continua após a publicidade

Frequentemente, o espanhol é a segunda opção entre os brasileiros que buscam dominar uma nova língua, sendo o inglês o idioma mais estudado no Brasil. Entretanto, no segundo semestre de 2023, uma pesquisa realizada pela IE Intercâmbio registrou um aumento de 46% no interesse dos brasileiros pelo espanhol, comparado ao mesmo período em 2022. 

Os fatores que contribuem para o crescimento da procura pelo estudo do idioma são a familiaridade com o português, oportunidades no mercado internacional, turismo, intercâmbio e segurança no processo de aprendizagem. A tendência é que a busca por aulas online, aplicativos e cursos para aprender espanhol seja maior. 

Pela proximidade do Brasil com outros países da América Latina, grande parte dos destinos visitados por turistas brasileiros tem o espanhol como língua oficial. Além do lazer, também há o desejo de estudar no exterior e as universidades espanholas costumam estar na lista dos brasileiros. 

Em relação ao mercado de trabalho, a Espanha é o segundo país que mais contrata brasileiros, perdendo apenas para Portugal, de acordo com dados da pesquisa “Global Workers 2023 – panorama sobre os profissionais brasileiros que trabalham para o exterior”, realizada pela Husky.

Vantagens de aprender espanhol

Segundo relatório de 2023 do Instituto Cervantes, aproximadamente, 600 milhões de pessoas no mundo usam o espanhol para se comunicar. Em um cenário global, aprender o idioma pode ser sinônimo de vantagens. 

Experiências culturais 

Em toda a América, mais de 20 países falam espanhol entre a primeira e segunda língua. Dessa forma, comunicar-se através do idioma pode ser uma oportunidade para viajar,  aprofundar-se nos costumes de diversas nações e conhecer novas pessoas.

Países como a Espanha, México e Chile são conhecidos por abrigarem importantes patrimônios históricos e pontos turísticos belíssimos. O contato com falantes nativos pode promover uma experiência ainda mais imersiva, favorecendo a diversidade cultural. 

Além disso, conhecer o idioma pode facilitar o acesso a materiais ricos da cultura espanhola, como livros, músicas, filmes e outras obras.

Carreira internacional 

Para quem almeja conquistar uma vaga de emprego fora do Brasil, ter o espanhol no currículo pode ser um diferencial. 

No mundo corporativo internacional, as colaborações e parcerias podem ocorrer com diferentes mercados. Dessa forma, nem sempre o inglês é o único idioma a ser pedido pelos recrutadores. 

Além disso, as empresas brasileiras estão cada vez mais expandindo suas áreas de atuação para o exterior, principalmente em relação aos países vizinhos. Nesse sentido, a língua espanhola costuma ser muito valorizada.

Portanto, a fluência em inglês e espanhol pode ser um critério decisivo para a conquista de cargos, bem como para promoções e o crescimento profissional.

Oportunidades acadêmicas 

Geralmente, nos processos seletivos de pós-graduação, a proficiência em uma segunda língua é pré-requisito. Dessa forma, dominar o espanhol pode aumentar as chances de ingressar em um mestrado ou doutorado. 

Além disso, dependendo da área de estudo, alguns textos poderão ser encontrados apenas no espanhol. 

Os programas de intercâmbio para estudo também fazem parte das atividades da vida acadêmica. Nesse caso, apresentar uma certificação de proficiência no idioma, como o DELE e SIELE, pode facilitar o processo e trazer ainda mais conhecimento. 

Mercosul

O espanhol é a língua oficial do Mercado Comum do Sul (Mercosul). Em 1991, o acordo comercial foi firmado entre Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai, com objetivo de promover o desenvolvimento econômico entre os países. 

Dos quatro países da organização, três têm o espanhol como língua oficial, o que demonstra a importância da língua espanhola para as relações político-comerciais do Brasil. 

Além disso, decisões desse bloco econômico podem influenciar diversos aspectos da vida dos brasileiros, o conhecimento em espanhol pode auxiliar a estar por dentro de informações que envolvem os países.

Semelhanças entre espanhol e português 

O espanhol e o português possuem raízes linguísticas próximas, derivadas do latim. Por conta disso, é comum que algumas pessoas encontrem maior facilidade em aprender o idioma. 

Além disso, algumas palavras apresentam fonética e grafia similar ao português. No entanto, também há uma grande variedade de falsos cognatos, termos semelhantes, com significados completamente diferentes.  

Nesse caso, é aconselhado o aprendizado com o acompanhamento de um professor, aulas regulares e exercícios diários para alcançar a fluência em espanhol.

continua após a publicidade