Por Leticia Pakulski

São Paulo, 03/11/2022 – A fabricante suíça de chocolates Barry Callebaut informou ontem (2) que sua receita somou 8,09 bilhões de francos suíços (aproximadamente US$ 8,06 bilhões) no ano fiscal 2021/22. O resultado é 12,3% maior do que os 7,21 bilhões de francos suíços reportados no ano fiscal anterior.

O volume de vendas cresceu 5,3% no período, para 2,306 milhões de toneladas, impulsionado, principalmente, pelo negócio de chocolate, que registrou crescimento de 5,9%. Na região compreendida entre Europa, Oriente Médio e África, o volume das vendas aumentou 4,3%, para 1,040 milhão de toneladas. Nas Américas, as vendas foram 6,4% maiores na comparação entre os anos fiscais, para 649,389 mil toneladas. Na região Ásia-Pacífico, as vendas totalizaram 160.304 toneladas, alta de 15,8%.

Em comunicado, o CEO Peter Boone disse que a fábrica em Wieze, na Bélgica, voltou a funcionar com capacidade normal, “embora ainda tenhamos um impacto no primeiro trimestre de 2022/23, pois estamos recuperando o volume atrasado”. Em 27 de junho, especialistas detectaram a presença de salmonela na unidade, onde a produção foi interrompida para limpeza das linhas de produção de chocolate.