marketing verde

Atualmente, a preocupação com o meio ambiente é tema cada vez mais pertinente, se fala por todos os cantos sobre sustentabilidade. Por isso, muitas empresas vêm aderindo ao marketing verde.

Portanto, se ainda não entende muito bem esse conceito, depois de ler esse artigo vai saber tudo sobre ele, suas formas de aplicação e sua importância para os negócios.

O posicionamento de uma marca influi no relacionamento com os clientes, ainda mais nos dias de hoje, em que consumidores não se preocupam somente com o produto finalizado, mas com todo o processo de produção até a finalização da compra.

Muitos consumidores estão genuinamente preocupados com um processo de produção responsável de uma poltrona estofada. Eles apenas irão comprar o produto se tiverem certeza de que a empresa atua de forma sustentável. 

No mundo do Marketing, diversas estratégias que são aplicadas, são imprescindíveis para os negócios. O Marketing Verde tem se tornado uma dessas estratégias essenciais para posicionar bem uma marca em relação aos seus concorrentes.

Grandes companhias de todos os lugares do mundo têm aderido a esse posicionamento e é importante atentar-se a isso para o seu negócio não ficar para trás nas atuais necessidades do mercado e dos consumidores.

Mas, afinal, o que é o marketing verde?

Talvez você já tenha escutado outros termos como marketing ambiental, ecomarketing ou marketing ecológico, todos se referem ao Green Marketing que literalmente significa: marketing verde.

O termo marketing verde surgiu lá em meados dos anos 1980 e início dos anos 1990. No entanto, já em 1975, a American Marketing Association – AMA (Associação Americana de Marketing), realizava o primeiro workshop sobre “Marketing Ecológico”.

Tais debates surgiram de demandas de consumidores por todos os cantos do mundo que exigiam que empresas tomassem atitudes mais conscientes e responsáveis em relação aos impactos ambientais.

Os debates durante o workshop resultaram em um dos primeiros livros sobre marketing verde intitulado “Marketing Ecológico”. Daí em diante, diversas empresas passaram a aderir a esse movimento.

Em 1987, a Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento definiu o desenvolvimento sustentável como o atendimento “às necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades”. 

Este documento ficou conhecido como Relatório Brundtland e foi mais um passo para espalhar a sustentabilidade na atividade cotidiana. 

Do ponto de vista organizacional de uma empresa, as preocupações ambientais devem ser integradas em todos os aspectos do negócio, desde o desenvolvimento de novos produtos à comunicação interna e externa.

Essa estratégia propõe que além de fornecedores e varejistas, novas partes interessadas sejam recrutadas, incluindo educadores, membros da comunidade, reguladores e ONGs.

Sendo assim, além de desenvolver produtos sustentáveis. A empresa irá prezar pela sustentabilidade em todas as etapas de uma produção, no intuito de reduzir o impacto ambiental. 

Além disso, as questões ambientais devem ser equilibradas com as necessidades primárias do cliente. 

Os movimentos do “consumismo verde” continuam a ganhar adeptos ao redor do mundo e seguindo esse caminho, empresas têm divulgado seu compromisso de reduzir seus impactos climáticos.

Mesmo marcas que trabalham com etiquetas para produtos de limpeza, têm aderido e se adequam ao marketing verde.

Pesquisas de opinião pública realizadas desde o final da década de 1980 mostraram consistentemente que uma porcentagem significativa de consumidores tem vontade ativa de favorecer produtos e empresas ambientalmente conscientes.

Como a pesquisa realizada pela Agência FIEP, que constatou que 87% dos consumidores brasileiros preferem comprar de empresas sustentáveis.

Dessa forma, uma empresa de biombo de escritório sustentável, irá se preocupar desde a escolha dos materiais até o descarte, com o impacto ambiental de sua produção. Agindo de forma responsável em todas as etapas.

Prezando assim por uma imagem de empresa ecologicamente consciente. Sendo assim, serão desenvolvidas ações de marketing preocupadas em promover para o público ligado a essas ações ambientais, o compromisso sustentável da empresa.

Ressaltar sempre como as ações da sua empresa beneficiam o meio ambiente e impactam a sociedade por meio de práticas sustentáveis cotidianas, nas pequenas e grandes atitudes.

Como funciona o marketing verde em uma empresa?

Primeiro, a empresa deve avaliar se tem uma postura ecologicamente consciente em todos os seus processos e ambientes. 

Uma empresa alinhada com o pensamento ecológico, toma atitudes:

  • Ecologicamente corretas;
  • Economicamente viáveis;
  • Socialmente justas;
  • Culturalmente aceitas.

Nesse sentido, uma empresa toma atitudes que geram impacto positivo no meio ambiente, como, por exemplo, um restaurante que procura uma empresa ecologicamente responsável para realizar a coleta de óleo.

No entanto, essa postura consciente, será consciente também em relação aos gastos e necessidades do negócio, afinal, não faz sentido investir em ações que não caibam no bolso. Além disso, é possível ser sustentável sem gastar rios de dinheiro.

Outro fator crucial, é que a marca deve estar sempre atenta a causas sociais e procurar contribuir com elas. 

Tanto participando delas ou patrocinando-as, como também, liderando causas. Isso será um amplo diferencial em relação à concorrência.

Percebe-se, então, que muito além de ideais e objetos ecologicamente responsáveis, essa estratégia exige ações e atos ações reais ecologicamente responsáveis preocupados com questões econômicas, sociais e culturais.

Sendo assim, toda a cultura de uma empresa de telha francesa deve estar empenhada e organicamente integrada a essas ações sustentáveis, não só os produtos, mas todos os funcionários precisam expressar esse compromisso.

Quais são as vantagens dessa estratégia para o seu negócio?

Revestidos de ideais, os consumidores hoje em dia estão cada vez mais atentos aos produtos que consomem e às empresas. 

Estar alinhado a esses ideais pode trazer muitos benefícios para o seu negócio. Seguem alguns para te convencer:

  1. Fidelizar clientes

Por estarem alerta aos modos de consumo, os consumidores que vestem a camisa da proteção do meio ambiente, estão dispostos a favorecer diversas iniciativas que contribuam para sua causa.

Uma empresa de licenciamento de obras e construções que tenha uma atitude ecologicamente responsável, pode agregar vários clientes apenas porque eles passam a estimar, respeitar e apoiar iniciativas engajadas nas mesmas causas que as deles.

Lembre-se que a sustentabilidade não surgiu de uma estratégia de Branding, mas de uma exigência dos consumidores. 

Consumidores hoje deixam de consumir em empresas apenas por estas não estarem em conformidade com seus ideais.

Além disso, há compradores hoje que estão dispostos a gastar mais para cumprir seu compromisso com a preservação do meio ambiente.

  1. Credibilidade para sua marca

Assumir uma postura ecologicamente responsável, tornará seu negócio mais confiável em relação a outras empresas. Isso se refletirá em uma imagem de empresa íntegra e comprometida com a sociedade.

Além do que, você de fato ajudará o meio ambiente com as suas atitudes, preservando o meio ambiente para o presente e para as gerações futuras.

  1. Diferenciar-se da concorrência

Aderir ao marketing verde fará com que sua empresa se diferencie de outras empresas do ramo. 

Além do mais, sua marca pode ser atrelada a uma imagem progressiva e de vanguarda, colocando seu negócio à frente de outras empresas, na direção do futuro.

Não é preciso ser um grande especialista para perceber que essas mudanças são cada vez mais exigidas pelos consumidores e uma empresa de embalagem BOPP que assume essa postura, ascenderá progressivamente em relação à concorrência.

Cuidado como Greenwashing

O Greenwashing (do inglês green, verde e washing, “lavando”) acontece quando uma empresa não cumpre com seu discurso. 

Agindo de forma fraudulenta, engana seus clientes e vende uma imagem de fachada que não condiz com suas práticas.

Essa atitude sem dúvidas irá prejudicar um negócio, é preciso realmente agir de forma sustentável e não apenas deixar essas ideias reservadas ao discurso. 

Inclusive, há maneiras de certificar que sua empresa não pratica Greenwashing e age de maneira ética. 

Selos e certificados como a LEED ou a ISO 14.001, são instrumentos de verificação que garantem credibilidade para sua marca.

Considerações finais

Estar atualizado com as necessidades do mercado e dos consumidores é fator imprescindível para um negócio de sucesso. O marketing verde, como pôde ser observado, é uma demanda que apenas tende a crescer.

O comportamento de compras de brasileiros têm se alterado nos últimos anos. O Brasil é um desses países que tem um mercado de consumidores ecologicamente consciente em avanço.

Sendo assim, estar em conformidade com os apelos desses consumidores, colocará uma empresa que oferece um serviço de digitalização de documentos em diálogo franco e aberto com esse público em crescimento.

Aderir essa estratégia não trará benefícios apenas para o seu negócio, mas também à toda a comunidade em torno da sua empresa, aos seus clientes, à natureza e ao mundo futuro das próximas gerações.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.