Crianças brincando
Crédito: iStock

A tecnologia está presente nas nossas vidas desde que nascemos, com as fotos e os vídeos do nascimento de um bebê. Não é incomum ver uma criança pequena saber instintivamente mexer em um smartphone e descobrir funcionalidades que os pais desconhecem. Alinhada a isso, a educação já não pode ser a mesma de sempre, pois precisa estar de acordo com as mudanças e os avanços tecnológicos. Uma criança com um celular na mão pode ter muitas ideias na cabeça, basta que seja orientada da maneira adequada.

Longe de distrair o aluno e atrapalhar o aprendizado, hoje as ferramentas tecnológicas são vistas como aliadas para potencializar e facilitar o processo de ensino-aprendizagem, com aulas mais interativas e dinâmicas, que cativam a atenção dos jovens. A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) propõe a inclusão da tecnologia nos processos pedagógicos como forma de facilitar a educação e inserir a escola em um ambiente mais familiar para os alunos, além de estimular o desenvolvimento da autonomia.

O uso de recursos tecnológicos, tanto visuais como lúdicos, torna as aulas mais dinâmicas e atraentes, uma parceria que deixa o material didático mais atraente e instiga o aprendizado, basta que o estudante seja estimulado da maneira mais adequada.

Uso de jogos

Brincar é muito educativo, e isso nós já sabemos desde o tempo da amarelinha. Os jogos estimulam de maneira lúdica e criativa aprendizados como raciocínio lógico, foco e  coordenação motora. Jogos também podem ser excelentes ferramentas no aprendizado de línguas estrangeiras. Em grupo, estimulam a interação, espírito de equipe, colaboração, raciocínio crítico, entre outras competências socioemocionais. 

Leitura digital

Para as crianças, a leitura em equipamentos digitais é algo muito natural e orgânico. Por isso, é importante estimular a leitura por meios digitais, uma experiência interativa que irá aguçar o gosto pela leitura, além de estimular a imaginação e a ludicidade do aluno. O ideal é que a leitura não se resuma ao ambiente escolar, mas aconteça em momentos de lazer, por iniciativa do estudante.

Uso do audiovisual

O recurso do audiovisual é sedutor tanto em adultos como em crianças. Os pequenos, em especial, são muito impactados pelo exemplo e pelo colorido do audiovisual. Vídeos de curta duração são importantes aliados na educação, trazendo questões que são mais fáceis de compreender pelas imagens e situações do que explicando em palavras, por exemplo.

É da natureza da criança aprender brincando; é com o triciclo infantil e os patins, por exemplo, que desenvolvem a coordenação motora e noção de espaço. Jogos em grupo incentivam questões de empatia e sentimento de grupo. Com a tecnologia, podem aprender, além de números e letras, a sedimentar ensinamentos do mundo real.