Crédito: iStock

Há no mercado diversas opções de empréstimos, para todos os gostos e bolsos, e uma delas, ainda pouco conhecida no Brasil, é o Home equity ou CGI (Crédito com Garantia de Imóvel). Essa modalidade consiste em disponibilizar um imóvel como garantia para obtenção de crédito. Nela, o objetivo dos solicitantes é conseguir um empréstimo de valores mais altos, com juros menores e maior flexibilidade na hora do pagamento, em comparação a outras modalidades.

Nessa categoria, os requerentes podem usar o dinheiro para diversas finalidades, seja para compra de ativos, investir ou aplicar em um objetivo financeiro mais ambicioso, como uma grande reforma ou abertura de um negócio. Segundo a última edição do Índice FinanZero de Empréstimo (IFE), que analisou cerca de 404 mil usuários cadastrados em sua base em agosto, mostrou que três motivos têm sido os principais na hora de solicitar essa linha de crédito: renovação da casa (24,6%), seguido por quitação de dívidas (20,2%) e negócio próprio (18%).

Diante de um cenário em que a economia brasileira ainda está se erguendo, modalidades de  crédito com opção de juros baixos têm atraído a população que busca por uma saída rápida de melhora financeira. “Nos últimos dois anos vivemos uma montanha-russa com o setor econômico do país e essas mudanças afetaram, e ainda afetam, diretamente a tomada de crédito e os solicitantes. Com a recente melhora, a procura por esse tipo de crédito tende a crescer e a atrair ainda mais adeptos a ela”, analisa Rodrigo Cezaretto, diretor operacional da FinanZero.

Homens que atuam no setor privado são maioria na busca por empréstimo com garantia para renovação da casa

Ainda segundo o IFE, funcionários do setor privado são maioria na procura por essa categoria, com 43,7%. Dentre eles, 61,1% são homens. O perfil deste público vem de uma soma de fatores decorrentes, principalmente, do período pandêmico, em que muitos chefes de família enfrentam um momento de economia fragilizada, arcando com aumento de contas atrasadas e inflação. Ainda dentro desse público, há quem busque no empreendedorismo uma oportunidade para aumentar a renda.

804I64ISVoUPL4jBUB zu1 INSr483y51vOj92AjxfVJk gXRxLaD5oMDmhqUSDVVHeHu0snUxBq4vmwlyQi1xnUUkhNAIc22qlTDY xKxgtB2RuCBrlSNucLW

(Crédito: FinanZero – com dados de agosto/22)


Além disso, já em relação ao estado civil de todos os solicitantes, ou seja, homens e mulheres, para o motivo “renovação da casa”, cerca de 52% são solteiros, seguidos por casados, com 39%.

7 QnVhCiYvI poOV88SAAoOPJ SNzYUK GhEpKEphNKxuQD1fkQhQ2UExtoJOTJOUO

(Crédito: FinanZero – com dados de agosto/22)

Ou seja, para estes, é possível observar que o Home Equity tem sido uma alternativa para renovação da casa e reformas mais robustas, além de manutenção das finanças do negócio próprio e quitação de dívidas. Segundo pesquisa da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) realizada em julho do ano passado, 37% dos estabelecimentos ainda funcionavam com as contas no vermelho e mais da metade (54%) tinham contas básicas atrasadas, como aluguel, gás e energia elétrica. 

Sobre a FinanZero

Fundada em 2016 com o objetivo de facilitar a busca por empréstimo online, a FinanZero é um correspondente bancário online. A partir do perfil do cliente, a fintech busca por empréstimos com instituições financeiras parceiras e envia propostas pré-aprovadas para ajudar os clientes a comparar as melhores condições de crédito.