O Brasil, com a sua beleza exorbitante, é conhecido por ser um dos lugares mais lindos do mundo. 

Já que, com cidades maravilhosas, cultura autêntica e um alto nível no quesito qualidade de vida, o país se tornou uma região muito atrativa, principalmente para os investidores e compradores imobiliários.

Porém, é justamente nessas cidades incríveis que se encontram os metros quadrados mais caros do Brasil. Pois, são regiões que oferecem qualidade em transporte, saúde, segurança e lazer.

Claro que alguns bairros podem custar mais do que outros. Assim, se você pretende comprar um imóvel no país, é muito importante conhecer essa diferença de valores e o preço do metro quadrado de cada lugar.

Por isso, para te ajudar, neste artigo fizemos uma lista com as 10 cidades com o metro quadrado mais caro do Brasil. Continue lendo o conteúdo feito pelo Meio Ambiente Rio para saber mais e aproveite!

São Paulo

Nossa lista não poderia começar de outra forma, já que São Paulo é uma das cidades mais caras do mundo e isso não é diferente em relação ao metro quadrado dos imóveis.

Assim, ela abre nosso ranking como a cidade mais cara do Brasil, sendo que o preço médio do metro quadrado em São Paulo é de R$8.680,00. 

Muitos pensam que o Rio de Janeiro ocupa o primeiro lugar no ranking de cidade mais cara do Brasil. Porém, este ano o bairro paulista Cidade Jardim passou o Leblon, ocupando o primeiro lugar como o bairro mais caro do país. 

Atualmente, segundo informações divulgadas pela FIPE,  o valor médio do metro quadrado no bairro é de R$ 22.773.

Saiba mais sobre o Rio de Janeiro a seguir!

Rio de Janeiro

Há até pouco tempo o Rio de Janeiro foi uma das cidades com o metro quadrado mais caro do país, especialmente no Leblon, bairro alto padrão da cidade maravilhosa. 

Com uma média de preço de R$7.143, este ano a cidade passou a segundo lugar no ranking, com o metro quadrado, no Leblon, chegando a R$21.886. 

Mas a cidade maravilhosa continua sendo muito valorizada, o aguardado lançamento do residencial Tom Delfim Moreira, atrai interessados em morar na zona sul da cidade. 

Florianópolis

Nos últimos tempos, Florianópolis vem apresentando um aumento no preço da venda de imóveis. 

Atualmente, o valor médio do metro quadrado na capital de Santa Catarina é de R$5.359,00. Mas assim como nas outras cidades, esse valor varia de bairro para bairro. 

Jurerê Internacional, por exemplo, com o metro quadrado avaliado em R$9.295, é a região mais cara da cidade. 

Niterói

Niterói é uma cidade que fica a 16km do Rio de Janeiro (capital). Contudo, também está entre as regiões com o metro quadrado mais caro do Brasil, ficando em 4º lugar no ranking.

Mesmo que esteja abaixo da média nacional, a cidade conta com um dos metros quadrados mais caros, chegando a custar R$7.295. 

Sendo Charitas, Boa Viagem e Icaraí os 3 bairros com os valores mais altos da cidade, com preços que chegam a R$13.182 por metro quadrado. 

Distrito Federal

O Distrito Federal também entrou no ranking com um dos metros quadrados mais caros do país. Afinal, a região é a capital do Brasil.

Brasília, por ser a sede do Governo Federal, tem o custo de vida acima da média e isso acaba refletindo no mercado imobiliário.

Apesar de vir apresentando queda, o preço médio do metro quadrado no DF chegou a R$8,181,00 em junho deste ano. Ou seja, comparado às outras cidades, a região realmente está acima da média.

Balneário Camboriú 

Também em Santa Catarina, Balneário Camboriú é outra cidade com um dos metros quadrados mais caros do Brasil. 

O estado de Santa Catarina oferece uma das melhores qualidades de vida para morar no Brasil.

Por isso, o metro quadrado em Balneário Camboriú pode ter um valor um pouco mais elevado do que em outras regiões. Assim, a média do metro quadrado na cidade é de R$7.646.

Leia mais: Morar em Santa Catarina – Conheça os principais benefícios 

Vitória

Em sétimo lugar no ranking e, apesar de um pouco abaixo da média nacional, Vitória ficou entre as dez cidades com o metro quadrado mais caro do Brasil.

A média de preço na cidade é de R$7.536,00. Mas, assim como outras cidades, Vitória também tem uma variação de preços entre os bairros. 

Em Praia do Canto, por exemplo, a região mais cara da cidade, o preço médio do metro quadrado é de R$8.700,00.

E, mesmo com valores abaixo da média nacional, Vitória foi a segunda cidade com maior valorização na venda de imóveis no primeiro semestre deste ano.

Belo Horizonte

Com o mercado aquecido na cidade e um aumento no valor dos imóveis também no primeiro semestre deste ano de 2021, BH entrou no ranking com o preço médio de R$5.315, 00 por metro quadrado.

Sendo um dos bairros mais badalados da cidade, Savassi é o bairro mais caro de Belo Horizonte, com o preço médio de R$11.602.

Há ainda cidades com preços acima da média por metro quadrado, como no caso do Recife. Saiba mais a seguir!

Recife

Em Recife, o preço do metro quadrado está acima da média nacional, chegando a R$6.212,00. 

Apesar de ter passado por uma redução de preços em 2020, o Recife se manteve entre as cidades com a média de preço por metro quadrado mais cara. 

Os bairros do poço da panela e da Pina, por exemplo, são as regiões mais caras da cidade com a média por metro quadrado de R$8.232 e R$8.126 respectivamente.

Fortaleza

Após uma alta nos preços, no início do segundo semestre deste ano, o preço médio do metro quadrado em Fortaleza chegou a R$6.071,00. Assim, a cidade ficou em segundo lugar no patamar entre as cidades nordestinas.

Entre os bairros da cidade, Meireles é o mais caro, com um valor médio por metro quadrado que chega a R$7.610,00.

Assim, nesse ranking de cidades com o metro quadrado mais caro, em primeiro lugar temos São Paulo, seguido por Rio de Janeiro, Florianópolis, Niterói, Brasília – DF, Balneário Camboriú, Vitória, Belo Horizonte, Recife e, por fim, Fortaleza.

Apesar das médias altas, há bairros que oferecem um preço mais em conta, nessas cidades. Contudo, com condições, no quesito qualidade de vida, menos elevadas.

Então, se você pretende mudar para essas cidades, é possível encontrar locais com preços médios. Mas, procure por bairros que ofereçam uma vida tranquila, mas com valores que caibam em seu bolso, pois é totalmente possível.

Gostou dessas dicas? Se sim, compartilhe com seus familiares e amigos, e também em suas redes sociais. Receba conteúdo gratuito, diariamente, e siga-nos no Google News.