compostados
compostados

Entenda mais sobre a compostagem e saiba quais produtos orgânicos podem ser reciclados.

A compostagem é o processo de reciclagem que transforma resíduos orgânicos em adubo de primeira qualidade. Em outras palavras, determina um destino útil para esses resquícios, deixando o solo mais fértil, além de evitar o acúmulo em aterros.

É possível fazer a compostagem na sua própria casa, mas, para isso, pode ser necessário ter um kit composteira doméstica de 15 litros, indicado para uma residência de até 4 pessoas. Caso você seja adepto das compras online, facilmente encontrará esses produtos na internet.

Neste artigo, confira o que pode ou não ser colocado na composteira.

Quais produtos podem ser colocados na composteira?

Os resquícios de alimentos se deterioram em ambientes naturais. Alguns deles podem ser armazenados na composteira, porém, outros, quando colocados no recipiente, podem atrapalhar o processo de decomposição e atrair animais indesejados.

Restos de alimentos

Resíduos alimentares, como a casca e o talo de verduras e frutas (desde que não sejam cítricas) e cascas de ovo podem ser transformados em ótimas fontes de nitrogênio, o que acelera o processo de compostagem.

Resíduos frescos

Folhas e podas de grama possuem uma concentração elevada de nitrogênio. Entretanto, a indicação é delimitar um espaço para que os resíduos frescos possam ser secos antes de serem utilizados. Dessa forma, eles podem substituir a serragem e gerar uma boa economia.

Serragem e folhas secas

As folhas secas e  serragem sem nenhum tipo de tratamento (verniz) ajudam a manter o equilíbrio, uma vez que são ricas em carbono e, por esse motivo, evitam o mau cheiro e o aparecimento de vetores indesejados.

Borra de café

Além de ser um ótimo inibidor para as formigas, a borra de café também é um bom alimento para as minhocas. O filtro de papel usado na preparação também pode ser adicionado na compostagem.

Estercos

Estercos de galinha, coelho, porco ou de boi podem ser adicionados à compostagem caso tenham sido curtidos (deixados ao tempo para que o excesso de nitrogênio evapore).

Quais produtos não devem ser colocados na composteira?

Agora, confira alguns dos resquícios de alimentos que não são recomendados para a composteira.

Frutas cítricas

As cascas e a polpa das frutas cítricas (abacaxi, limão, laranja, etc.) podem alterar o pH da terra. Por isso, não são recomendados.

Laticínios

Por possuírem uma decomposição muito lenta, causarem cheiros desagradáveis e atraírem organismos indesejáveis, os derivados do leite não devem ser compostados.

Arroz

Após o processo de cozimento, o arroz se torna um local perfeito para proliferação de bactérias, porém, é péssimo para a saúde das plantas.

Carne

A carne (peixe, frango ou bovina) segue o mesmo raciocínio dos produtos derivados do leite: possui um processo de decomposição lento. Além disso, causa mau cheiro e atrai animais.

Mais produtos que podem ser compostados

Para finalizar, veja uma lista mais completa de produtos que podem ser compostados.

  • Legumes, verduras e frutas;
  • casca de ovo;
  • aveia;
  • casca de amendoim;
  • casca de amêndoas e nozes;
  • cebola e alho;
  • especiarias e ervas;
  • grãos de soja e milho;
  • legumes e frutas congelados;
  • farinhas;
  • massas cruas (se forem cozidas, somente congeladas);
  • doces, bolos e barras de cereais;
  • goiabada e geleias;
  • cereais, migalhas de pão e biscoito;
  • vinho e cerveja (somente o  líquido);
  • salgadinhos e batata frita;
  • bagaço de cana;
  • sementes abóbora, gergelim e girassol;
  • borra de café;
  • folhas de chá;
  • sementes de legumes e frutas;
  • polpa de frutas;
  • sobras de comida;
  • insetos mortos;
  • resto de ração para animais;
  • pelos de animais;
  • comida para peixes;
  • penas (naturais);
  • grama cortada;
  • restos de plantas;
  • flores;
  • plantas secas ou normais;
  • restos de arranjos florais;
  • plantas de aquário;
  • pedaços de madeira;
  • cascas de frutas ou árvores;
  • folhas secas ou verdes;
  • capim seco e raízes;
  • palhas;
  • lascas de lápis;
  • giz de cera;
  • serragem;
  • cinzas de lareira ou fogueira;
  • palitos e espetos em geral;
  • sachês de chá;
  • filtros de café;
  • rolos de papel toalha e papel higiênico;
  • cartões (exceto modelos plastificados);
  • forminhas de cupcake;
  • caixas de pizza (rasgadas em pequenos pedaços)
  • guardanapos e lenços de papel;
  • sacolas e pratos de papel;
  • embalagens de papelão (de preferência rasgadas em pedaços pequenos);
  • caixas de ovos (apenas de papelão);
  • poeiras de limpeza doméstica e aspirador de pó;
  • algodão (desde que não tenha tido contato com produtos químicos).
Gostou dessas dicas? Se sim, compartilhe com seus familiares e amigos, e também em suas redes sociais. Receba conteúdo gratuito, diariamente, e siga-nos no Google News.