Vida no exterior
Vida no exterior / foto: Pexels

Não é de hoje que se ouve relatos de brasileiros que anseiam por uma vida no exterior. Seja por querer melhores condições de trabalho, estudo ou apenas a qualidade de vida.

Esse desejo que existe no coração de muitos se justifica quando observamos as dificuldades encontradas no Brasil, e comparamos tudo isso com as supostas facilidades que alguns países oferecem.

Contudo, nem tudo são flores e os desafios para quem deseja ter uma vida no exterior já começam antes mesmo da viagem, pois qualquer país exige documentos especiais e requisitos básicos para estrangeiros que desejam viver em seu território.

Mas afinal, que documentos e requisitos necessários são esses?

Neste artigo vamos falar um pouco mais sobre o fator legalização, que interessa a quem quer viver a vida no exterior. Vale a pena conferir!

Quais são os requisitos básicos para quem quer morar fora do Brasil?

Em primeiro lugar, antes de decidir definitivamente mudar de país, é necessário definir também os motivos pelos quais se está indo para fora do Brasil.

Os requisitos para se estabelecer em um país estrangeiro mudam conforme a atividade que o imigrante vai praticar lá, como trabalhar ou estudar, por exemplo.

Esses requisitos são modulados unicamente por causa do tipo de visto que a pessoa deve buscar. Veja abaixo algumas categorias de imigrantes e os seus respectivos vistos:

  • Estudantes: visto de estudo;
  • Trabalhadores: visto de trabalho (temporário e com renovação limitada);
  • Turistas: visto de turismo (temporário);
  • Investidores: visto para quem deseja abrir um negócio ou investir em empresas do país estrangeiro;
  • Aposentados: visto exclusivo para pessoas que podem receber as suas aposentadorias em outros países;
  • Estudantes de idiomas ou intercambistas: visto exclusivo de intercâmbio (temporário e com renovação limitada);
  • Voluntários: visto de trabalho voluntário no exterior.

Além do visto, que precisa ser solicitado junto aos órgãos competentes, o cidadão precisa de uma série de outros documentos. 

Documentos necessários para quem quer levar uma vida no exterior

Quem quer viver uma vida no exterior, precisa ter em mãos muitos documentos. Entenda melhor sobre os principais lendo o conteúdo a seguir.

Passaporte 

O passaporte funciona basicamente como um documento de identidade internacional, com exceção dos países do Mercosul que aceitam a Carteira de Identidade Brasileira como documento de identificação.

Para solicitar o seu passaporte, o cidadão precisa acessar o site da Polícia Federal ou ir até um posto físico da entidade. O documento possui validade de 10 anos e o usuário só pode viajar se ele estiver dentro da validade.

Visto

O visto é um documento essencial para quem quer ter uma vida no exterior. Essa certidão informa às autoridades do país estrangeiro o que o imigrante está fazendo por lá e por quanto tempo deseja permanecer.

Legalmente falando, o cidadão só pode permanecer no país que está visitando enquanto o seu visto tiver validade. 

Como informamos anteriormente, em um tópico dedicado, existem vários tipos de vistos que variam de acordo com o tipo de atividade que a pessoa vai desempenhar no país estrangeiro.

Para solicitar o visto, o cidadão precisa procurar uma embaixada do país para o qual deseja ir, e também entrar em contato com o Itamaraty, que pode intermediar a solicitação de visto.

Vale lembrar que cada país impõe suas próprias regras para emissão de vistos, e que alguns outros documentos certamente serão solicitados, como é o caso do passaporte.

Seguro de saúde

Todo viajante precisa ter um seguro de saúde com cobertura internacional, em caso de precisar de atendimento médico no país estrangeiro. O serviço pode ser adquirido em seguradoras especializadas.

Estar por dentro do funcionamento do sistema de saúde da nação que será visitada também é essencial, por precaução.

Carteira de Vacinação Internacional

Muitos países só permitem a entrada de estrangeiros que tenham tomado todas as vacinas exigidas internacionalmente.

Para comprovar que acolheu todo o esquema vacinal, o viajante precisa apresentar a sua Carteira de Vacinação Internacional.

CNH Internacional

A chamada PID (Permissão Internacional para Dirigir), também é solicitada em vários países, desde que o viajante deseje dirigir por lá.

Para solicitar o documento, o cidadão deve entrar no site do DETRAN do seu estado e procurar a seção de solicitação de PDI. A carteira internacional emitida no Brasil possui a mesma validade que a CNH nacional e é aceita em inúmeros países.

Outros documentos que eventualmente podem ser solicitados

Como dissemos, as regras para ingresso em países estrangeiros podem ser diferentes de nação para nação. 

Por isso, alguns países podem solicitar a apresentação de documentos extra, como:

  • Certidão de nascimento;
  • Certidão de casamento;
  • Comprovantes e certificados bancários;
  • Diplomas universitários;
  • Dentre outros.

Como conseguir a cidadania e a residência fixa em um país estrangeiro?

Para levar uma vida no exterior de forma legal, é necessário que o país acolha o imigrante, tornando-o um cidadão propriamente dito.

Veja abaixo algumas opções para conseguir essa autorização!

Fazer a renovação de visto

É possível permanecer no país desejado simplesmente com a renovação de visto, ou com a concessão de novos vistos à medida que o tempo de residência aumenta.

Casar com um estrangeiro

Brasileiros que se casam com estrangeiros podem conseguir visto permanente no país de origem do seu cônjuge.

Geralmente basta que a pessoa atenda às outras exigências e permaneça no país por mais de três anos e casado com a mesma pessoa.

Ter tempo de residência suficiente

Também é possível conseguir o visto permanente através do tempo de residência no país em questão.

Basta renovar o visto e permanecer no país até completar o tempo necessário para a concessão.

Tornar-se um investidor

A cidadania no país estrangeira também pode ser concedida se o viajante investir seu dinheiro no país.

Inclusive, essa é uma das formas mais rápidas de se conseguir essa concessão.

Ser descendente de cidadãos do país desejado

Se o viajante conseguir comprovar cabalmente que é descendente direto de cidadãos nativos do país desejado, pode conseguir a sua cidadania.

Cada país modula as suas próprias regras para essa possibilidade.

Conclusão

Este artigo é um verdadeiro manual para todo aquele que deseja ter uma vida no exterior e realizar o sonho de viver melhor.

Ao longo do texto é possível saber quais são os requisitos básicos para quem quer viver fora do país, os documentos necessários para a viagem e as formas possíveis de se conseguir a cidadania na nação estrangeira.

Tem alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

Gostou dessas dicas? Se sim, compartilhe com seus familiares e amigos, e também em suas redes sociais. Receba conteúdo gratuito, diariamente, e siga-nos no Google News.