continua após a publicidade

Na quarta-feira, 03 de janeiro de 2024, a comunidade do Jardim Maravilha, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, enfrentou mais um episódio de alagamentos severos, exacerbados pelas fortes chuvas que atingiram a região. Curiosamente, o prefeito Eduardo usou sua conta no Twitter para alertar sobre o alto volume de chuvas e pedir atenção dos cidadãos, mas sem mencionar a situação crítica vivida pelos moradores da Rua Leticia e arredores.

Em 2022, o prefeito Eduardo havia prometido a construção de um dique para solucionar os frequentes problemas de alagamento em parte do bairro. No entanto, dois anos se passaram e a promessa permanece apenas no papel. A frustração e a sensação de abandono são palpáveis entre os moradores, que se sentem enganados pela Prefeitura do Rio de Janeiro.

Os alagamentos na Rua Leticia são um problema crônico, causando transtornos e prejuízos significativos para os habitantes locais. Apesar dos alertas frequentes e das promessas políticas, pouco progresso foi observado na mitigação dessas questões. A comunidade, cansada de esperar por ações concretas, exige respostas e soluções efetivas da administração municipal.

Esta situação levanta questões mais amplas sobre a responsabilidade e a eficácia das autoridades municipais em lidar com problemas de infraestrutura e em atender às necessidades dos cidadãos, especialmente em áreas mais vulneráveis. Enquanto o prefeito utiliza as redes sociais para emitir alertas, os moradores aguardam ações reais que possam trazer alívio e segurança a longo prazo.

continua após a publicidade