O Brasil bateu mais um recorde de endividamento chegando a 78% das famílias endividadas.

Uma vez instalada a dívida, a melhor alternativa é procurar a claro negóciar dividas para resolver a situação, pois quanto mais tempo a dívida fica em aberto, maior ela fica e mais difícil se torna a sua quitação.

Embora seja uma situação desagradável, é comum a muitas pessoas. Por isso, o melhor é resolver o mais rápido possível.

Diante disso, veja como negociar suas dívidas e organizar sua vida financeira.

Como negociar minhas dividas?

Está perdido em dívidas e sem saber o que fazer, por onde começar a organizar o caos? Calma que as dicas deste artigo vão te ajudar.

Liste entradas e saídas de dinheiro

Agora, anote tudo o que você possui de dívidas, contas fixas e variáveis, como:

  • cartões de crédito;
  • empréstimo;
  • financiamento;
  • cheque especial;
  • carnês;
  • boletos.

Não se esqueça de anotar também as entradas de valores.

Depois de listá-los, separe-os em uma tabela. O mais indicado é usar planilha, mas se você gosta de fazer no papel também não há problema. O importante é ter a clareza da sua situação financeira neste momento.

Esse procedimento vai ajudá-lo a ter clareza de como seu dinheiro é gasto e o que sobra, se é que sobra alguma coisa.

Então, o próximo é identificar itens que são desnecessários, que podem ser cortados para ajustar  o orçamento. 

Também vale fazer uma lista de formas de obter uma renda extra para complementar o seu orçamento. Uma dica é vender coisas que estão paradas em casa, como roupas, eletrônicos, etc.

Determine um valor máximo que você pode pagar

Depois do exercício anterior, você já tem uma noção da sua vida financeira e de quanto pode usar para pagar as dívidas.

Assim, determine um valor máximo que você pode pagar, porém não comprometa todo o seu orçamento.

Por isso, se o valor da negociação não couber no seu orçamento, então tente fazer uma contraproposta. 

Lembre-se dos imprevistos

No primeiro passo, você criou uma planilha com todos os gastos e entradas de dinheiro. É essencial criar o hábito de consultá-la e atualizá-la.

Mesmo assim, imprevistos podem surgir e você precisa estar preparado. Do contrário, eles podem afetar a sua vida financeira piorando-a ainda mais.

Assim, é hora de criar uma reserva de emergência para essas situações como problemas de saúde, por exemplo.

Hora da negociação

Agora que a sua vida financeira foi toda mapeada, você está pronto para fazer a renegociação das dívidas. É hora de procurar a claro negóciar dividas

Mas atenção! É preciso ficar atento às propostas, por isso analise os seguintes pontos:

  • Percentual de desconto sobre a dívida total;
  • Desconto maior para pagamento à vista;
  • Taxa de juros para pagamento parcelado;
  • Prazo de regularização do nome;
  • Prazo de recebimento da carta de quitação.

Se você ficar na dúvida e se sentir inseguro, peça um tempo para analisar a proposta. Você também pode fazer uma contraproposta.

Apenas quando a proposta de negociação for atraente e couber no seu orçamento é que você deve assinar o contrato, mas não se esqueça de lê-lo antes.

Como evitar dívidas

Agora que você finalmente conseguiu quitar a dívida, é importante tomar cuidado e manter o planejamento e controle financeiro para evitar novas dívidas.

Diante disso, veja as nossas dicas para evitar dívidas.

  • Sempre consulte e atualize a sua planilha financeira.
  • mantenha receitas e despesas equilibradas.
  • Fuja do crédito fácil mesmo a juros mais baixos.
  • Tenha uma reserva de emergência para imprevistos.
  • Procure formas de fazer renda extra.
  • Não comprometa o dinheiro das férias e 13º salário.

Seguindo essas dicas, você vai passar longe de novas dívidas e vai manter a saúde financeira da sua família.

Conclusão

O cenário atual da economia faz com que muitas famílias tenham que lidar com dívidas.No entanto, o melhor caminho é tentar quitá-las entrando em contato com a claro negóciar dividas.

Mas antes, esteja preparado. Saiba o quanto você pode pagar, verifique a taxa de juros e  descontos possíveis para escolher a proposta mais vantajosa para você resolver a situação.

Depois de quitada a dívida, é importante seguir as dicas que apresentamos neste artigo, mantendo um planejamento financeiro.

Gostou do artigo? Para saber mais sobre como negociar suas dívidas, acompanhe o nosso blog.