A Renault está se preparando para lançar dois novos SUVs no mercado brasileiro, visando abalar o segmento e enfrentar o Jeep Compass. Entre os destaques, está o SUV baseado no Dacia Bigster, um utilitário-esportivo médio que promete oferecer ainda mais espaço interno e comodidade.

O Renault Bigster, apresentado como conceito em 2021, está previsto para estrear na Europa no final de 2024. Recentemente, o modelo foi flagrado em testes nas estradas europeias, sinalizando que o lançamento está cada vez mais próximo.

Inspirado no design do Renault Duster 2024, o Bigster compartilha características como o desenho dos faróis, a grade frontal e as aberturas quadradas dos para-lamas. No entanto, com 4,60 metros de comprimento, é maior que o Duster, que mede 4,34 metros. Essa diferença proporciona mais espaço interno, permitindo acomodar até sete passageiros, além de um porta-malas com capacidade de 500 litros.

Construído na plataforma CMF-B da Aliança Renault-Nissan-Mitsubishi, o Bigster terá diversas opções de motor na Europa, incluindo um 1.0 GLP ECO-G de 100 cv, um 1.2 micro-híbrido de 131 cv e um 1.6 híbrido convencional de 140 cv com transmissão automática. Para o mercado brasileiro, a expectativa é que o modelo venha equipado com um motor 1.3 turbo de 170 cv.

Os preços na Europa devem variar entre 20 mil euros (aproximadamente R$115 mil) e 30 mil euros (cerca de R$172,5 mil), posicionando o Bigster em uma faixa superior ao Duster.

Como parte de sua estratégia para o Brasil, a Renault busca oferecer modelos mais refinados, em vez de focar em veículos básicos. A montadora já está adquirindo peças para o novo modelo, sugerindo que o lançamento pode ocorrer no próximo ano. Além disso, a Renault está desenvolvendo um SUV-cupê para complementar sua linha de utilitários, fortalecendo sua presença no mercado com veículos mais espaçosos e tecnológicos.

Sem avaliações ainda