PETROBRAS APROVA DISTRIBUIÇÃO DE R$ 43,7 BI EM DIVIDENDOS A ACIONISTAS

O conselho de administração da Petrobras aprovou a distribuição de dividendos no valor de R$ 3,3489 por ação preferencial e ordinária em circulação, 

segundo fato relevante divulgado pela companhia nesta quinta-feira, 3. O montante total soma R$ 43,68 bilhões. 

Deste total, o Tesouro Nacional deve receber aproximadamente R$ 12,52 bilhões. 

Além do valor pago diretamente à União, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e seu braço de participações, o BNDESPar, 

receberão R$ 3,45 bilhões na forma de dividendos, que também podem ser computados como ganhos à União. 

A data de corte será 21 de novembro para os detentores de papéis negociados na B3, a Bolsa brasileira, 

e 23 de novembro para as ADRs negociadas na Bolsa de Nova York (Nyse, na sigla em inglês). 

Os dividendos serão pagos em duas parcelas iguais, nos meses de dezembro de 2022 e janeiro de 2023.