Crédito: iStock

A tecnologia está em todas as coisas ao nosso redor, do momento em que acordamos até quando vamos dormir. Ela revolucionou a nossa forma de nos comunicarmos, de consumirmos e de nos comportarmos. Mas como ela pode nos ajudar a viver em um mundo melhor? A tecnologia pode ser muito útil para administrar processos, diminuir o desperdício, reduzir o uso de agrotóxicos, otimizar produções e muitas outras coisas que contribuem com a sustentabilidade.

Todos conectados

A tecnologia mudou a forma de nos comunicarmos: ao invés de um emissor e um receptor, como era antigamente, agora todos nós podemos ser emissores e receptores de conhecimento e impactar de uma só vez um milhão de pessoas, sem sair do lugar. Para intervir na realidade, basta estar conectado. A inteligência artificial faz a triagem e a análise dos dados, e nos ajuda a entender melhor o mundo em que vivemos. 

Qualquer empresa local pode ter proporções globais e impactar pessoas de todo o planeta. A ideia de estarmos todos conectados faz da tecnologia um ponto em comum, capaz de reverter a situação crítica que o planeta vive. A tendência agora é que os negócios não tenham apenas atuação econômica, mas ecológica, com uso de dados e inteligência artificial, para gerar o menor impacto possível ao meio ambiente. 

Indústria 4.0

As tecnologias desenvolvidas na indústria mundial a partir do ano de 2008 até hoje, período que foi denominado como Quarta Revolução Industrial, trouxeram o conceito de Indústria 4.0, com a valorização do conhecimento e da colaboração em redes, já que o acesso à informação é cada vez mais fácil. Este novo perfil de produção trabalha com alternativas sustentáveis e se apoia em tecnologias como Inteligência Artificial, robotização, armazenamento nas nuvens, aprendizagem de máquina, Big Data, Internet das Coisas (IoT), impressão 3D e fábrica inteligente. 

A característica marcante da Indústria 4.0 é a utilização de recursos e matérias-primas de forma mais eficiente e sustentável. Além da descentralização dos processos, que se torna possível com o uso de tecnologias interconectadas, capazes de controlar a logística de toda a cadeia produtiva. Em síntese, realiza a fusão entre os processos físicos, digitais e biológicos, desenvolvendo novos modelos de negócio, que sejam mais eficientes e evitem o desperdício, com economia de recursos e decisões mais assertivas, que serão tomadas com base em dados coletados e analisados em tempo real.

Como essa tecnologia chega ao consumidor? Isso encarece o resultado final? Atualmente, o consumidor tem à sua disposição muitas opções de produtos e serviços sustentáveis, sem precisar pagar mais caro por isso, como acontecia antigamente. A energia solar por assinatura é um exemplo de serviço que está cada vez mais disponível, e, além de ser uma fonte de energia renovável, contribui para a descentralização energética, além de baratear a conta de luz.