcoólicos. Utilizam ingredientes frescos e de alta qualidade, como sucos naturais, xaropes artesanais e infusões de ervas. Entre os mais populares estão versões sem álcool de clássicos como mojito, piña colada e gin tônica, adaptados para oferecer a mesma complexidade de sabores.

Uma das principais iniciativas para promover essa cultura da bebida sem álcool é o Mocktail Movement, lançado no Brasil pela MONIN, líder global na fabricação de xaropes, purês de frutas e produtos inovadores para bebidas. Segundo Rafael Pizanti, Gerente de Inovação em bebidas e Mixologista da’ Monin Brasil, o Mocktail Movement é uma oportunidade de mostrar que a mixologia sem álcool pode ser tão sofisticada e prazerosa quanto a tradicional. “A palavra mocktail vem da junção dos termos em inglês mock (imitação) e cocktail (coquetel). Refere-se à simulação de um coquetel com álcool. Exige técnica para o preparo, equilíbrio nas combinações, aroma, sabor e textura. É a experiência perfeita de um drinque”, explica ele.

Juliana Fera, Gerente de Marketing e Branding da Monin Brasil, complementa: “Acreditamos muito no potencial desse mercado. E percebemos que ainda são poucos os estabelecimentos que disponibilizam uma carta criativa de drinques sem álcool. O público só cresce para esse tipo de consumo. Um dos movimentos atuais é o sober curious, formado por pessoas que escolhem não ingerir ou reduzir gradativamente o consumo de bebidas alcoólicas”.

A procura por drinks virgens e mocktails também é impulsionada por eventos e festas onde a presença de bebidas não alcoólicas é uma tendência crescente. A advogada Thais Oliveira, frequentadora assídua de bares na Zona Sul, destaca a importância dessas opções: “Gosto de sair com amigos e aproveitar a noite, mas, muitos vezes, prefiro não consumir álcool. Especialmente se eu estiver dirigindo. Os mocktails são perfeitos para isso, porque são saborosos e me permitem participar da diversão sem me preocupar com os efeitos do álcool.”

Especialistas em gastronomia apontam que a popularidade dos drinks sem álcool faz parte de um movimento maior de valorização da experiência culinária, onde a qualidade dos ingredientes e a criatividade na preparação são fundamentais. Essa tendência também acompanha a crescente conscientização sobre os benefícios de um estilo de vida mais saudável e equilibrado.

“Com a ampliação das ofertas de drinks virgens e mocktails, bares e restaurantes do Rio de Janeiro estão se adaptando às novas demandas dos consumidores e contribuindo para uma cultura de consumo mais inclusiva e diversificada. O resultado é uma cena gastronômica rica e variada, onde todos podem encontrar opções que atendam às suas preferências e necessidades”, finaliza Ana Beatriz Clemente, do Marketing do Brewteco, sobre os drinks sem álcool na unidade do Botafogo Praia Shopping.

Receitas fáceis para fazer em casa:

Tangerine White Lady

  • 20ml MONIN Tangerina
  • 20ml suco de limão
  • 50ml chá de zimbro, cardamomo e casca de toranja*
  • 20ml Clara de ovo pasteurizada

Chá de zimbro, cardamomo e casca de toranja

  • 10 bagas de zimbro
  • 10 bagas de cardamomo
  • Casca de 1 toranja
  • 250ml água quente

Em um recipiente grande, amasse as bagas de zimbro e cardamomo, adicione a água quente e deixe esfriar. Armazene em geladeira por 12h e em seguida adicione as cascas de toranja e deixe descansar por mais 6h. Coe tudo e armazene em geladeira.

Modo de fazer: Em uma coqueteleira, adicione todos os ingredientes e bata sem gelo por alguns segundos. Em seguida, adicione bastante gelo e bata com bastante força. Faça uma dupla coagem para taça coupé previamente resfriada e perfume e decore com casca de limão. Sirva com um sorriso!

Green Mock

  • 15ml MONIN Gengibre
  • 15ml suco de limão
  • 30ml suco de salsão*
  • 30ml salmoura de azeitona
  • 80ml água com gás
  • 2 gotas pimenta jalapeño

*Suco de salsão

  • 1 maço de salsão
  • 100ml água filtrada

Pique grosseiramente o salsão. Em um liquidificador, adicione a água e vá adicionando o salsão picado aos poucos. Quando finalizar, coe e armazene em geladeira por no máximo 3 dias.

Modo de fazer: Em um copo alto, adicione o MONIN Gengibre, o suco de limão, o suco de salsão, a pimenta jalapeño e a salmoura de azeitona. Adicione bastante gelo e mexa bem. Finalize com a água com gás e mexa delicadamente. Decore com azeitona no palito e casca de limão siciliano. Saúde!

Amalfitano

  • 10ml MONIN Romã
  • 50ml água de tomate*
  • 100ml refrigerante de gengibre

*Água de tomate

  • 500kg de tomate
  • Sal a gosto

Pique os tomates, envolva-os em bastante sal e reserve por alguns minutos. Deixe os tomates em filtro de café na geladeira por 12h para a água escorrer límpida. Armazene em geladeira por, no máximo, 3 dias.

Modo de fazer: Em um copo collins, adicione bastante gelo, o MONIN Romã e a água de tomate. Finalize com o refrigerante de gengibre e mexa delicadamente. Decore com azeitonas no palito.

Sem avaliações ainda