Sustentabilidade Redação

Uma rápida resposta às pressões ESG

Uma rápida resposta às pressões ESG

As instituições financeiras estão bem cientes da importância da transparência em torno do risco. Elas precisam estar prontas a qualquer momento para responder rapidamente às solicitações regulatórias, capazes de demonstrar ao toque de um botão sua resiliência operacional do ponto de vista de adequação de capital. Está se tornando cada vez mais necessário que elas sejam capazes de replicar essa capacidade de resposta extremamente rápida na importante área de Meio Ambiente, Social e Governança (ESG, na sigla em inglês). É uma plataforma central do sucesso corporativo. Uma pesquisa da Deloitte Insights mostra que 59% das empresas pesquisadas citam o ESG como tendo um impacto positivo no crescimento e 51% nos lucros. De qualquer forma, hoje em dia, acionistas, stakeholders, investidores institucionais e clientes esperam ver o quão bem você está cumprindo sua agenda verde, tanto quanto desejam o exame de sua gestão de risco.

O ESG também é uma questão para os reguladores. As instituições devem ser capazes de mostrar sua preparação para lidar com questões como riscos climáticos e ambientais como parte de seus processos de risco. A Autoridade Bancária Europeia (EBA) publicou um documento sobre o papel dos riscos ambientais no aspecto da prudência das instituições de crédito e empresas de investimento. A Comissão Europeia está a par disso. Seu Regulamento de Divulgação de Finanças Sustentáveis ​​(SFDR) foi introduzido para melhorar a transparência no mercado de produtos de investimento sustentável, projetado para evitar a lavagem verde e aumentar a transparência em torno das reivindicações de sustentabilidade feitas pelos players do mercado financeiro.

ESG não é apenas sobre questões ambientais. Os ângulos sociais e de governança exigem que as instituições financeiras lidem com uma grande quantidade de regulamentação em áreas como lavagem de dinheiro, tráfico de pessoas, due diligence de fornecedores e segurança cibernética.

Tudo isso requer um nível de agilidade e flexibilidade de dados com o qual algumas instituições lutam. Uma coisa é ter uma agenda ESG bem-intencionada, outra é cumpri-la com relatórios que satisfaçam a todos. Provar que você está no topo de algo tão multifacetado quanto o ESG exige um nível de coordenação entre departamentos que muitos bancos são incapazes de fazer, de tão divididos que são seus negócios entre silos isolados de atividade.

A Deloitte identificou o gerenciamento de dados como uma das chaves para uma estratégia ESG bem-sucedida e acredita que mostrar liderança nessa área é um grande diferencial. Especificamente, listou três áreas de oportunidade para ajudar a distinguir as empresas da concorrência:

●Implementação de um programa holístico e integrado de dados e insights para medir e impulsionar a sustentabilidade ambiental

● Aproveitar uma estratégia de tecnologia orientada para a sustentabilidade

● Impulsionar a responsabilidade e a transparência na cadeia de valor

A solução para reverter esse desafio e transformá-lo em uma oportunidade está na arquitetura de dados de uma organização. A chamada arquitetura orientada a eventos (EDA) transforma os silos de dados, substituindo-os pela capacidade de lidar com dados de várias fontes em velocidade e escala. A EDA fornece acesso a dados em tempo real, permitindo uma resposta adequada no momento. Ao fornecer uma malha de dados ágil combinada com APIs, a EDA oferece uma maneira totalmente nova de responder a eventos de negócios, seja na forma de um ponto de contato do cliente ou de uma solicitação regulatória.

Há muitas maneiras pelas quais esse tipo de arquitetura de dados pode apoiar uma agenda ESG. Por exemplo, ao tratar do pedido de hipoteca de um cliente, seria vantajoso estar ciente da sua intenção de substituir o reservatório térmico de água no novo imóvel. Com a aplicação de análises orientadas por EDA, o cliente pode receber uma taxa preferencial para incentivá-lo a fazer uma escolha verde. Ao mesmo tempo em que estreita o relacionamento com o cliente, você poderá demonstrar aos acionistas e reguladores que agiu de acordo com suas metas ESG. Dessa forma, cumprir esses objetivos torna-se algo natural em bons negócios, e não o ponto focal. É a vitória final.

A EDA não apenas ajuda as organizações a atender aos requisitos legais para relatórios não financeiros, mas também pode ser parte do atendimento à expectativa dos clientes de que seus produtos e serviços tenham um compromisso significativo com a sustentabilidade incorporado a eles. Isso permitirá que eles vejam que você está aderindo aos princípios ESG não apenas em espírito, mas em ação. Também pode ajudá-lo a obter suporte adicional para seus programas ESG na forma de subsídios e incentivos. Uma abordagem de dados flexível também funcionará bem para atender às expectativas dos investidores que desejam se aprofundar em mais aspectos da gestão de uma empresa do que apenas a margem de lucro.

Uma arquitetura de dados mais flexível também se encaixa bem com outras áreas de transformação digital nas quais bancos e seguradoras estão trabalhando. Falemos, por exemplo, de gerenciamento operacional e resiliência. Uma estratégia de geminação digital permite que uma instituição teste toda essa inovação com pouco ou nenhum risco. Como uma mudança na minha estratégia ESG pode impactar os negócios em um sentido mais amplo? Consequências não intencionais estão à espreita? Um gêmeo digital do seu negócio permitirá que você modele todas as possibilidades antecipadamente.

Muitas organizações estão agora colhendo os frutos de melhorar sua posição ESG com uma melhor abordagem aos dados. A Australian Securities Exchange (ASX), por exemplo, conseguiu diminuir em 30% o número de incidentes regulatórios e de segurança com impacto no cliente ao promover essa abordagem.

A EDA pode ser o elo perdido que ajuda as organizações a ir além de uma abordagem fragmentada de seus dados e a aproveitar o potencial dos volumes de informações que possuem. Aplicado ao ESG, pode ajudar uma instituição que luta com seus objetivos digitais a alcançar uma maneira totalmente nova de se apresentar ao mundo.

Avatar

Sobre o autor Redação | Website

Para falar conosco basta enviar um e-mail para redacaomeioambienterio@gmail.com ou através do nosso whatsapp 021 989 39 9273.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.