Crédito: AP Photo/Lekan Oyekanmi

Na madrugada de uma noite fria de abril em Seattle, uma cena se repetiu: uma picape Chevrolet Silverado para em uma estação de recarga de veículos elétricos, enquanto dois homens rapidamente cortam cabos de carregamento, desaparecendo em questão de minutos. Este é apenas um exemplo de uma tendência crescente em todo o país, onde os ladrões têm como alvo as estações de carregamento de veículos elétricos em busca de cabos de cobre, impulsionados pelos preços históricos do metal nos mercados globais.

No início de abril, em uma noite fria, uma picape Chevrolet Silverado parou abruptamente em uma estação de recarga de veículos elétricos na periferia de um shopping center em Seattle. Dentro do veículo, dois homens, um deles usando uma lanterna presa à cabeça, saltaram. Sem hesitar, começaram a agir. Com a ajuda de alicates, cortaram rapidamente vários cabos de carregamento e os carregaram no caminhão. Em menos de dois minutos e meio, desapareceram na escuridão da noite.

Essa cena não é única. Ela faz parte de um padrão alarmante que tem se espalhado por todo o país: o roubo de cabos em estações de carregamento de veículos elétricos. O motivo por trás desses crimes é claro: o preço do cobre atingiu um pico histórico nos mercados globais, tornando os cabos de cobre um alvo lucrativo para os criminosos.

Os cabos roubados não apenas causam prejuízos financeiros às empresas de carregamento, mas também têm um impacto direto nos proprietários de veículos elétricos. Muitas vezes, esses cabos cortados resultam na desativação de estações inteiras, deixando os motoristas sem opções de carregamento e gerando frustração e estresse.

Esse aumento nos roubos de cabos representa mais um desafio para os fabricantes de automóveis dos EUA, que investiram bilhões na produção e venda de veículos elétricos. Com a meta de convencer mais consumidores a adotar essa tecnologia, os fabricantes enfrentam a difícil tarefa de garantir uma infraestrutura de carregamento confiável e segura.

Grandes empresas automotivas, como Stellantis, Ford e General Motors, estabeleceram metas ambiciosas para aumentar a produção de veículos elétricos nos próximos anos. No entanto, o aumento dos roubos de cabos pode comprometer esses planos, minando a confiança dos consumidores na disponibilidade de estações de carregamento confiáveis.

Autoridades e empresas de carregamento estão tomando medidas para combater esse problema crescente. A instalação de mais câmeras de segurança e o reforço da cooperação com as autoridades policiais são algumas das estratégias adotadas para proteger as estações de carregamento e deter os criminosos.

Enquanto isso, os proprietários de veículos elétricos são aconselhados a ficar atentos a atividades suspeitas perto das estações de carregamento e a relatar qualquer comportamento incomum às autoridades. O combate aos roubos de cabos é crucial para garantir a confiabilidade e a acessibilidade da infraestrutura de carregamento de veículos elétricos, fundamental para impulsionar a transição para uma mobilidade mais sustentável.

Fonte: Adaptado de: The Seattle Times

Sem avaliações ainda