Boas notícias para os eventos tradicionais em 2023 no Estado do Rio. A escolha de um fluminense para o Ministério do Turismo e de um especialista da área para a Secretaria estadual de Turismo indicam que os eventos que geram fluxo turístico, como os encontros de motociclistas, receberão apoio dos governos federal e estadual em 2023.

A previsão foi feita pelo presidente do Conselho de Desenvolvimento do Turismo da Costa do Sol (Condetur), Marco Navega, com base nas notícias de que o deputado Pedro Paulo será o futuro Ministro do Turismo e de que Marcelo Monfort, atual Subsecretário estadual de Eventos, será o Secretário de Turismo na futura gestão de Cláudio Castro.

— Além dos nomes, o Estado do Rio tem agora uma lei estadual regulamentada de incentivo ao turismo, não só da capital como também do interior. No mês passado, foi criada dentro do Ministério do Turismo uma comissão especial para incentivar os segmentos do esporte, do motociclismo e das religiões (turismo religioso) que geram fluxo turístico no Brasil ­­‑ explicou Navega.

No ano passado, representantes dos motociclistas estiveram com Marcelo Monfort e pediram apoio para a unificação das exigências estaduais aos promotores de eventos. Eles têm dificuldades, principalmente, junto ao Corpo de Bombeiros. Explicaram que muitos eventos deixam de existir devido ao custo das taxas e excesso de burocracia. Eles defendem um protocolo estadual de incentivo aos eventos que movimentam o turismo.

Para Roberto Leal, que divulga e transmite os eventos para todo o Brasil através do canal Roberto Leal na Estrada (Viagem do Rock) o ano de 2023 promete:

— Em 2022, participamos de 30 eventos, que voltaram com toda a força após a pandemia. O ano foi excelente e tudo indica que 2023 será melhor, pois já temos mais de 30 eventos confirmados. É fundamental também o apoio das prefeituras – previu Leal.

A força dos eventos também estimula o movimento musical no Estado do Rio. Uma das mais requisitadas, a banda Faixa Etária já tem eventos confirmados até para o segundo semestre de 2023 no Rio e em Minas Gerais:

— Os eventos movimentam a economia das cidades, levam alegria e é um estímulo aos músicos. Em 2022, estivemos em cidades, como Cordeiro e São Fidélis, onde os organizadores tiveram que colocar carros de som na rua em busca de casas de aluguel, pois todos os hotéis ficaram lotados durante a realização dos eventos. Ano que vem estaremos lá de novo – disse a vocalista da Faixa Etária, Zell Palmar.