Promessas ao Vento: O Desolador Legado da Urbanização de Guaratiba Anunciada por Eduardo Paes em 2009

Prefeito Eduardo Paes anuncia pacote de urbanização para Guaratiba
Prefeito Eduardo Paes anuncia pacote de urbanização para Guaratiba

Ei, pessoal, vocês lembram daquela época em que o então prefeito Eduardo Paes trouxe promessas grandiosas, daquelas que fazem os olhos brilharem e a esperança florescer? Pois é, quase dez anos se passaram desde aquele momento em que Guaratiba foi palco de palavras repletas de promessas de urbanização. Mas o que realmente aconteceu? Aquilo que foi proclamado com confiança inabalável acabou se dissipando como palavras ao vento, deixando os moradores de Guaratiba ainda na espera. Vamos voltar no tempo e desvendar esse cenário de promessas quebradas.

Lá em 2009, quando as palavras de Eduardo Paes ecoaram pelo RJTV, muitos residentes de Guaratiba se sentiram envoltos em uma aura de esperança. “Não terá nenhum bairro de Guaratiba sem pavimentação sem tá urbanizado”, foram as palavras proferidas, carregadas de determinação e confiança. Era como se a urbanização estivesse prestes a transformar Guaratiba em um verdadeiro oásis de progresso, deixando para trás o abandono.

Mas a triste realidade é que o tempo passou, as estações mudaram e as promessas parecem ter se esvaído no ar. As ruas não pavimentadas de Guaratiba ainda são uma realidade amarga para muitos moradores, que enfrentam desafios diários para transitar pela própria comunidade. O que aconteceu com a urbanização prometida? As palavras de Paes foram apenas uma jogada política para ganhar pontos na época?

Parece que a falta de responsabilidade por parte do poder público mais uma vez dá as caras. Promessas feitas com tanto vigor e entusiasmo foram deixadas de lado, enquanto os moradores continuam a lidar com condições precárias. É como se o vento tivesse soprado essas palavras para longe, deixando um vazio de ação e comprometimento.

Imagine só: é como se alguém te prometesse um passeio incrível de balão, onde você poderia ver tudo de cima, uma visão grandiosa e completa. Mas, quando o dia chega, o balão não passa de um punhado de ar murchando. Essa é a sensação de muitos moradores de Guaratiba, que viram suas expectativas murcharem diante da falta de cumprimento da promessa de urbanização.

E as perguntas inevitáveis surgem: por que as promessas não foram cumpridas? Por que Guaratiba ainda luta com a falta de infraestrutura básica? Será que as palavras eram apenas fachada, uma ilusão momentânea para ganhar apoio e depois serem esquecidas? Afinal, as palavras podem ser poderosas, mas é a ação que realmente faz a diferença.

A urbanização é muito mais do que asfalto nas ruas. É sobre proporcionar melhores condições de vida para os moradores, é sobre transformar uma comunidade abandonada em um local onde as pessoas possam prosperar. É como plantar uma semente de esperança e regá-la com ação concreta. Infelizmente, nesse caso, a semente parece ter sido negligenciada e a esperança murchou.

É importante lembrar que promessas não cumpridas têm um custo humano. Os moradores de Guaratiba merecem mais do que palavras vazias, merecem a realização das promessas feitas por seus líderes. E aqui está a ironia: enquanto a promessa de urbanização parece ter sido levada pelo vento, os desafios diários dos moradores permanecem sólidos, como rochas no caminho.

Portanto, não podemos permitir que as promessas quebradas sejam esquecidas. Elas são um lembrete doloroso de como a falta de responsabilidade por parte do poder público pode afetar diretamente as vidas das pessoas. É hora de cobrar ações concretas, de exigir que as palavras se transformem em realidade. Afinal, o vento pode levar as palavras embora, mas a determinação dos moradores de Guaratiba permanece inabalável.

Artigo anteriorCONCEIÇÃO DE MACABU É O DESTINO DE MILHARES DE MOTOCICLISTAS
Próximo artigoCantadas engraçadas curtas: como conquistar alguém com humor
Avatar
Para falar conosco basta enviar um e-mail para redacaomeioambienterio@gmail.com ou através do nosso whatsapp 021 989 39 9273.