A United Airlines, que opera voos regulares diretos entre o Brasil e os Estados Unidos, anunciou hoje um investimento estratégico de capital na Natron Energy, fabricante de baterias de íons de sódio que têm o potencial de ajudar a companhia aérea a eletrificar seus equipamentos terrestres em aeroportos, como tratores de pushback (reboque), e as operações em portões de embarque. A United já realizou investimentos substanciais em empresas que desenvolvem tecnologia para reduzir as emissões de aeronaves, mas este, na Natron, é o primeiro com potencial para reduzir a emissão de gases de efeito estufa também nas atividades em solo.

“A United Airlines Ventures foi criada para identificar empresas que lideram a próxima geração de tecnologias inovadoras de redução de emissões”, disse Michael Leskinen, presidente da United Airlines Ventures (UAV). “Desde o início, focamos, principalmente, em tecnologias projetadas para ajudar a reduzir as emissões de carbono de nossos aviões. As baterias de ponta da Natron, de íon de sódio, apresentam uma oportunidade ideal para expandirmos potencialmente nosso portfólio de investimentos em sustentabilidade também a nossas operações terrestres, e para ajudar a tornar nossas atividades aeroportuárias mais resilientes. A United está ansiosa para trabalhar com esses parceiros em iniciativas de tecnologia sustentável, em oportunidades futuras.”

A United possui mais de 12 mil equipamentos terrestres motorizados em suas operações, dos quais cerca de um terço, atualmente, são elétricos. As baterias da Natron podem ser aplicadas a usos diversos, incluindo:

• Carregamento elétrico de equipamentos de solo

• Carregamento de futuras aeronaves elétricas encomendadas, como táxis aéreos elétricos

• Gerenciamento de demanda de energia nas operações aeroportuárias

• Aprimoramento considerável da resiliência relacionada a condições meteorológicas desfavoráveis

“As baterias de íons de sódio da Natron ajudarão a indústria da aviação a atingir suas metas para descarbonização e uso de EVs [veículos elétricos]”, afirmou Colin Wessells, CEO da Natron Energy. “Nossas baterias fornecem a alta potência em curtas distâncias de que o equipamento de serviço terrestre precisa e, diferentemente das de íon-lítio, as baterias da Natron são completamente não inflamáveis ​​e podem ser implantadas com segurança nas atividades de solo.”

As baterias de íons de sódio contêm várias características que as distinguem da tecnologia existente. Além de melhorar a produção e o ciclo de vida em relação às de lítio, testes realizados por um serviço independente mostraram que não são inflamáveis, uma proteção fundamental quando se pensam no uso constante e na alta energia que seriam necessários em determinadas operações. Os minerais usados ​​nas baterias de íons de sódio são abundantes em todo o mundo e facilmente encontrados, diferentemente do lítio, que é escasso e cuja demanda deve triplicar até 2025.

A Natron planeja usar o investimento para acelerar a produção em sua fábrica em Holland, Michigan (EUA), onde escalará as operações para iniciar fabricação em massa de baterias de íons de sódio certificadas pelos UL (Underwriters’ Laboratories) em 2023.

Lançada em 2021, A UAV é um fundo de investimentos único focado em sustentabilidade, que visa startups, tecnologias futuras e conceitos que complementarão a meta da United de zerar as emissões de carbono até 2050 — sem depender de compensações de carbono tradicionais, como o plantio de árvores. O portfólio da UAV já inclui produtores de SAF (combustível sustentável de aviação) e outras tecnologias, incluindo utilização de carbono, motores elétricos a hidrogênio, aeronaves regionais elétricas e mobilidade aérea urbana.