Os cartazes que anunciam o encontro de motociclistas de Canavieiras, cidade baiana de 35 mil habitantes, seriam iguais aos outros se o principal contato não fosse o prefeito do município, o Dr. Almeida. No segundo mandato, o médico Clóvis Roberto Almeida, de 64 anos e motociclista há 40 anos, é apontado como maior defensor dos eventos motociclísticos nos municípios brasileiros.

Com a expectativa de receber cerca de dois mil motociclistas de todo o país no próximo fim de semana, o evento promovido pelo Moto Clube Marlin Azul deve movimentar R$ 2,5 milhões na economia de Canavieiras, que fica a 400 quilômetros de Salvador e a 1.400 quilômetros do Rio. O evento, em sua sexta edição, terá nove shows de rock de quinta-feira a sábado.

— Costumo andar pelo Brasil mostrando aos colegas prefeitos a vantagem dos apoios aos encontros de motociclistas. Em Canavieiras, por exemplo, o investimento no evento não chegará a 20% do retorno que ele dará à economia do município. Além disso, falo dos benefícios que os passeios em duas rodas propiciam à saúde e ao turismo.

Roque dos Santos, presidente do Marlin Azul, confirma as palavras do prefeito. Segundo ele, o município é responsável por 70% dos gastos com o evento. Os restantes 30% são custeados pelo comércio da cidade.

foto prefeito
Dr. Almeida percorre as cidades baianas divulgando as vantagens dos encontros de motociclistas.

— O prefeito é um grande incentivador do evento, que volta a ser realizado após a pandemia. Ele é integrante do Marlin Azul e cumpre todas as normas do Moto Clube.

Segundo Dr. Almeida, o retorno com os eventos motociclísticos é muito maior e mais barato que shows com cachês de artistas nacionais. E divulga a cidade em todo o Brasil.

— Só conheci Canavieiras graças ao evento dos motociclistas – afirma Ezequiel Diveneta, que mora em Cabo Frio (RJ) e chega à cidade do Sul da Bahia na quinta-feira com a mulher Sibele.