Roberto Justus
Roberto Justus / Foto: TV pop

Ter um olhar visionário é uma das características fundamentais para diferenciar os profissionais que almejam o sucesso, daqueles que já atingiram tal renome. Ao menos é o que defende o empresário Roberto Justus no mais novo episódio do Café com ADM, disponibilizado nesta segunda-feira (26) em todas as plataformas digitais. Comandado por Leandro Vieira, CEO do Administradores e apresentador do podcast, o bate-papo abrange as experiências percorridas pelo também administrador e sua visão das habilidades necessárias para conquistar um futuro promissor.

Formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Justus marcou história em seus mais de 40 anos de carreira construindo um verdadeiro império no mundo empresarial. Iniciando seu legado como fundador de uma empresa de publicidade consagrada como uma das que mais prosperou no Brasil, hoje é sócio e presidente de conselho de uma grande variedade de organizações em setores completamente variados – indo da área financeira, à construção pesada, advocacia tributária e de criptomoedas.

Com habilidade para aconselhar e supervisionar negócios tão distintos, o empresário revela a grande chave de sucesso capaz de contribuir para essa gestão. “Tudo parte do repertório. Sempre fui muito observador e questionador sobre tudo o que aprendia ao longo da vida. Essa curiosidade é um dos pontos mais importantes que um bom administrador deve ter para saber interpretar as oportunidades de negócio a seu favor”, ressalta.

Um Justus diferente da TV

Roberto Justus já era um velho conhecido nos bastidores do mercado, mas se tornou muito popular com o grande público depois do sucesso que alcançou à frente da versão brasileira do reality show O Aprendiz, onde interpretava o papel do chefe durão, em um cenário em que dizer “você está demitido” era uma etapa crucial do espetáculo. Na vida real, entretanto, as coisas são um tanto diferentes.

“Essa entrevista quebra uma imagem que muita gente tem do Justus, de que ele é aquele cara bravo, durão, temido, que parece gostar de dizer que ‘você está demitido’. Na verdade, ele é um cara extremamente cortês, uma figura fantástica, que tem na vida real formas muito diferentes de enxergar a gestão de um negócio, com atenção às pessoas”, ressalta Leandro Vieira, apresentador do Café com ADM.

Valorização do conhecimento

Na entrevista, ao falar sobre formação e prática, Justus faz questão de ressaltar a importância de sermos eternos aprendizes. O conhecimento é, sem dúvidas, o ponto de partida de qualquer profissional que queira construir um legado memorável – entretanto, um diploma não é suficiente nessa missão. Ao longo da conversa, o empresário enfatiza que a formação na área é a base para enfrentar a complexidade do mercado à sua frente, mas que a reta final apenas será passível de ser atingida quando todas essas habilidades são trazidas e praticadas constantemente no dia a dia.

Um administrador que decide parar de aprender ao se formar, certamente, estará escolhendo um caminho contrário ao seu futuro profissional. É preciso estudar frequentemente, compreendendo as demandas do mercado, necessidades do público-alvo e, principalmente, elaborando um time qualificado e preparado para comandar as estratégias necessárias para sanar todas essas necessidades e objetivos. “Todas essas características, inclusive, foram julgadas como prioridades em minha participação no O Aprendiz. Se todas as empresas pudessem aplicar esses critérios em suas seleções, certamente teriam mais assertividade em criar equipes com verdadeiros talentos para seu negócio”, defende.

O mercado vem mudando intensamente nos últimos anos. Hoje, o propósito de seus serviços é um dos pontos mais importantes para a satisfação dos funcionários, utilizado até mesmo como fator decisivo nas contratações. Nesse cenário, aquelas que não se adaptarem, estarão fadadas ao fracasso. “Profissionais felizes são capazes de fazer história nas empresas. Esse é um dos fatores mais importantes que um bom administrador deve prezar, junto com muitas outras características que farão com que lidere uma companhia rumo à história”, finaliza.