Geração de resíduos no mundo vai aumentar 70% e chegar a 3,4 bilhões de toneladas até 2050

Economia circular é uma dos grandes desafios globais e dos municípios, que comemoram no dia 31 de outubro o Dia Mundial das Cidade

O mundo vai gerar 3,4 bilhões de toneladas de resíduos por ano até 2050, aumento de 70% em 14 anos, segundo estudo da organização sem fins lucrativos International Solid Waste Association (ISWA).  

Em 2016, foram produzidas cerca de 2 bilhões de toneladas. O destino e reaproveitamento desses resíduos, dentro da proposta de economia circular, é um dos grandes desafios globais e dos municípios, que comemoram no dia 31 de outubro o Dia Mundial das Cidades. 

A entidade Circle Economy propõe dobrar a circularidade da economia global até 2032, ampliando dos atuais 8,6% para 17% a reutilização dos resíduos no mundo, o que resultaria em redução de 39% das emissões de gases de efeito estufa. 

O coordenador do Movimento Circular, professor doutor Edson Grandisoli, aponta que o grande desafio mundial atual está ligado às mudanças do clima e as cidades têm papel fundamental no enfrentamento desse cenário, uma vez que emitem cerca de 75% dos gases de efeito estufa relacionados à energia.

“Considerar essa questão como central deve levar população, empresas e governos a atuarem de forma conjunta sobre temas como planejamento urbano, mobilidade, gestão da água e resíduos, obtenção de energia e inclusão”, afirma Grandisoli. 

Gostou? confira mais: