Quanto precisa para investir em Bitcoin?
Quanto precisa para investir em Bitcoin?

O Bitcoin é a principal moeda digital do mercado, a sua proposta que antes parecia inviável, hoje tem conquistado muitos investidores que acreditam nos resultados a longo prazo.

Embora o assunto seja muito comentado, várias pessoas ainda têm dúvidas de como funciona essa compra de Bitcoins. Por exemplo, quanto dinheiro preciso desembolsar para começar a investir e ter a melhor carteira de criptomoedas 2022?

Essa e outras perguntas vamos te responder logo abaixo, então continue a leitura e entenda mais sobre a criptomoeda que tem ganhado espaço no mercado financeiro para fazer um investimento seguro. Vamos lá!

O que é Bitcoin?

Se você ainda não sabe ao certo o que é um Bitcoin, não se preocupe, por se tratar de algo recente é comum criar confusão com os termos que envolvem as criptomoedas.

Basicamente, o Bitcoin é uma moeda digital, ou seja, não é possível encontrá-lo em espécie, só existe de forma virtual. Assim como as demais criptomoedas criadas ao longo dos últimos anos: Ethereum, Solana, Avalanche, Polkadot e tantas outras.

A razão pela qual o Bitcoin é considerado a primeira moeda digital está relacionada ao sucesso de conquista de investidores. Mais de 50% da moeda já foi gerada ou “minerada” como costumam dizer.

Por se tratar de uma moeda finita, ou seja, com quantidade de produção limitada estipulada, a lei da oferta e demanda a torna um produto caro de compra. Isso porque, a expectativa é que ela valorize ainda mais com o tempo.

Como investir em Bitcoin?

Antes de começar a investir em criptomoedas, é preciso conhecer quais as formas de fazer isso. Afinal, existem diferentes caminhos para diferentes perfis de investidor.

Confira a seguir, os principais meios para investir em Bitcoin e qual é considerado mais seguro para quem está iniciando no mercado.

Corretora de cripto ativos (exchange)

Para investir em Bitcoins ou criptomoedas em geral, as corretoras de valores, também conhecidas como “exchanges”, são a forma mais comum e também mais segura de fazer isso, principalmente se você é um novo investidor.

As corretoras têm o papel de intermediar as negociações entre quem deseja vender e quem compra Bitcoin. Para isso, o interessado precisa abrir uma conta em uma exchange de sua preferência.

Depois de selecionar qual a melhor corretora, o investidor precisa encaminhar alguns documentos básicos que comprovam a sua identidade e também fazer um depósito de dinheiro real para manter a conta.

Fundos de investimento

Outra forma de investir em Bitcoin é por meio dos fundos de investimento, que também podem ser chamados de Exchange Traded Fund (ETF). Trata-se de um caminho também considerado seguro para comprar criptomoedas.

Uma ETF é na verdade um fundo de investimento negociado em bolsa, para estipular os valores de cotação são acompanhados índices próprios da moeda digital. Como o Chicago Mercantile Exchange, que analisa o Bitcoin.

Hoje existem fundos como esse que são dedicados às criptomoedas, inclusive permitem investimentos de pessoas físicas. Essa pode ser uma opção para investir em Bitcoin, mas exige um pouco mais de conhecimento no segmento.

Sistema peer to peer (negociação direta)

A última opção que vamos citar como possibilidade de investir em Bitcoin é o sistema chamado de “peer to peer”. Basicamente, é uma negociação direta realizada por duas pessoas sem intermédio de terceiros.

Dessa forma, quem deseja vender a moeda digital conversa com a pessoa que deseja comprar e juntos estipulam o valor e as condições de pagamento. Ausente de taxas de transações como nos demais modelos.

Embora esse meio pareça mais simples, não é recomendado para iniciantes no mercado das criptomoedas. Isso porque, o interessado em investir pode cair em golpes e fraudes.

Qual é o valor mínimo para investir em Bitcoin?

Essa é uma dúvida comum, mas não é possível dizer que existe um valor mínimo para comprar Bitcoin. Isso porque, o interessado pode começar investimento em pequenas frações da moeda e então pagar menos.

Dessa forma, na teoria não há um valor estipulado para iniciar a compra. O investidor pode embolsar o dinheiro que deseja e então adquirir uma pequena parte de Bitcoin, chamada de “satoshi”.

Porém, os fundos de investimento e até algumas corretoras podem estabelecer um valor mínimo para entrar no mercado. Então será necessário aceitar as condições da empresa.

Na maioria das exchanges é cobrado em torno de R$50 como depósito de abertura de conta, exigência para começar a investir. Já em fundos de investimento podem vender pacotes com preços maiores, por isso é preciso se informar antes.

Como calcular o valor do Bitcoin em reais?

Outra questão que é frequente para quem ainda não conhece completamente como funciona o mercado das criptomoedas é saber como calcular o valor das moedas digitais em dinheiro físico, ou seja, em real.

Nesse caso em específico, vamos falar sobre como fazer isso com o Bitcoin. O primeiro passo é descobrir a cotação atual da moeda, ou seja, quanto está valendo no momento.

Para monitorar a valorização e desvalorização das criptomoedas, existem algumas plataformas especializadas no assunto. Elas acompanham as cotações nas principais corretoras.

Com o valor da cotação do Bitcoin em mãos, basta multiplicar a quantidade de moedas compradas pelo valor atual em reais. Digamos que você tenha 03 unidades e ela esteja avaliada em R$100.000,00, logo o valor em real seria de R$300.000,00.

Vale a pena investir em Bitcoin?

Essa resposta depende do tipo de investidor que você é, por se tratar de um ramo instável e volátil, não é a melhor opção para quem tem perfil mais conservador na hora de aplicar.

Além disso, é preciso confiar nos resultados a longo prazo, dificilmente ganha-se dinheiro com bitcoin em curto tempo. Logo, você deve avaliar se é isso que você deseja antes de entrar no mercado.

Porém, ao olhar para as moedas digitais disponíveis, o Bitcoin é o que mais parece promissor. Por isso, quem tem interesse em cripto ativos, concentra o seu poder de investimento nessa moeda em específico.

Esperamos que esse conteúdo tenha tirado as suas principais dúvidas e esclarecido mais sobre esse assunto. Agora você já pode analisar se é o tipo de investimento que você procura!