Uma rápida resposta às pressões ESG

As instituições financeiras estão bem cientes da importância da transparência em torno do risco.

Elas precisam estar prontas a qualquer momento para responder rapidamente às solicitações regulatórias, capazes de demonstrar ao toque de um botão sua resiliência operacional do ponto de vista de adequação de capital.

Está se tornando cada vez mais necessário que elas sejam capazes de replicar essa capacidade de resposta extremamente rápida na importante área de Meio Ambiente, Social e Governança (ESG, na sigla em inglês).

É uma plataforma central do sucesso corporativo. Uma pesquisa da Deloitte Insights mostra que 59% das empresas pesquisadas citam o ESG como tendo um impacto positivo no crescimento e 51% nos lucros.

De qualquer forma, hoje em dia, acionistas, stakeholders, investidores institucionais e clientes esperam ver o quão bem você está cumprindo sua agenda verde, tanto quanto desejam o exame de sua gestão de risco.

O ESG também é uma questão para os reguladores. As instituições devem ser capazes de mostrar sua preparação para lidar com questões como riscos climáticos e ambientais como parte de seus processos de risco.

Gostou? confira mais: